Fala galera, beleza??? Como está indo a semana de vcs??? A semana esta acabando já… amanhã já é sexta-feira. Sexta, o dia mais feliz da semana segundo estudos de pessoas infinitamente mais inteligentes e bem informadas que eu entretanto não era necessário eles terem feito essa pesquisa era só ter perguntado pra qualquer um que qualquer um teria dito pra eles como sexta é um dia feliz… se bem que eu acho que a pesquisa e os estudos sejam justamente isto… perguntas pras pessoas… whatever!!

Diante de todos os acontecimentos tristes que aconteceram nos últimos dias, muitos deles por conta da ganância e da intolerância dos homens. Eu resolvi… juntamente com meus manos. Estudar, conhecer melhor o que e o Islam essa religião que até ontem, eu achava que era uma religião similar ao Cristianismo, ao Budismo e ao Judaísmo… apenas com dogmas e profetas diferentes. Um amigo me disse que eu estava enganada, que eu deveria estudar mais e abrir meus olhos sobre a verdadeira face do Islam. Me indicou alguns vídeos e livros… e eu estou estudando.

Eu acredito que toda a moeda tem duas faces. Então eu estou pesquisando os dois lados. Estou vendo vídeos e lendo livros indicados por pessoas que defendem o pensamento e o modo de vida dos muçulmanos que prega que o Islam é uma religião pacífica, e que noventa por cento dos praticantes dessa crença e também avaliando o outro lado da moeda. Galera que diz que ‘o bom muçulmano’ é um mito… Sinceramente até antes dos ataques da França eu nunca tinha tido interesse em estudar essa crença. Eu apenas tinha medo dos ‘terroristas’ dos ‘extremistas’ mas eu achava que eles eram muitos… entretanto eram minoria dentro do imenso número de muçulmanos no mundo.

E deixa eu dizer uma coisa para vcs… o pouco que eu vi até agora… estou extremamente propensa a acreditar no lado da moeda que diz que não existe bom muçulmano. Porque a própria definição de ‘bom muçulmano’ no Corão quebra qualquer possibilidade de existência de um bom muçulmano. Por exemplo… se um muçulmano é amigo de uma pessoa que não é muçulmana… ele não pode ser considerado aos olhos do Corão, um bom muçulmano. O Corão incentiva eles a mentirem e eles pregam que “matar um inocente é como matar a humanidade” entretanto qual a definição de inocente do Corão? Se vc não é muçulmano, se vc já ouviu falar de Maomé e da religião e não se ‘converteu’ vc não e mais inocente amigos. Alias vc é um pecador e deve ser punido com a morte. O mesmo pode acontecer com vc se vc for amigo de um ‘infiel’ que é como eles chamam as pessoas não muçulmanas. Ou se vc abandonar a fé de Ala e virar budista por exemplo…

Estou lendo um livro… que analisa o Islam e o Maomé e ele tenta desmistificar justamente o que eles chamam de ‘mito do muçulmano bonzinho’ e é o próprio Corão que acaba com isso. Quando ensina seus seguidores a mentir para os ‘infiéis’ dizendo que aceitam a diversidade… até que vc seja maioria naquele pais, quando vc se tornar maioria então destrua todos os infiéis. E isso que eles são ensinados nas suas mesquitas. De acordo com o livro…

Minha opinião sobre essa religião tem mudado. Como eu já disse, antes eu achava que era uma religião de paz… não estou tão certa quanto a isso. Pra não dizer que não falei de flores… claro, eu estou vendo, tentando ver pelo menos, os dois lados da moeda. Mas o lado da moeda que diz que o Islam quer dominar o mundo e exterminar as outras religiões… está ganhando viu? Eu queria muito, muito mesmo estar enganada sobre isso. Eu queria acreditar na máxima que diz que 90% dos muçulmanos são pacifistas e querem viver em harmonia neste mundo. Que apenas dez por cento é louco, maníaco, extremista religioso. Mas, deixando de lado as minhas crenças… e analisando apenas o texto do Corão, e os fatos… racionalmente… fica difícil acreditar em outra coisa que não a intenção de dominação, destruição de outras crenças.

O que me deixa extremamente apreensiva. Quando eu fiz faculdade de letras. Eu estudei a História da Língua Portuguesa e tive que estudar um pouco da história da Península Ibérica que futuramente se tornaria o que hoje são os países França, Espanha e Portugal. Houve uma guerra entre o povo que na época habitava o lugar, os íberos, contra os mouros… que eram os muçulmanos que habitavam regiões vizinhas. Os íberos foram quase que totalmente extintos. E os mouros dominaram a península ibérica por 300 anos. O nosso objeto de estudo na verdade eram os diversos povos que habitaram aquela região, e a formação da língua portuguesa. Não nos aprofundamos na política, nem na guerra em si. Apenas quais povos habitaram e sua contribuição para a construção da língua. Mais especificamente a influência da língua árabe na criação da Língua Portuguesa.

Mas… faz a gente parar para pensar. Eles chegaram, se estabeleceram, aumentaram os seus números e partiram para dominar o local. Em tempos passados foi através da guerra. Hoje em dia pode se dar através de uma colonização pacífica a princípio. Se estudos populacionais estiverem corretos… daqui vinte anos apenas em países como a França por exemplo, juntamente o país alvo dos últimos ataques, quatro em cada cinco franceses vão ser descendente de muçulmanos. Ou seja… vai haver uma mudança extrema na cultura francesa. Talvez a cultua francesa como a conhecemos deixe de existir e seja substituída pela cultura do Islam.

Outra coisa que me deixa extremamente apreensiva é a postura que eu vejo alguns cristãos tomando. Noitícias chegam aqui nos nossos ouvidos cristãos e ocidentais. Sobre cristãos sendo mortos ou perseguidos pelo Estado Islâmico. Cerca de 150 milhões de cristãos sofrem perseguição em países onde a religião oficial e o Islam… cerca de 100 mil cristãos são assassinados, torturados, estuprados, vendidos como escravos sexuais todos os anos em países de maioria islâmica. E eu vejo a postura de alguns cristãos. Aqui no Brasil… gritando que a solução para isso e uma nova cruzada. A criação de um exército cristão para ir guerrear contra os extremistas muçulmanos.

Daí eu penso… O quê???? Não bastou fazer a burrice uma vez??? Vamos fazer novamente??? Eu entendo o ponto de vista de pessoas que tem medo de que o terror se espalhe pelo mundo e que o Islam comece a perseguir e matar aqueles que discordam do seu ponto de vista. Mas… pegar em armas e sair matando muçulmanos não seria exatamente fazer a mesma coisa que eles estão fazendo contra os cristãos lá nos países orientais? E eu vejo gente gritando que o Corão justifica assassinatos enquanto a Bíblia depois de Jesus jamais poderia ser utilizada para justificar qualquer tipo de assassinato. E hoje mesmo eu vi no Facebook afirmações do tipo “violência só se combate com violência” e falando de como os Russos lidam com terroristas. Que e de forma tão terrorista quanto as táticas dos terroristas.

Eu só dei de uma coisa… só uma coisa e certa nessa baderna toda de religiões , violência, guerras, terrorismo… 90% das pessoas do mundo são loucas e não vão parar de ser loucas até um dia explodirem o próprio planeta. O ser humano é excelente em destruir seu semelhante e o mundo onde vive. E triste isso…

Bom, este post ficou gigante. Vou terminando ele por aqui.

See you guys around the corner
Shao