Oláaa pessoas, como vão vcs??? Estão beleza??? Eu tô legal… irritada com umas coisas, mas legal. Não… fala sério… tem coisa mais irritante no mundo que gente burra? Não, não tem… quer dizer, pode até ter… mas… vamos, pelo bem do post dizer que não existe.

Ontem, quarta-feira eu tive que aturar recorde de burrice por parte de diversas pessoas. Acho que esgotou minha paciência para com pessoas desprovidas de intelecto.

Uma coisa que acontece muito quando trabalha-se atendendo ao público (ou outros tipos de trabalho em que vc geralmente tem que lidar com pessoas) é lidar com gente que vc explica, explica, explica de novo triplica e a pessoa não entende. Tem coisas que eu sou obrigada a concordar que é complicado para quem está lidando com isso pela primeira vez, é simples para mim porque eu vejo todos os dias. Mas para quem nunca viu é complicado.

Entretanto a gente explica tim tim por tim tim… como quem explica pra criança pequena que está aprendendo as primeiras coisas na vida. Daí a pessoa espera vc explicar 500 vezes olha pra vc com aquela cara de acéfalo e fala: Ahhhh é muito difícil, eu não vou conseguir!!! A pessoa nem tenta e fica de #mimimi eu quero morrer!

Gente assim sem iniciativa na vida me irrita profundamente!. Mas não é só isso… tem outras coisas que os munícipes falam e fazem que irritam profundamente. Uma coisa que aconteceu esses dias. Um rapaz bem jovem veio aqui, era simples, fazer uma atualização cadastral. Ele chega pra mim e fala: Já é a segunda vez que eu venho aqui. Eu penso… bom, segunda vez. Pode ser que a primeira atendente não explicou muito bem ou ele não entendeu bem… daí vai eu explicar tudo de novo, expliquei o passo a passo, como quem explica a teoria da relatividade pra uma criança de dois anos. De uma forma bem lúdica, escrevendo e tudo… só faltei desenhar pra criatura. Ele vai lá fazer o protocolo, me volta com a tela impressa do formulário eletrônico!!!

Felizmente, quando ele voltou, pela terceira vez, ele não voltou comigo. Mas ele disse pra minha amiga (indignadíssimo por sinal) que era a terceira vez que ele voltava aqui (como se a culpa fosse nossa da burrice natural dele). Uma coisa que vcs tem que entender crianças… falar pro atendente ‘já é a quinquagésima vez que eu venho aqui’ a gente imediatamente vai pensar duas coisas de vc… uma, que vc é burro! Duas, que vc é chato!

E às vezes nem é questão de juventude, nem de estudo. É questão de intelecto mesmo. Ou de falta dele não sei… porque eu canso de atender pessoas idosas e sem muito estudo que são inteligentíssimas, não importa quão complicado seja, vc explica UMA VEZ e a pessoa entende. Daí vc atende uma pessoa jovem, não sei quantos diplomas, PHD e o caramba e é mais tapada que a lua em noite de eclipse!

Outra coisa chata pra caramba que os munícipes fazem é chegar aqui com uma pasta imensa, cheia de papéis (a maioria irrelevante para o caso que eles querem resolver) e de papéis velhos, aí eles sentam, demoram dois anos para desenrolar o barbante que está envolvendo a parta e depois mais dois anos abrindo a pasta e fuçando naquela papelada velha… fazendo aquela colônia de ácaros alçarem vôo rumo ao seu nariz… e pior querendo que vc analise aquela papelada de mil novecentos e bolinha… sendo que, como eu já disse, nenhum daqueles papéis tem nada a ver com o caso.

Munícipe ácha que porque vc tem um computador e aqui é prefeitura, vc tem todas as informações referentes a imóveis. Ou seja, não é um simples computador, é um oráculo imobiliário!!!

E o pior tipo, gente que acha que manja das leis. Eu inclusive estava comentando isso com o meu irmão esses dias. Parece que estudante de Direito depois que se forma simplesmente decide que conhece os seus direitos e apenas os seus direitos existem. Eles esquecem a máxima que diz que os seus direitos começam quando terminam os direitos dos outros.

Semanas atrás eu atendi uma pessoa que fez um parcelamento pelo Programa de Parcelamento que tem desconto. Aí a pessoa vem aqui tirar a segunda via porque perdeu a data do pagamento. E chega aqui questionando porque todo o mês aumenta o preço da parcela. Eu explico que o valor das parcelas não é fixo é corrigido mensalmente pela Taxa SELIC. E quando vc faz adesão ao plano de parcelamento vc é informado dessa correção, ele ficou batendo o pé comigo dizendo que não, que a taxa tinha que ser fixa que ele ia processar a prefeitura, que ele sabia de direito e blábláblá…

Primeiro… vc deixou atrasar seu IPTU não sei quantos anos… segundo, a Prefeitura te deu a moleza de um desconto pra vc pagar uma coisa que tava atrasado. Terceiro, tava escrito lá no termo de adesão que ia ser corrigido pela SELIC e vc clicou lá em concordo com os termos da adesão, Quarto… quer processar? Processa… mas não fica me perturbando querendo que eu diga que vc tem razão na sua reclamação quando obviamente vc não tem amigo!!!!

Porque na verdade o que dileto senhor queria era me ouvir dizer que ele tinha razão, porque eu dizer que ele tem razão tem poder de lei na cabeça dessas pessoas… aquela velha expressão… “mas a mocinha que trabalha na Subprefeitura disse que eu tinha razão…”

Mas querem saber de uma coisa? Hoje é sexta-feira!!! E na segunda que vem é feriado… então, não adianta serem desagradáveis comigo porque eu tô feliz que eu vou ficar três dias em casa de boas vendo séries na Netflix!

See you guys around the corner
Shao