Olá crianças, como vão vcs? Eu tô legal… vou indo… devagar e sempre. Sexta-feiraaaa!!! Sexta-feira sempre é um dia feliz, porque amanhã é Sábado.

Ontem, sabe-se lá Deus porque a WordPress deu flag no meu blogue e tirou o pobrezinho doa ar sem misericórdia, sem me explicar o porque, depois me mandaram um email pedindo desculpas e colocando ele no ar novamente, até então já eram duas da manhã e eu já tinha feito back up de todos os meus posts, feito upload de tudo pra um link oculto para não correr o risco de perder tudo que eu tinha escrito nos últimos dez anos… quando eu terminei de fazer toda essa novela… ele plim… voltou pro ar como por mágica. Bom, dos males o menor. Agora eu tenho um arquivo salvo de todos os meus posts caso tudo caia novamente. Mas pensando seriamente em migrar para outro serviço de blogue, essas semanas que seguem eu vou pesquisar outros provedores.

Por isso que o post está saindo apenas agora uma e meia da tarde… por causa desses contratempos… mas beleza, seguimos firmes e fortes.

Mas, voltando para assuntos mais agradáveis… Este Sábado teremos muitas coisas a fazer, tenho um aniversário para ir e quando voltarmos da festa tem UFC disputa pelo título. Cormier vs Gustaffson. Vamos ver quem leva, eu espero que o Gustafsson ganhe, mas acho que vai dar Cormier porque ele bate mais forte. Como se diz no jargão dos lutadores ele tem mais punch apesar de ser mais baixo.

Estou aqui sem sono, eu devia estar dormindo porque eu tenho que acordar cedo. Mas, tô sem sono. E por conseguinte estou assistindo o programa A Liga, está falando sobre a vida nos presídios. Maioria da sociedade sabe, em teoria, como é degradante a vida nos presídios, a gente sabe que não existe recuperação, reinclusão do indivíduo na sociedade.

Mas a grande maioria também olha para essas pessoas como animais que merecem estar enjaulados e sofrendo essas condições degradantes porque eles são bandidos. É treta… é terrível. É uma máquina de fazer mais bandidos… Cara entra no lugar com um crime de menor periculosidade e sai de lá formado em coisa errada.

O que mais me deixou chocada foi as presas, que vão presas grávidas, tem os filhos na cadeia, a criança fica até os seis meses com a mãe. Mano… tá certo, que a criança tem direito da convivência com a mãe e amamentação e tal… mas eu acho tão triste a criancinha presa, sofrendo pelos crimes daquela mãe.

Mulherada se mete nessa vida, maiormente por causa de homem, não tem um pingo de juízo na cabeça. Leva a vida bestamente se metendo com droga, com bandido, em pancadão em forró e engravida. Daí porque o bandido tá metido com besteira ela se envolve no crime também e é pega, vai grávida pra cadeia.

Sinceramente… não duvido, que elas amem os filhos. Mas também não são boas mães, se elas fossem boas mães não iam se meter com esses vida torta, colocar esses relacionamentos acima do bem estar dos filhos e sujeitar os filhos a essa vida… comecinho de vida na cadeia.

Depois a criança vai sofrer horrores quando tiver que sair da cadeia, vai ficar aqueles seis meses com a mãe, depois vai sofrer a falta da mãe, e muitas vezes essas crianças vão ser colocadas em abrigos, provavelmente não vão ser adotadas. Ou vão ser cuidadas por parentes, que vão criar de qualquer jeito e bem capaz da criança ter no futuro um destino semelhante aos dos pais. Porque, que tipo de princípios essa criança vai ter na vida? Sem nenhuma orientação?

Os filhos do cárcere o repórter chamou essas crianças. Uma geração que nasce, Deus que me perdoe, amaldiçoada por este estigma. Fiquei triste vendo essa reportagem, maiormente pelas crianças.

See you guys around the corner
Shao