Olá crianças… como vcs passara, a virada??? Foi legal? Foi divertido? Aqui em casa foi basicamente a mesma coisa que o ano passado. Foi mais sossegado que o ano passado porque eu acho que meus vizinhos viajaram todos… estão todos lá em Santos… provavelmente na Praia Grande. Fico feliz de pensar que eles todos estão lá e eu aqui… hahahaha.

Não que eu não quisesse viajar nessa semaninha de folga que eu tive, eu adoraria. De repente ter passado a virada num sítio. ou num hotel com piscina… mas, só de ter passado esses dias em paz e sossego , e tem mais (alegria, alegria…) eu só tenho que ir trabalhar na segunda. Muito provavelmente vou entrar mais tarde no trampo porque tenho exame de manha logo cedo. Tenho que parar de postergar minhas consultas médicas e meus exames.

Não fiz promessa de ano novo nenhuma, massss, vou tentar tomar conta da minha saúde esse ano… pelo menos tentar tomar conta um pouquinho melhor dela nesse ano.

Não comecei o ano muito bem hahahahaha, ganhei um relógio num amigo secreto e fui tirar uns gomos da pulseira dele para ajustar no pulso e arranquei um pedaço do meu polegar esquerdo. Sim, eu sou assim mesmo desajeitada. Graças a Deus eu não tenho que ganhar a vida com trabalhos manuais, se eu fosse um mecânico, um marceneiro ou coisa do gênero eu já tinha perdido todos os dedos da mão. E alguns do pé também.

Meu dedão esquerdo agora está impossibilitado de digitar no celular, no computador… trágico! Mentira, não é trágico nada, eu quase não uso ele na digitação.

Mudando de assunto, eu estive reparando nas redes sociais… Engraçado como essas festas de final de ano costumam maximizar certos comportamentos né?

Eu estava lendo, ontem ou hoje não me lembro… acho que foi hoje, eu até compartilhei o texto no Facebook, ele falava sobre pessoas cronicamente infelizes. Sete características de pessoas cronicamente infelizes. Achei interessante. Eu conheço algumas pessoas assim…

A maior parte felizmente eu convivo apenas no mundo virtual. Outras infelizmente eu conheço pessoalmente. Quando  vc só convive com essas pessoas online é mais fácil para a maioria das pessoas não se incomodar com elas. Basta ignorar os posts depressivos, ou mesmo bloquear a pessoa.

O que eu particularmente acho um perigo. Esse #mimimi todo online às vezes é um pedido por socorro. Ás vezes as pessoas estão deprimidas precisando de ajuda. A gente lê tanta coisa online, tantos casos de pessoas que se matam, porque se sentem sozinhas ou por tantas razões… que para uma pessoa que nunca passou por uma crise de depressão ou por uma situação desesperadora na vida pode parecer sem sentido. Mas para aquela pessoa presa naquela neura toda pode ser a única saída. De repente aquela pessoa só está querendo que alguém, uma alma só, que esteja online, abra a janelinha do chat e diga ‘oi, como vai vc?’.

A grande maioria das pessoas apenas pensa, ai que fulana chata ( ou fulano chato), fica só reclamando só choramingando e blábláblá… Pode ser que a pessoa seja só chata, mesquinha e invejosa. Mas pode ser que a pessoa esteja doente precisando de um amigo.

O mesmo acontece com as pessoas que temos que conviver pessoalmente. Essas são mais difíceis de ignorar e por conseguinte acabam sendo muito mais nocivas à saúde daqueles que a cercam. Entretanto olhando nos olhos da pessoa é mais fácil vc deduzir, se a pessoa é uma pessoa doente, cheia de problemas que precisa de ajuda ou se é apenas uma pessoa amarga que quer sugar a alegria de quem está perto dela.

E assim como tem essas pessoas cronicamente infelizes tem as pessoas histericamente felizes… o que me lembra um trecho de um poema de Victor Hugo que falava da alegria extrema e da tristeza extrema…

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso
e o riso constante é insano

Ou seja amiguinhos, viver nos extremos nem sempre é legal. E se vc for meu amigo nas redes sociais aí da vida. Pode dizer oi no dia que estiver triste. A gente as vezes fica meio sem jeito de abordar as pessoas quando elas estão tristes, porque algumas pessoas, assim como eu, precisam de um tempo de solidão para se reagruparem e encararem os problemas da vida de frente novamente.

Tô de férias de academia, de trabalho. de praticamente tudo essa semana, meu pai e meus irmãos estão me acelerando para eu tomar umas decisões essa semana ainda. Marcamos um almoço em família no sábado pra resolver o que fazer. Decisões… decisões… decisões… o ano novo está cheio delas… espero que as decisões que eu tomar sábado que sejam para bem, que possam sei lá… abrir caminhos. Me dar um pouco mais de sossego… enfim… aguardemos.

Vou terminar este post por aqui porque tá tarde eu tenho que dormir porque amanhã eu tenho coisas a fazer lugares para ir… sabe como é né essa vida pop…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios