Olá amiguinhos, como vão vcs criaturas??? Espero que estejam legais… mais um post pra fechar o mês? Caracas… pra fechar o mês… Janeiro já acabou meu. Se esse ano passar tão depressa quanto passou esse mês…não sei se vai ser bom ou ser mal hahahahahaha. Hoje foi o ultimo dia útil do mês e como sempre foi um dia agitado, nao tao agitado quanto ontem… acho que ontem nem era uma da tarde e ja tínhamos atendido umas 200 pessoas. Secretaria de Financas teve um erro de impressão em quase três mil IPTU’s, nao quero nem ver a confusão que vai dar se por acaso alguns desses munícipes pagarem os IPTU’s errados. Vai ser o capeta pra conseguir esse dinheiro de volta.

Todos os que estão chegando errado nas nossas maos nós estamos recolhendo e enviando via malote pra nossa Coordenacao e estamos emitindo o IPTU correto para as pessoas. Espero sinceramente, do fundo do meu coração, que ninguém pague errado. Que ninguém tenha que ter dor de cabeça para resolver esse problema.

Hoje eu estava atendendo as pessoas, e aconteceram umas coisas hoje que me fizeram pensar no tema deste post. Quando você trabalha num lugar ha muito tempo. As pessoas te conhecem. Eu sou péssima fisionomista. Eu nao gravo a fisionomia, os rostos das pessoas. Sou ótima com vozes. As vezes eu reconheço a pessoa mais pela voz dela do que pelo rosto. A pessoa olha para mim e fala, e ai Ceres vc nao lembra de mim… Olhando para o rosto da pessoa eu realmente nao lembro mas pela voz da pessoa eu acabo relembrando. Mas ainda assim eu preciso de um link qualquer de um motivo qualquer para me lembrar da pessoa. Se eu vejo a pessoa uma vez, ou que seja no caso dos munícipes eventuais, uma vez por mês ou uma vez por ano… eu sinceramente nao vou lembrar. Ate porque eu atendo entre 30 e 60 pessoas por dia… nao tem como eu me lembrar de tudo.

Hoje um munícipe chegou e falou, oi… vc sempre me atende. Lembra de mim? Eu sou obrigada a dizer: Desculpa Senhor, mas eu nao me lembro. Entretanto, de algumas pessoas (desagradáveis e agradáveis) a gente se lembra. Sinto informar mas as desagradáveis a gente se lembra mais do que das agradáveis. Porque gravamos mais as feições das pessoas desagradáveis? Mecanismo de defesa eu suponho. Porque quando aquela pessoa voltar para ser atendida novamente, se ela foi desagradável com vc ou com algum colega de trabalho claaaaaro que vc nao vai querer atender a danada ne?

Mas vindo pra casa hoje eu estava pensando nos munícipes usuais. Temos vários… temos a senhora rica que tem um monte de casas mas a vida pessoal é tao complicada que ela nao da conta de cuidar nem dos IPTU’s que tem, logo ela precisa de ajuda, entretanto ela nao saber ser simpática com as pessoas, trata todo mundo como empregado dela e so tem uma pessoa que atende ela toda a vez que ela vem porque a pessoa tem pena dela. Se ela vendesse todas essas casas e aplicasse o dinheiro teria uma vida muito melhor.

Temos o senhor albino que nao enxerga quase nada mas anda pra cima e para baixo no bairro com um binóculos pedurado no pescoço anotando luzes, apagadas, pracas sujas e sem postes, arvores que precisam ser podadas e que vai, pelo menos umas três vezes por semana na Prefeiturolândia fazer pedidos repetidos e reclamar que os pedidos dele nao foram atendidos e toda vez que vai acaba sendo grosso com alguém e sempre pega a senha mas nao senta nas cadeiras para aguardar ser chamado fica andando de um lado pro outro na frente dos guiches.

Tem as pessoas que sempre vao apenas no começo do ano, fazer a mesma reclamação, do valor do iptu. As que reclamam que o IPTU aumentou 40% mesmo quando ele aumentou apenas sete reais. Ou as que reclamam que querem ser isentas porque o valor venal do imóveis dela esta abaixo do limite de isenção mesmo ele estando quatro mil acima.

Tem o senhor rico que cuida de trocentos imóveis que ele comprou durante a vida para deixar um patrimônio para os filhos mas que agora os filhos nao querem saber de nada e ele ainda assim continua cuidando das coisas porque foi isso que ele fez a vida toda.

Tem o senhor que era empresário mas que foi aos poucos passando o controle das coisas para os filhos e trabalhava sem ganhara um tostão so para ter o que fazer e que agora nao tem mais empresa, porque os filhos e os genros tomaram conta e colocaram ele para fora. Ele ainda trabalha de graça mas agora nao tem grana nem pra pagar o IPTU da casinha que ele tinha, ela foi a leilão e ele mora de favor com os filhos que o maltratam.

Tem a velhinha rica que pega um taxi vem ate a prefeitura, manda o taxo embora e depois fica gritando ate alguém levar ela pra casa. E detalhe, ela sempre foge de casa e os filhos falam pra gente… ela nao precisa de carona ela tem dinheiro pra pagar taxi, se ela aparecer ligue pra gente que vamos buscar ela. E eles vem buscar ela de carrão importado e ela vai embora xingando.

Tem as pessoas que vao la so para xingar os políticos. Tem as que vai la xingar vc… depois elas pedem desculpas… dizendo: Olha, eu sei que a culpa nao e sua mas isso nao e justo!

Tem os advogados, que chegarm querendo montar na sua cabeça e te tratando como empregados ai quando vc demonstra mais conhecimento que eles sobre as leis que eles quiseram questionar e alguém solta ‘minha chefe também é advogada’ eles te chamam de Doutora e querem apertar a sua mao e ser seus amigos, deixar cartaozinho e tomar um cafe com vc…

Tem os ‘amigos’ do rei… aquele cara que chegá-la cheio de si e falam pra vc. Voce sabe com quem vc esta falando? Eu sou amigo do fulano.

Tem o pessoal legal, que sempre faz o mesmo serviço, que ja sabe como funciona a prefeitura, nao perturbam te ajudam e sempre te levam um presente, um pacote de bolacha, um refrigerante quando ta calor. Não porque ele queira passar na frente, nem porque ele queira fazer algo fora da lei, mas pq ele vai tantas vezes la que te considera ja colega de trabalho…

Tem aqueles idosos que nao manjam nada de computação e vc faz as coisas pra ele de um jeito que eles entendam e apesar de vc nao estar fazendo nada mais que a sua obrigação eles acham que vc fez um favor enorme pra eles. Ai eles te fazem um cachecol ou bordam um pano de prato pra vc e te levam de presente no Natal.

Tantos outros… dava pra escrerver um livro com os tipos de munícipes regulares que temos. Tem os nao regulares. Aqueles que são casos que quase nunca aparecem. Que podem ser bem simples, ou bem complicados. E tem aqueles balas perdidas que estão na prefeitura do mesmo modo que o cachorro esta na igreja. Porque a porta estava aberta e ele tava passando entao resolveu entrar. Entao ele te faz trocentas perguntas, nenhuma pertinente ao seu trabalho.

Os que mais me intrigam entretanto são os dois primeiros casos. O da senhora com muitas casas e do senhor dos binóculos. Uma… apegada aos bens materiais… no fim da vida… a saúde debilitada, sem condições de cuidar dos imóveis e em vez de viver em paz os últimos anos da vida ela prefere ficar no inferno e arrastar quem mais ela conseguir com ela. E o outro… eu me pergunto… sera que ele nao tem nada o que fazer mais na vida a nao ser sair de casa e ficar caçando o que ha de errado na vizinhança? Sera que a vida dele é tao vazia? Ou ele é movido por um sentimento de cidadania que escapa a minha compreensão?

Alguns deles eu sei… nao tem com quem conversar e vao na prefeitura so para ter com quem desabafar. Para talvez se sentirem menos sozinhos. E eu me pergunto, que tipo de pessoa eu vou ser quando ficar velha?

Sinceramente eu não quero ser aquela velhinha com mal de Parkinson que vai sozinha arrastando a bengala ate a Prefeiturolândia pedir isenção do IPTU. Quero ser a velhinha que sabe acessar o site e tira o IPTU pela internet. E que ganha bem o bastante para não precisar de isenção.

Essas semanas estamos batendo recordes de atendimento. Hoje eu fiquei ate mais tarde porque o pessoal da informática estavam trocando uns computadores da Praça um deles o do guiche que eu uso. Computadores da Positivo… única chance que a Positivo vai ter de provar para mim que não é uma marca tão zoada quanto a CCE (que caso vc não saiba é a sigla para Começou Comprando Errado) porque eu não pretendo comprar um Positivo.

Dia foi puxado hoje, eu to cansada… dez minutinhos para as onze da noite, onze horas eu tenho que ir dormir. Por mim eu ia dormir mais cedo mas tenho q esperar dar a hora do remédio. Vou terminando meu post por aqui… Amanha dia feliz, sexta-feira.

See you guys around the corner
Shao

Anúncios