Estou indo de cinco em cinco galera espero que estejam curtindo. Se não estiverem não precisam ler tá… vocês não sou obrigados ( é verdade, sério Smiley mostrando a língua ). Estou aproveitando para escrever porque eu tô na vibe e estou de castigo em casa de repouso. Dona Diabetes está doida de pedra, não abaixa nem por decreto legislativo, já tomei o remédio, tô comendo direito, tomei litros de água e dormi a manhã toda e não adianta… No post de ontem eu parei em Glee…  então… continuando.

 House – Essa série eu comecei a assistir por causa do meu irmão e da minha amiga Elaine… os dois ficavam comentando na hora do intervalo no corredor da faculdade e era tipo> Nooossa como o House é fodaaaaa, vc viu aquele caso? Viu o que ele fez? e o que ele falou. Aí depois: Ai você precisa assistir Ceres é tãaaaao legal! E eu… Ok… vou ver do que se trata e comecei a ver e foi tipo: Uau! Dr House é um gênio do calibre do Grissom, mas diferentemente do Grissom que é todo bom moço Gregory (que nome lindo não???) House é politicamente incorreto, ele vive envolto no seu sarcasmo atirando para todos os lados não se importando com os sentimentos dos outros.

Mas ele compensa sua falta de tato com a sua genialidade, ele sempre, sempre descobre qual o problema dos pacientes. E sempre cura eles, mesmo que vá contra tudo o que é decente e correto, mesmo que ele desrespeite as crenças do próprio paciente. Nem que ele tenha que infectar os seus próprios colegas de trabalho com o mesmo vírus pra descobrir uma forma de curá-los. E se forem 2 pacientes ele cura um nem que pra isso ele tenha que matar o outro. É uma série bacana. House é o herói do meu irmão hahahahaha.

 Lost Girl – Essa foi a galera do Fandom de Legend of The Seeker (uma das minhas séries favoritas e que foi cancelada, Damn!) que me recomendou. E eu achei bacana logo no primeiro episódio… logo nas primeiras cenas porque tipo, fala sério… A personagem principal é uma Sucubus (eu acho que eu já postei aqui alguma coisa sobre Incubus e Sucubus) e aí eu pensei: Nossa, como ninguém nunca pensou em fazer uma série com uma Sucubus ou um Incubus de personagem principal? É genial…

A série é drama, porque a Sucubus em questão foi criada por seres humanos e não sabe quem é, quem são seus pais e nem como controlar os seus poderes sobrenaturais. E de repente ela (e nós pobres humanos) se vê no meio de uma guerra entre as criaturas sobrenaturais, dois grupos que se denominam Light e Dark Fae. Tem alguns momentos engraçados também, nenhuma série sobrevive sem eles.

A única coisa que eu não gosto na série é que a Bo (personagem principal interpretada pela atriz Ana Silk) é muito bobinha às vezes, ela confia demais nas pessoas e nos seres sobrenaturais. Todo mundo mente para ela e ela sempre cai que nem um patinho. E acho que ela precisava de umas aulas de artes marciais pra chutar uns traseiros.

Então, again, quem curte esse mundo de personagens como, vampiros, lobisomens, e uma sucubus bancando detetive particular tentando salvar humanos e Faes no meio da guerra entre as duas facções ajudada pela sua humana sidekick, etc. Vai se divertir vendo a série.

 Merlin – Série inglesa, para dar uma quebrada no ritmo americano de fazer séries. Ok, porque eu gosto dessa série… porque fala da historia de Camelot, do Rei Arthur… a principio eu achei que colocar o Merlin como personagem principal era bobagem afinal o personagem principal de Camelot é o Arthur certo? Errado! Em todos (eu eu enfatizo isso) os livros sobre o Rei Arthur podem reparar, ele é o personagem mais bobo, mais manipulável de toda a história da literatura. Ele é manipulado pelo Merlin, pela Guinevere, pelo Lancelot, pela Morgana… por todo mundo!!!!

Ele é bobinho… igual a Bo, sempre acredita nas pessoas. E na série não é diferente. O bacana dessa série é o enfoque diferente que ela dá, Merlin é um jovem como Arthur, não é o mestre dele, nem mentor como na maioria dos livros que tratam do tema. Os dois são amigos, apesar de Arthur ser o príncipe e Merlin ser apenas um serviçal. Guinevere não é uma duquesa interesseira que na verdade ama Lancelot e só se casou com Arthur para ser rainha ela também é uma serviçal que se apaixona por Lancelot a principio mas depois se apaixona de verdade por Arthur e escolhe ele em vez do outro cavaleiro.

Morgana e a bitch mor das séries. Nas primeiras temporadas ela era apenas a protegida do Rei Uther (pai do Arthur) e era boazinha e assim como Merlin escondia de todos seus poderes mágicos, até que ela pira na batatinha qdo descobre que na verdade é filha ilegítima de Uther e vira a Feiticeira dos Infernos tentando matar Uther e Arthur para criar um reino de magia Negra e massacrar sem se colocar no seu caminho.

Duas coisas legais de verem na série é o crescimento dos três personagens principais, Arthur, Merlin e Morgana… um para se tornar o grande rei, o outro o grande feiticeiros e a terceira para se tornar a grande vilã. A Atriz que faz a Morgana é muito boa, ela faz você ficar com medo dela… e querer matar ela quando ela faz maldades. Eu recomendo muito essa série porque ela tem magia, aventura, romance e comédia tudo junto.

 Nikita – Essa série é um remake de outras séries outros filmes… é um tema de sucesso e vai ser reciclado forever. Tudo começou com o filme Nikita de Luc Besson, que eu assisti há muito tempo atrás e quem me mostrou esse filme e disse que era legal foi a minha mãe, por incrível que pareça, minha mãe curtia isso de 007 agentes secretos. Depois teve uma refilmagem com o nome de A Assassina com a atriz Bridget Fonda e deu origem à serie Canadense chamada La Femme Nikita e inspirou a série Alias que transformou a Jenifer Gardner em estrela. E… agora a nova versão da série com a atriz Maggie Q no papel da assassina que é transformada em agente secreta do governo.

De todos esses eu só não assisti a série canadense. Eu nem ia assistir essa versão nova, mas ela tem um enfoque diferente. Eu comecei assistir assim sem compromisso e a série é muito boa, os atores são muito bons. Outra série que eu recomendo muito.

 Supernatural – Nem preciso falar que é uma das minhas séries favoritas. Primeiro porque eu sou fã de terror, segundo porque os atores que interpretam os irmãos Winchester são lindos, terceiro porque o Roteiro (anda dando uma deslizada nas ultimas duas temporadas) é bem bacana e por último porque é cheio, entupido de personagens complexos. Atores que fazem participação, ou papéis recorrentes na série são muito bons atores! Eu podia fazer uma lista com o nome dos atores que passaram por lá que são bons pra caramba mas ia ficar uma lista muito grande.

A série a princípio não tinha uma storyline definida. Cada semana os irmãos estavam numa cidade caçando monstros e salvando pessoas. Mas conforme os personagens foram se desenvolvendo a série ganhou uma história que tinha a ver com o passado dos rapazes e dos pais… que foi desenrolando atéeeeee virar o Apocalipse!

A série tem drama, tem terror, tem aventura, tem suspense, tem comédia. Jensen Ackles que interpreta o irmão mais velho Dean é um baita ator, ele manda muito bem e o personagem Dean também é ótimo, complexo… mais até que o personagem do irmão mais novo Sam interpretado pelo ator Jared Padalecki.

Dois atores ótimos que aparecem na série e sempre são um show é Misha Colins como o anjo Castiel e Jim Beaver como o Bobby um caçador veterano que é como um segundo pai para os rapazes.

Para deixar a série mais bacana os irmãos andam para cima e para baixo nos EUA perseguindo monstros num puta Carrão um Chevy Impala 1967… meus irmãos idolatram o carro e já cansei de ouvir eles falarem que querem comprar um carro igual. Recomendo demais a série, principalmente as primeiras temporadas.

Ok… lá se foram mais cinco. Próximo post eu continuo… Assim que eu terminar eu vou falar das séries que eu comecei a ver esse ano… séries novas… tem umas bacanas, outras que eu estou quase largando mão…

See you guys around the corner
Shao