Olá galerinha, tudo beleza? Pois é para das uma quebrada na sequência de posts estilo “querido diário” eu resolvi escrever sobre as séries que eu estou assistindo agora (aquelas que não foram canceladas e nem terminaram – porque de vez em quando eu sinto saudades das séries antigas e desenterro elas dos meus DVD’s gravados e assisto também, no momento eu estou assistindo Friends). Eu sei que algumas pessoas que lêem meu blogue não acham que as séries que eu vejo são legais… mas, gosto não se discute certo? Então vambora… vou falar por ordem Alfabética, e tentar explicar o porque eu gosto da série.

Obs… eu me amarro no site Minha Série então eu vou linkar ele no título das séries e se vocês quiserem saber mais sobre as séries pode acessar beleza? Talvez esse post tenha que ser dividido porque eu assisto muita coisa…

 Cougar Town – Eu gosto dessa série porque ela é engraçada, segue a mesma linha de Friends. Os atores são ótimos, o texto é inteligente e engraçado (eu já disse isso). Fala da vidinha de uma mãe divorciada numa cidade pequena tentando ser bem-sucedida no trabalho, na vida amorosa e na relação com o filho adolescente. Os amigos da personagem principal (interpretado por Courtney Cox Arquete -  A Monica de Friends) são uma história à parte e são os personagens mais engraçados. Se vc quiser curtir uma série despretensiosa e dar boas gargalhadas… eu recomendo.

CSI – Las Vegas – Uma das minhas séries favoritas, está entrando na décima segunda temporada, imagina cara? Doze anos no ar??? É muito pra cabeça… sinceramente eu entendo porque diversos atores da série pediram pra sair… deve cansar ficar no mesmo papel tanto tempo. Ok, porque eu gosto tanto da série? Primeiro ponto… Porque o personagem principal é o homem perfeito Gil Grissom. Se Gil Grissom existisse na vida real ele seria meu príncipe encantado. O cara é inteligente, charmosão, tem uns olhos azuis lindo de morrer, é honesto, É cientista, PHD, é nerd, combate o crime… preciso continuar? Não né? Gil Grissom já seria razão o bastante pra eu curtir a série… entretanto, não é só isso.

Trata-se de uma delegacia, logo, crimes e mais crimes são resolvidos. Dos mais simples aos mais estranhos. Os demais atores também mandam muito bem. E como se não bastasse os casos a serem resolvidos tem também os problemas da vida pessoal dos personagens.

Detalhes que só quem curte a série sabe… a série já teve um episódio escrito e dirigido por Quentin Tarantino (eu adoro o trabalho do Tarantino e o ep que ele dirigiu foi sem dúvida um dos melhores, senão o melhor – na minha opinião claro). Os fãs de CSI puderam assistir um ep bem bacana onde Justin Bieber morreu fuzilado. Todo mundo que detesta ele ia se divertir vendo esse episódio.

A série gerou a franquia CSI, tem CSI New York (que é legalzinha), CSI Los Angeles (que eu particularmente detesto)… e inspirou outras séries que tratam de investigação policial, entre elas Cold Case, Lei e Ordem e por aí vai.

Dexter – Uma serie que também tem uma vibe CSI… Baseada no livro "Darkly Dreaming Dexter" do autor americano Jeff Lindsay. Agora, a primeira coisa que eu pensei quando eu assisti o primeiro episódio de Dexter foi: Quê??? Uma série com um Serial Killer como personagem principal? E ainda por cima ele é o ‘mocinho’ da série? Que isso??? A sociedade tá toda torta mesmo (não que isso seja mentira, a sociedade tá mesmo torta) os valores estão todos distorcidos, em vez dos policiais serem os mocinhos é o psicopata assassino serial que é? Eu pensei em parar de assistir o episódio no meio masss… eu me amarro em filmes de suspense, aqueles onde tem o FBI perseguindo o assassino que mata trocentas pessoas então eu continuei assistindo.

Então, mesmo a idéia de que um serial killer esteja sendo colocado neste posto de bom moço, seja repulsiva você começa a ver que o cara é um CSI, que investiga suas vítimas e que as vítimas dele, são nada mais nada menos que outros assassinos seriais que escaparam da justiça. Aí, isso desperta em vc aquele senso de justiça não satisfeito, aquele mesmo que faz com que vc ache bacana quando a polícia invade um lugar cheio de bandidos e fuzila todos eles, e você se pega torcendo para que o Dexter realmente pegue sua próxima vítima e que consiga escapar das pessoas que estão investigando os crimes praticados por ele.

Mas não é só isso, novamente os atores da série são ótimos e o texto é incrível. Michael C Hall o ator que interpreta o personagem Dexter é um baita ator, ganhou o EMY de melhor ator de série dramática por dois anos consecutivos graças ao seu talento e é claro, ao personagem. Dexter é um personagem denso, complexo. E ele mesmo é o narrador da sua história, então vc acompanha todos os sentimentos e pensamentos dele. Vc acompanha a luta dele para controlar seus impulsos assassinos e ser mais humano, sua busca por uma conexão com o resto da humanidade e sua necessidade de libertar de vez em quando o seu “Dark Passenger”. Enquanto para o resto da sociedade ele vende uma máscara de bom moço, todo mundo (ou quase todo mundo) ama o personagem que ele criou para si para esconder o seu verdadeiro eu, o assassino em série que precisa matar. Para mim o único defeito dela é ter episódios muito longos e um número curto de episódios (12 por temporada enquanto a maioria das séries tem entre 20 e 24).

A abertura da série é bem bacana. Eu me amarro! E como uma pessoa que adora ler e adora personagens complexos e controversos que enfrentam aquela batalha psicológica para alcançar a redenção. Então se vc estiver afim de se despir dos seus preconceitos que foram incutidos em você pela sociedade, e dar uma chance à série você não vai se arrepender. É deixar a gente sem fôlego assistindo.

 Game of Thrones – Uma série muito boa, baseada também numa série baseada numa série de livros. “As Crônicas de Gelo e Fogo” de George R. R. Martin. Literatura fantástica à vista, é uma série tipo Senhor dos Anéis encontra Rei Arthur… Terras distantes, guerras, política, traições, incestos, magia, lendas… mistura tudo isso e é a série. Preciso comprar os livros falando nisso, estou esperando o dólar dar uma abaixada para importar porque sai mais barato do que comprar a versão nacional. O único defeito dessa série é ter poucos episódios (igual Dexter). A abertura também é linda, a música é linda… para quem curte esse estilo de série e não tá nem aí pra quem acha que vc tá viajando na maionese porque afinal de contar O Senhor dos Anéis é insubstituível e existem outros livros de literatura fantástica mais interessantes que ele… é um programão.

Agora se vc não curte e prefere ficar lendo e relendo Tolkien (nada contra, eu amo Tolkien acho ele muito foda bom) ou seu livro favorito e ficar trolando quem quer que seja que lance livros depois deles beleza… cada um na sua.

 Glee – Ahhhhhhhh não Shao… vc caiu no meu conceito. Você gosta de Glee?? Essa série horrenda??? Aff! Sorry desapontar vocês mas eu gosto. Aliás eu resolvi dar uma chance para Glee depois que eu assisti High School Musical – Todo mundo metia o pau no filme, porcaria adolescente e yadda, yadda, yadda… mas eu achei bonitinho, aí me falaram de Glee e… sinto muito de novo galera mas eu amo musicais. Eu gosto de A Noviça Rebelde, Cantando na Chuva, Sete Noivas para Sete Irmãos… e tantos outros musicais e Glee é um grande musical. Tem toda a trama adolescente por trás das músicas, o que às vezes deixa a série pouco verossímil, e tem certos personagens que a gente quer matar, tipo… como você pode ser tão burro?? Sempre é bacana também vc ver uma versão revisitada de uma música conhecida e Glee tá apresentando pra platéia músicas ótimas que essa galera jovem nem conhecia.

Aí vão me dizer que Glee estraga as músicas, é questão de gosto, algumas versões eu acho que ficaram melhores que as originais. Outras ficaram tão boas quanto e outras não ficaram tão boas quantos. Mas nenhuma foi realmente “estragada” até porque não existe música perfeita (tá… existe sim, Mozart, Bethoven, Chopin e Roxette – nesta ordem) afinal elas são escritas por seres humanos. E o mais importante de tudo I don’t give a shit about what you think about me.

Ahhh Shao mas é tudo Autotune essa bosta, eles não cantam daquele jeito. Nem a Britney Spears, nem o Milly Vanilly (hahahahahaha) nem um monte de outros artistas… Acho que se todos os artistas que usam algum tipo de manipulação eletrônica nas gravações ficasse azul todo mundo ia ficar de queixo caído. A série é bacana, mas eu não recomendo pra todo mundo não pq não é pra qualquer um gostar de Glee… tem que curtir musical.

Por hoje chega, próximos posts mais séries bacanas pra quem quiser se aventurar…

See you guys around the corner
Shao