Bom, a semana passada de trabalho foi curta. Mas na sexta-feira eu estava só o pó. Mas eu já estava cansada pra caramba, de tanto ficar com dor nas costas o carnaval todo… Fui trabalhar porque eu tinha que ir, se eu pudesse ficar em casa, na cama… eu ficaria.

Eu não estou 100% ainda. Desconfio que meu problema não é coluna, é alguma outra coisa porque, um cisto no útero, uma inflamação, alguma coisa, porque a dor nas costas passou mas a caimbra na perna ainda não. Melhorou mas não passou… Já marquei consulta com o médico, mas mesmo nos convênios particulares está demorado mesmo as consultas. Não tanto quanto no SUS é claro. Minha mãe tinha razão, ela dizia que a tendência era piorar conforme a população fosse aumentando e envelhecendo… ia ficar cada vez mais complicado conseguir consultas e tratamentos.

Amanã recomeça a semana… eu fico deprimida só de pensar. Eu me pergunto como é o começo de semana de uma pessoa que trabalha naquilo que ama e consegue pagar as suas contas com esse emprego. Deve ser bacana.

Meu irmão disse que vai trabalhar bastante, pra eu não ter que trabalhar naquilo que eu não gosto. Rsrsrs… tadinho. Mas, mesmo que ele ficasse milionário eu não poderia deixar de trabalhar. É uma questão de conquistar as coisas com o próprio esforço. Para muitas pessoas pode parecer besteira… mas sei lá… é importante para mim alcançar meus objetivos pelo meu próprio esforço.

Amanhã o Carlos vai lá fazer o teste físico pro concurso público, quero muito que meus dois irmãos arrumem um emprego estável para poder construírem a vidinha deles. A namorada do Carlos fez questão dele ir na casa dela hoje porque é aniversário dela. Eu acho que ele devia descansar, ainda mais que ele estava com um pouco de dor nas costas. E amanhã vai ter barra, abdominal, corrida e o caramba no exame. Mas… cada cabeça sua sentença.

Minha mãe dizia uma coisa e é verdade. Ela dizia que por trás de um grande homem sempre existe uma grande mulher. E por trás de um homem arrasado também sempre há uma mulher. Que certas mulheres funcionam assim para certos homens, casar com ela é como amarrar uma moenda ao pescoço e pular no oceano. E infelizmente o Carlos tem dom pra atrair esse tipo de menina. Porque ele é muito bonzinho e abusam dele. Ela não incentivou ele a treinar para o exame físico nenhuma vez nesses três meses, falou um monte na cabeça dele… ele ficou chateado até… ele me disse. Eu não falo nada pra ele, nem pra ela… cada um no seu quadrado. E se o namoro deles for para frente e der certo e eles vierem a se casar amanhã… quem vai conviver com ela é ele… não sou eu, então realmente não tenho que dar palpites.

Eu gosto da Cássia (namorada do meu irmão Carlos), acho ela uma menina esforçada, inteligente, séria e trabalhadeira. A família dela podia até ajudar ela mais até (eu acho). Mas ela é muito novinha e por causa disso de ves em quando ela enfia os pés pelas mãos.

Apesar de que eu duvido que ela acredite que eu e o Cezar não nos metemos no namoro deles. O Cezar não suporta a namorada do Carlos, they’ve got issues! MAs… whatever…

Minha família não me deixou em paz esse fim de semana. Eu recebi trocentas ligações. E a porcaria do telefone no meu trampo fica bem na minha orelha, eu atendo cerca de 120 ligações por dia, respondendo dúvidas, reclamações… resolvendo pepinos que os outros fazem… isso sem contar as outras trocentas vezes que meu celular toca, com familia perguntando coisa que não tem nada a ver e pedindo favor. (E pra dar conta de tanta ligação eu tenho dois celulares).

Assim sendo, a última coisa que eu quero fazer no fim de semana é atender telefone de qualquer tipo. Sério… o telefone ou o celular toca eu tenho vontade de mandar a porcaria na parede! É claro que eu não faço isso… não enlouqueci ainda… mas que eu tenho vontade eu tenho.

E quando a porcaria fica tocando a cada cinco minutos? Namoradas… namoradas, amigos, namoradas… eu nem atendo porque raramente a ligação é pra mim. E os meus irmãos tiram o telefone de perto de mim porque eles morrem de medo de eu mandar o treco na parede. Celular eu desligo na sexta e só ligo na segunda, ou se eu precisar ligar pra alguém…

Eu duvido que exista nesse mundo uma pessoa que odeie telefone tanto quanto eu!!! Duvido!!!

Vou terminando por aqui esse post, amanhã é segunda e eu tenho que trabalhar… vou arrumar o meu uniforme minha bolsa e bora dormir.

See you guys around the corner
Shao