Uélvis… mais um dia tempestuoso e frio na capital paulistana. Para a minha alegria dia-se de passagem. Quer dizer… não estou muito feliz mas, vá lá… se as coisas não podem ser melhores, torçamos para que pelo menos não fiquem piores, porque amiguinhos acreditem-me. Elas sempre podem piorar… por pior que as coisas pareçam, ainda sempre podem piorar e muito.
 
Bom, depois dete momento de otimismo o que dizer? Ah, sim… choveu pra caramba… Pela primeira vez em muitas semanas não cheguei atrasada no trabalho… hahahaha a tática de colocar o relógio pra despertar beeeem antes da hora de levantar deu certo. Vamos continuar assim…
 
Choveu pra caramba de novo, e pior, fez frio… assim mesmo tiveram uns corajosos que enfrentaram a chuva e o frio e subiram na torre mais alta da prefeitura para salvar a princesa IPTU… whatever… cada louco com sua mania né? Mas até que estava calmo. Amanhã, parece que o secretário de esportes ou alguma coisa parecida… vai lá fazer uma palestra ou ter uma reunião… sei lá… presto tanta atenção nesses políticos que nem sei quem é o cara que vai lá e o que ele vai fazer…
 
Meus irmãos estão ouvindo rock pauleira na sala… eu estou com um pouco de dor de cabeça, mas estou afim de ouvir um pouco de barulho hoje. Só que não curto essa banda que eles estão ouvindo. Então to colocando um mix de Three Days Grace, Nickelback, Linkin Park e Audioslave pra tocar aqui no PC e rebater as músicas deles… hahahaha.
 
Baixei ontem um filme de "romance britânico". Um filme baseado num livro, na obra de uma das minhas autoras favoritas. Jane Austen – Pride And Prejudice (Orgulho e Preconceito). Muito bacana, a história já tinha sido filmada em 1995, mas essa segunda versão ficou melhor. é o típico caso de, as coisas quase nunca são o que parecem. Agora estou baixando Letra e Música, com o Hugh Grant e a Drew Barrimore, me disseram que é legal… vamos ver. Não estou muito na pilha de ver comédia romântica. Estava mais afim de ver um filmão de terror com muito sangue, veias, pus, gritos… ahhhhhh… coisas assim. Hahahahaha… mas enfim… Acho que vou dar um passeio na locadora esse fim de semana, de preferência na sexta-feira à tarde, mas não muito tarde, porque se eu deixar para o sábado não encontro mais nenhum filme decente.
 
Bom, a música do dia é super cool, eu tenho ela aqui no meu PC há um bom tempo já… mas não tinha prestado muita atenção nela… falta de tempo mesmo. Pra vcs verem, eu baixei o novo CD do Per todinho mas ainda não tive tempo de ouvir. Apesar de andar com ele pendurado no pescoço o dia todo porque ele tá no meu mp3. Enfim… essa canção se chama "IF Everyone Cared" do Nickelback… o video é muito legal também… Putz, sem comentários eu adoro a voz do vocalista do Nickelback… canta pra caramba o cara… e é gatinho também… hahahaha. Well… espero que vcs curtam… é Nickelback no melhor estilo Bono Vox…
 
 
If Everyone Cared lyrics

From underneath the trees, we watch the sky
Confusing stars for satellites
I never dreamed that you’d be mine
But here we are, we’re here tonight
Singing Amen, I, I’m alive
Singing Amen, I, I’m alive

If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed their pride
Then we’d see the day when nobody died

And I’m singing
Amen I, Amen I, I’m alive
Amen I, Amen I, Amen I, I’m alive

And in the air the fireflies
Our only light in paradise
We’ll show the world they were wrong
And teach them all to sing along
Singing Amen, I, I’m alive
Singing Amen, I, I’m alive
(I’m alive)

If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed their pride
Then we’d see the day when nobody died
If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed their pride
Then we’d see the day when nobody died

And as we lie beneath the stars
We realize how small we are
If they could love like you and me
Imagine what the world could be

If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed their pride
Then we’d see the day when nobody died
If everyone cared and nobody cried
If everyone loved and nobody lied
If everyone shared and swallowed their pride
Then we’d see the day when nobody died

We’d see the day, we’d see the day
When nobody died
We’d see the day, we’d see the day
When nobody died
We’d see the day when nobody died

 

 

 

Fui..

Não tenho medo nem de chuvas tempestivas
nem de grandes ventanias soltas,
pois eu também sou o escuro da noite

(Clarice Lispector)


Ceres "Shao" Xisto


Websites


 

Anúncios