Sabe, ficar nessa correria da vida cotidiana acorda cedo, vai para o trabalho, trabalha, pausa pro almoço, mais trabalho, sai do trabalho, pausa pra um lanche, vai correndo pra faculdade, quando consegue ficar acordada todas as aulas, estuda até às onze da noite, sai correndo da faculdade pra não perder o ônibus (os dois ônibus), chega em casa estrupiada de tão cansada que nem quer comer nada só tomar um banho e ir dormir… mas às vezes vc não pode dormir porque tem matéria pra passar a limpo, tem trabalho pra fazer ou tem que estudar pra prova – vivendo essa vidinha corrida… não dá tempo de pensar na vida… no que você quer da vida, nem mesmo de lembrar do que você queria há uns anos atrás.
 
Faz tempo mesmo que eu não paro pra pensar naquilo que eu quero, na verdade nem daquilo que eu queria há uns anos atrás… a gente vai vivendo a vida… então um dia a gente acorda e nada é o que você achou que seria. E então tudo bem porque certas coisas você já não quer mais, mas outras não vão tão bem porque você ainda quer alcançar estes objetivos só que acabou se distraindo vivendo aquela rotina assassina e se distanciou desses objetivos. Para alguns talvez seja tarde demais não dá pra retomar certas coisas. Outros até daria pra tentar alguma coisa, mas para tanto seria necessária uma atitude radical.
 
Pois é… de vez em quando chegamos no que eu poderia chamar de encruzilhadas da vida… Chegar a esta encruzilhada até que não é nada… o complicado chegar nela e não fazer escolha nenhuma sabe? Simplesmente porque você se esqueceu das coisas que queria, dos sonhos que tinha sonhado e foi vivendo… trabalhando, estudando… fazendo apenas o que tinha que ser feito e esquecendo o que deveria ter feito para alcançar seus objetivos.
 
Caraca hein… hahahahaha ficou confuso tudo o que eu disse né? Eu sei… na verdade… eu não sei… ahahahahaha. Deixa eu ver se consigo ser mais clara. Dez anos atrás eu imaginava a minha vida hoje bem diferente do que ela é… não que eu não goste da minha vida, mas em alguns pontos… eu me afastei do meu caminho…
 
Tudo isso porque eu sou, responsável demais… graças ao meu tremendo senso de responsabilidade para com minhas obrigações… as quais talvez eu devesse deixar de lado um pouco… e pensar mais em mim, certo??? Não sei…
 
Tá tudo muito bom, tudo muito bem… mas quer saber esse papo todo filosófico me dá dor de cabeça… tenho um monte de coisas pra fazer, o dia promete ser ocupadérrimo eu estou com uma dor nas costas do caramba que não me larga já faz mais ou menos uma semana, não sei se é de ficar muito tempo sentada, não sei se é de carregar o peso da mochila ou ainda se é o meu colchão que tá precisando ser trocado por outro.
 
Whatever… vou indo… mas antes de ir-me, deixarei aqui alguns videos muito legais de uma galera muito boa de música para lhes fazer compania… Eu sei que vocês vão dizer… putz shão, lá vem você de velharia de novo… sorry kids… não tenho me aventurado muito no campo das bandas novas… e além do mais… música boa é música boa… mesmo sendo velha… hehehehe…
 
Comentando o video… REM – Losing My Religion… bizarro… a música é demais mas o clipe é extravagante… eu não sei o que é mais esquisito nesse clipe, a dancinha do vocalista ou as figuras estranhas que aparecem… hahahahahahaha… Se eu não me engano esse clipe é inspirado no trabalho de uma artista plástica indiana… não lembro qual agora…
 
 
 
Outro video do REM – Everybody’s Hurt… a letra e a melodia dessa música são lindíssimas… e é algo que todo mundo já sentiu ou um dia vai sentir… Fala a verdade, você nunca teve vontade de largar tudo o que você está fazendo e sair andando sem rumo, só andando… até se sentir você mesmo novamente, ou até esvaziar o peso que você estava carregando? É mais ou menos sobre isso o clipe e a canção…
 
 
 
Essa outra banda… Live… é bem estilão REM… essa música é linda… dispensa meus comentários…
 
 

 
 
Tá, mudando um pouco de estilo… System of a Down… banda de Hard Rock… eu gosto dessa música, mas tenho meda do molequinho do clipe, ele é esquisito… parece um E.T. Hahahahahaha. Whatever, a história engraçada atrás dessa banda é que eu gostava dessa música e um dia eu falei pros meus irmãos, apresentei a banda pra eles… (eles negam até a morte que eu que tenha apresentado pra eles – mas fui eu sim – na época eles curtiam Bon Jovi) e agora eles são viciados nesse estilo de música, no SOAD e noutra banda… como chama mesmo… não lembro… numa duns caras que usam máscara… Slipknot!!! Evanescence… etc… De vez em quando eu quero que o avião dessas bandas caiam durante a turnê, porque eles ouvem direto e sempre a mesma música. Eu falo pra eles… ow, tenha dó… troca de CD um pouquinho… mas adolescente é adolescente… e eu que me ferro… mas… whatever…

 
  
 Bom Marcelo, eu baixo muuuuuuuita coisa pelo Emule… e ele até que é rápido, o chatinho dele é que vc tem que escolher o provedor na hora de conectar. Se vc não souber escolher um provedor rápido vc fica atolado mesmo… demora mesmo… e outra o Emule é um programa meio chato porque pra ele ficar rápido vc tem que usar ele… quanto mais vc usa… mais rápido ele fica, tipo… vc vira usuário VIP ahahahahaha. Eu baixo tanta coisa que sou vip faz tempo… música por exemplo… com o emule e minha conexão que é rápida eu baixo um album em menos de 10 minutos… E assim como tem sites especializados em Torrent… tem diversos sites especializados em arquivos do Emule.
 
Agora sim Fui…
Anúncios