Geralmente eu não gosto dos Domingos… porque eu sei que no dia seguinte é Segunda-feira e eu vou ter que acordar cedo para trabalhar e dormir tarde depois de chegar da faculdade… mãssss… hoje eu estou feliz porque é domingo, porque ontem eu acordei cedo e fui trabalhar e hoje eu pude dormir até um pouco mais tarde, talvez eu tivesse dormido um pouco mais… não fosse a minha tia ter dom cognitivo de ligar pra mim nas horas mais impróprias nos dias mais impróprios também.

Amanhã eu tenho dentista… eu tive que cancelar a consulta de sábado por conta do trabalho, agora amanhã vou ter que sair do trabalho e ir direto pro dentista, ainda bem que de lá do meu trabalho tem um busão que vai direto. Vai ser um dia cansativo, na verdade talvez seja uma semana cansativa. Ainda bem que na outra semana já é carnaval… Eu detesto carnaval, é só gente pelada e colorida na televisão… aquela música que é uma coisa só durante uma hora e meia… um saco!!! Mas gosto por ser feriado. Aliás uma curiosidade, o Brasil é um dos países do mundo que mais tem feriado… hahahahaha…

Minha mãe é chata e quer ficar vendo coisa besta de japonês na internet, por isso terei que encurtar este post. Porém, se der tempo, eu me lembrar e tiver paciência… volto mais tarde.

Tô curtindo musica italiana ultimamente… vamos de novo de Laura Pausini…

Volevo dirti che ti amo
 
Laura Pausini

Dal rumore del mondo, dalla giostra degli attimi
dalla pelle e dal profondo, dai miei sbagli soliti
Dal silenzio che ho dentro e dal mio orgoglio inutile
da questa voglia che ho di vivere..
volevo dirti che ti amo, volevo dirti che sei mio
che non ti cambio con nessuno, perché a giurarlo sono io
volevo dirti che ti amo, perché sei troppo uguale a me
quando per niente litighiamo, e poi ti chiudi dentro te
da ogni mio fallimento, dal bisogno di credere
da un telefono del centro, dalle mie rivincite
dalla gioia che sento, e dalla febbre che ho di te
da quando mi hai insegnato a ridere..
volevo dirti che ti amo, volevo dirti sono qui (io sono qui)
anche se a volte mi allontano, dietro ad un vetro di un taxì
e questo dirti che ti amo, è la mia sola verità (sola verità)
tu non lasciarmi mai la mano, anche se un giorno finirà
da ogni angolo dell´anima,  dalla mia fragilità
da un dolore appena spento da questa lettera..
volevo dirti che ti amo, volevo dirti che sei mio (che tu sei mio)
che non ti cambio con nessuno, perché a giurarlo sono io
volevo dirti che ti amo, volevo dirti sono qui (io sono qui)
anche se a volte mi allontano, dietro ad un vetro di un taxì
volevo dirti che ti amo, volevo dirti che (sei mio) (che tu sei mio)
che non ti cambio con nessuno, perché sei troppo uguale a me
volevo dirti che ti amo.
ti amo.


Fui…

Anúncios