Não tô afim de postar… nem tenho o que falar. Na verdade tenho, mas estou tão cansada… tô meio triste também e muito, muito ocupada.
Entre outras coisas posso dizer que meu avô está muito doente, muito mais doente do que a gente imaginava, minha prima de Minas Gerais vem passar o ano novo com a gente, a mensalidade da faculdade aumentou e meu salário não… tenho que preparar uma aula o quanto antes para domingo e estou sem cabeça e hoje trabalhei muito, estou muito cansada.
Se amanhã meu ânimo estiver melhor eu explico tudo isso.

Deixo um poema…

Eu

{ Novembro 27, 2006 @ 12:01 am }
·
{ Poemas, Charneca em Flor }

Até agora eu não me conhecia,
julgava que era Eu e eu não era
Aquela que em meus versos descrevera
Tão clara como a fonte e como o dia.

Mas que eu não era Eu não o sabia
mesmo que o soubesse, o não dissera…
Olhos fitos em rútila quimera
Andava atrás de mim… e não me via!

Andava a procurar-me – pobre louca!-
E achei o meu olhar no teu olhar,
E a minha boca sobre a tua boca!

E esta ânsia de viver, que nada acalma,
E a chama da tua alma a esbrasear
As apagadas cinzas da minha alma!

Florbela Espanca Charneca Em Flor

Fui…
Anúncios