O que a gente faz quando o professor passa filme na sala de aula??? Bem, começando pelo começo…Podemos fazer três coisas. 1) Dormir aproveitando a luz apagada. 2) Ver o filme oras!!! 3) Ir para casa dormir mais cedo!!!
Hahahahaha viva… mim gênio. Vou ter que alugar o filme depois mas isso é o de menos…
 
Bom, estou com sono, estou postando aqui só para honrar a pátria mesmo… eu tinha um episódio esdrúxulo para contar aqui mas agora não me lembro… fugiu da mente… eu só lembro que era estranho!!! Se eu lembrar amanhã… Ahhhhhhhhh  lembrei!!! Na verdade não é esquisito é inaceitável!!!
 
Ontem eu estava no ponto de ônibus indo pra faculdade, me chega uma mulher à qual chamarei de "pessoa do mal", com duas criancinhas que eu suponho sejam filhas dela. Uma devia ter uns 3 anos e a outra uns 2… as duas bem pequenas. A pessoa do mal estava carregando a menor no colo e pelo que eu pude entender tinha ido buscar a maiorzinha na creche… narrando o fato… não sei o que foi que a menina maior fez… que a pessoa do mal simplesmente agarrou a criança pelos cabelos e chacoalhou, igual a gente chacoalha um trapo velho pra tirar poeira sabe??? A criança quase destroncou o pescoço…
 
Lógico… a menina começou a chorar, mas vcs não tem noção de como era o choro dela… chorando em silêncio… quietinha sabe??? Provávelmente ela sabia que se chorasse alto ia apanhar mais. E a pessoa do mal xingando e gritando com a menina. Ela tinha descabelado a menina com a estupidez dela e chamando a menina de mal arrumada descabelada.
 
Com toda a delicadeza inumana dela ela arrumou o cabelo da criança. O ônibus dela chegou e ela socou a menina lá dentro que nem um pacote de qualquer coisa…
 
Minha vontade foi esbofetear a fulana… seviam baixar uma lei que gente assim devia ser esterelizada e seus filhos adotados por pessoas capazes!!!
 Por mais capeta que seja a criança não tem que tratar assim, meu irmão era uma peste e eu nunca fiz isso com ele… só bati nele de verdade uma vez… e foi só uns tapas porque ele tinha pegado o meu outro irmão pelo pescoço… das outras vezes eu só batia na bunda cheia de fralda dele… ele nem sentia nada…
 
Gente assim não devia ter dilho viu… tanta gente que quer ter filho e não pode… e uma pessoa assim parindo à torto e à direito.
 
Bom… chega… já me irritei… vou dormir!!!
Fui…