Ontem faleceu o filhinho de uma prima minha… A história toda é muito triste. A menina saiu de casa aos 14 anos para ir morar com o namorado. Logo em seguida ela engravidou… ela é muito nova e sempre foi muito mirradinha, de acordo com o médico o organismo dela não estava preparado para gerar uma criança ainda. Foi uma gravidez complicada.
 
Na hora do parto, ela demorou a ser atendida e o hospital ainda mandou ela de volta para casa. O bebê nasceu, mas não estava respirando… os médicos socorreram a criança e conseguiram fazer o ressucitamento dele, ela um menino, mas pelo fato dele ter ficado sem respirar muito tempo ficou com várias sequelas… que eu não me lembro agora.
 
A úlima vez que eu soube dele, porque a gente não podia visitar ele no CTI, só a mãe pra amamentar… ele tava ligado há um monte de máquinas pra poder respirar e os rins dele estavam parando… E pra piorar ele tinha pego infecção hospitalar que no final virou infecção generalizada. Os médicos disseram que se ele sobrevivesse ficaria uma criança completamente dependente dos outros pois a falta de oxigênio tinha afetado o cérebro e comprometido a coluna vertebral e ele estava sem conseguir mexer os bracinhos e as perninhas…
 
Ontem ele veio a falece, minha tia ligou aqui pra casa completamente perdida, ela nem sabia o que fazer para liberar o corpo e essas coisas. Minha mãe não pôde ir lá com ela, pois chegou tarde do serviço, mas explicou pra ela o que ela tinha que fazer, ela conseguiu com o médico a liberação do corpo e com a assistente social o serviço funerário pois eles não tinham condições de pagar. O velório foi ontem à noite e o enterro hoje de manhã… não tem o que dizer. A morte de uma pessoa adulta já é triste de um bebê… Sei que é meio monstruoso dizer isso mas… acho que foi melhor assim, se ele sobrevivesse, jamais seria uma pessoa independente… de qualquer forma me aperta o coração…
 
Fui…