Musica Chiclete…

chiclete

Fala terráqueos, como vão vcs??? Eu tô legal… quer dizer, mais ou menos. Eu tô cansada para um caramba… eu tive hipoglicemia a noite toda, não dormi direito, mesmo eu tendo comido direitinho ontem o dia todo. Eu já devia ter desconfiado que eu não tava legal quando a glicemia começou a ficar doida sem motivo. Daí acontece que eu fiquei a noite toda sem dormir… e acordei super gripada. Resultado eu tive que tomar remédio para a gripe e agora eu tô morrendo de sono. Quer dizer, eu já estava morrendo de sono, agora é pior porque é um sono induzido por medicação…  uma bosta, um dia perdido praticamente… e eu tenho tanta coisa para fazer…

Mas… anyway… nem era disso que eu queria falar… como sempre, mas vcs já sabem disso. Vamos falar de outra coisa hoje de um tema um tanto quanto inusitado… vamos falar daquelas músicas que grudam na cabeça da gente mesmo vc detestando o estilo musical. Atualmente na música brasileira… a gente só ouve funk, sertanejo, forró… e outros tantos estilos de música que (eu não tenho nada contra que gosta mas…) eu particularmente não gosto.

Mas, a grande maioria dos produtores musicais, os caras talentosos mesmo estão investindo nesses estilos porque é o que a população curte, é o que dá dinheiro. Mas eu particularmente não curto esses estilos de música. Entretanto… os produtores mais talentosos estão trabalhando justamente nesta área e deixa eu te dizer viu, esses caras tem um talento para criar música chiclete… aquela que vc ouve a batida uma vez e cola na sua orelha, na sua mente e vc não consegue se livrar daquele refrãozinho chato, daquela letra fácil…

Então tá lá vc inocentemente trabalhando ou estudando ou sei lá, fazendo whatever… e páh! Vc ouve uma dessas músicas, seja porque algum carro passou do seu lado tocando, seja porque alguém passou cantando, seja uma propaganda qualquer de algum produto na TV no YouTube e não precisa mais nada… aquela música gruda e tá lá vc dois anos depois que ouviu aquela maldição e vc detesta,  vc acha ruim, mas… vc se pega não mais que de repente cantarolando a danada.

Não tem nada mais irritante (para mim pelo menos) que ficar cantarolando uma música que vc não curte. Pior parte disso claro, são seus amigos te zoando porque vc tá cantando um estilo de música que eles curtem e vc abomina (sim, eu tenho amigos que amam funk e sertanejo e forró e samba…), é muito, muito chato isso!

Mas, como eu sou legal, eu vou dar para vcs agora a solução para se livrarem disso caso uma situação dessas aconteça com vcs (e tenham certeza que isso vai acontecer… sério… vai acontecer!). Vamos lá… se vc não estiver de posse de nenhum som… assim que vc escutar a malfadada canção o que vc faz é começar a cantarolar uma música qualquer que vc goste, de preferência alguma de suas músicas favoritas. Nem sempre esta técnica funciona… fiquem cientes disso.

Se a primeira técnica não funcionar… assim que vc puder, pegue seu celular, seu aparelho qualquer de som e coloque para tocar, nada mais nada menos que A SUA MÚSICA FAVORITA EVER. Sabe aquela música que vc ama de paixão??? Que é a música da sua vida??? Pois é… pegue ela e ouça quantas vezes for preciso… até seu cérebro se convencer a grudar na nova canção e esquecer a música dos infernos chicletenta que vc detesta. De preferência ouça uma outra música tão grudenta quanto… aquela que vc sabe toda a letra de cor e salteado. É praticamente garantido que vc assim vai banir a música indesejada da função REPEAT do seu cérebro!

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios

Nerdices: OBS Studio – Programa Para Live Stream

studio_mode

Fala terráqueos, beleza??? Como vão vcs??? Espero que estejam bem… eu tô legal… cansada… não vejo a hora desta semana chegar ao final porque eu tô muito cansada mesmo. Mas eu tô legal. Eu fiz umas mudanças no meu teclado gamer. Mexi na sensibilidade das teclas dele depois de ver um tutorial na internet e agora ele tá que tá que se eu não tomar cuidado ele digita duas, três vezes a mesma letra. Ele tem toda uma tecnologia anti-ghosting e um monte de features que fazem com que eu queira ficar em casa escrevendo o dia todo em vez de ir trabalhar naquela carroça que eu tenho na Prefeiturolândia. Vai demorar um tempinho até eu me acostumar com a nova sensibilidade das teclas, mas beleza… questão de tempo mesmo.

Aliás hoje eu fui guardar no meu guarda-roupas as caixas do meu mouse novo, do meu teclado novo e do meu Keypad e encontrei dois teclados velhos, um mouse da HP novinho em folha (que eu vou levar para o trabalho e usar lá porque o que tá no meu trabalho é a sofrência) e uns cabos… Meu teclado velho era daqueles ergonômicos, mano… foi um dos melhores teclados que eu já tive. Ele não tava funcionando muito bem quando eu parei de usar ele mas ele era extremamente confortável de usar por conta do posicionamento das teclas, assim meio inclinadas… saudades deste tempo. Isso sem falar que ele era mecânico. Hoje em dia tá na moda teclado mecânico porque eles são mais precisos. Mas não é uma tecnologia nova… quer dizer, é uma nova abordagem de uma tecnologia que já existia… eles tem novos conectores, mas avançados… mas o princípio da mecânica é o mesmo.

Mas, não é só isso que eu tô testando ultimamente, eu tô testando também este programa que é Opensource que serve para transmitir coisas ao vivo pela internet. O nome do programa é OBS Studio. Ele é gratuito e um grande número de YouTubers usa ele para transmitir ao vivo, fazer gameplay. E eu resolvi brincar um pouquinho com ele e é bem divertido. Dá para vc usar vários provedores para transmitir sua área de trabalho ou a imagem da sua webcam, entre outras coisas.

Eu já vi gente transmitindo vídeo conferências… bate papos online, com várias pessoas debatendo um determinado assunto, ou jogando ou apenas conversando. Eu acho isso bem legal. Eu ainda não testei isso, preciso aprender como fazer hahahahahaha. Eu testei umas transmissões pelo YouTube, umas pelo Facebook e funcionaram bem… Uma delas era eu e o Carlos assistindo um filme de terror hahahahaha o Facebook não barrou a primeira vez mas a segunda ele barrou por causa de direitos autorais do filme… Eu ainda preciso testar essas vídeo conferências, mas para tal eu preciso aprender a fazer a transmissão, de uma internet bem estável e de um amigo nerd disposto a testar isto comigo… talvez eu convença meu irmão… vamos ver.

Eu ainda estou testando o programa e aprendendo a mexer com ele então, tenho que assistir vários tutoriais na internet ainda hahahahahaha. Mas as poucas coisas que eu já consegui fazer eu achei super divertido. Não que eu vá me tornar Streamer daqui para frente. Mas é sempre bom a gente aprender coisas novas, operar programas novos, softwares novos. A tecnologia tá a cada dia avançando mais… é difícil a gente estar sempre atualizado, a sensação que eu tenho é que estamos sempre correndo atrás do prejuízo, com relação a aprender coisas novas sobre novas tecnologias que surgem.

Infelizmente, conforme a gente vai ficando mais velho a gente não consegue acompanhar tudo. Até porque muita coisa que interessa aos jovens não é tão interessante para a gente que tem certa idade. Por exemplo… um app que explodiu ultimamente entre os jovens é um tal de Musicaly ( acho que é este o nome) e eu não tô dando conta de acompanhar essas coisas. Eu tenho softwares mais importantes pra aprender gente… Um deles é esse o OBS Studio.

Dia desses amiguinhos eu baixe um jogo na Steam e qualquer dia eu vou ver se eu pesquiso e aprendo como fazer para transmitir eu jogando hahahahaha. Embora eu seja péssima na grande maioria dos jogos hahahahahaha é bem mais divertido assistir meu irmão Carlos jogando, primeiro porque ele joga bem melhor que eu e porque ele fica nervoso e muito engraçado quando ele perde. Mas ele não está muito interessado em aprender operar esses programas nem em transmitir os jogos hahahahahaha. Ele aliás não gosta de jogar no PC ele prefere jogar no Playstation dele. Como eu não aprendi muita coisa ainda do programa eu nem vou me meter a balão de tentar explicar como ele funciona.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Expressões que minha mãe usava…

dtados

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu estou bem. Eu cheguei em casa tem umas duas horas, terminei de assistir as últimas aulas da pós graduação, fiz a minha penúltima prova. Ontem, que foi domingo, eu sei que para vcs domingo é hoje ainda… mas para mim é uma segunda-feira… Ontem aliás eu postei finalmente meu TCC na plataforma da faculdade, faltando cinco dias para o prazo final de entrega e eu fiquei deveras satisfeita pelo resultado.

Agora eu tenho apenas um trabalho para fazer, que é uma legenda, eu tenho até sábado para entregar este trabalho e depois disso eu tenho uma prova na segunda quinzena de setembro, para a qual eu tenho que estudar para esta prova e então. A-CA-BOU a pós-graduação. Minha primeira pós-graduação gente… mais um degrauzinho na longa escadaria da educação hahahahahahaha. Não sei quando voltarei a estudar, fazer uma outra pós… vou dar uma descansada, vou focar em aprender outro idioma… italiano talvez. Vou focar na prova da Ordem e vou focar em concursos de nível superior. Vamos ver… Então teremos mais uma semana deveras atarefada e depois espero que as coisas fiquem um pouco mais calmas.

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar neste post. Eu estava esses dias atrás conversando com meus irmãos e estávamos relembrando coisas que a nossa mãe costumava nos falar, expressões que só ela usava. Antes entretanto de entrar no assunto eu queria fazer umas observações. Primeiro… vários posts deste blogue nascem de conversas que eu tenho com meus irmãos, com meus amigos, de coisas que eu leio, coisas que eu vejo… caso vcs não soubessem podem ficar sabendo… hahahahaha. Segundo… de vez em quando eu estou contando alguma coisa sobre a nossa mãe, e eu me refiro à ela como ‘minha mãe’ como se ela fosse apenas minha mãe e não deles… mas eu geralmente faço isso quando a história que eu estou contando se deu antes deles nascerem… ato falho meu. Terceiro… é claro que a minha mãe, como todas as mães, tinha as frases básicas que toda a mãe fala… mas vcs devem saber que toda a mão tem expressões e características peculiares que são só delas…

Minha mãe era cheia dos ditados populares e frases de efeito. Minha mãe tinha dislexia (meu irmão Carlos também tem) e por conta disso ela não tinha paciência para ler livros, mas ela amava histórias, geralmente ela me dava um livro e eu lia e depois contava a história para ela… e ela adorava quando eu separava para ela as frases mais impactantes e tal… enfim, ela era a mulher das expressões de efeito hahahahaha. Não só aquelas… “Se eu for aí e encontrar eu vou esfregar na sua cara…” tinham muitas outras. E eu separei algumas que eu achei interessante… Vamos a elas…

1) Mas vc já vai bater cadela por aí? A expressão em si era o bater cadela… Para quem nunca ouviu a expressão ela quer dizer a mesma coisa que bater perna na rua… ou sair pra passear, pra ir pra balada, sair com os amigos… ou seja, sair para fazer alguma coisa qualquer para se divertir que não tenha nada a ver com trabalho ou estudo… que era o que vc deveria estar fazendo aliás (em vez de estar perdendo tempo batendo cadela por aí). Mas a expressão em si não era uma coisa pejorativa. Quando ela pegava toda a criançada (eu mais os meus primos da mesma faixa etária) e levava todo mundo pra ficar pulando o domingo todo nas piscina do clube… ela também usava a mesma expressão. Bora todo mundo bater cadela com a tia no clube. Não me perguntem de onde surgiu esta expressão porque eu não faço ideia.

2) Vc não me tira do sério não que eu já estou com a vó atrás do toco. Oi??? Vc tá com a sua vó atrás da onde amiga??? É isso mesmo com a vó atrás do toco. Esta é aliás a minha expressão favorita de todos os tempos hahahahaha. Eu sabia quando eu era criança que ela queria dizer que a paciência da minha mãe já estava curta e portanto eu não devia deixá-la ainda mais nervosa senão ia sobrar para mim. Ao mesmo tempo, eu achava extremamente curiosa esta expressão. Eu imaginava a cena sabe? Sabe quando vc corta uma árvore e fica apenas a raiz dela e um toco de árvore saindo da terra? Pois é… eu tinha a imagem mental de uma velha possuída pelo espírito ragatanga, pronta pra pular no seu pescoço… escondida atrás deste toco. E como eu não queria que a velha do toco me pegasse e acabasse comigo é claro que eu me comportava.

3) Outra expressão de impaciência da minha mãe era… Vc não me irrita não que eu já tô com o sangue na unha.  Outra imagem bem horrenda vinha à minha mente quando ela falava assim… minha mãe usava as unhas bem compridas, e pintadas de vermelho eu já imaginava aquele vermelho escorrendo e pingando sangue, meu sangue aliás, porque eu tinha irritado ela e ela tinha acabado com a minha raça… então novamente, eu me comportava.

4) Mais uma expressão de impaciência e aviso aos filhos para que eles preservem sua saúde e vida… Eu tô até a tampa com vc! Quem vê pensa que eu era um capeta né? Eu geralmente era uma criança quieta e comportada, mas nem sempre. Quando eu estava com meus primos a gente aprontava mesmo. Não tinha jeito. E eram nesses momentos que a minha mãe ficava até a tampa comigo… e com eles… e colocava a gente de castigo.

5) Mas não era só de ameaças que viviam as expressões da minha mãe… ela também dava conselhos… falava sobre a vida… ensinava. Para que a gente não ficasse andando solto pelo mundo despreparado. Eu me lembro que ela sempre dizia: Quem bate esquece quem apanha lembra. Ela sempre me dizia isso… e eu demorei anos e anos e anos para entender exatamente o que ela quis dizer com isso… Minha mãe apanhou muito da vida (e das pessoas… metaforicamente e não tão metaforicamente) e ela aprendeu da pior forma possível que essa máxima é extremamente verdadeira. E ela quer dizer que… quem apronta alguma coisa para vc, quem te faz alguma afronta ou te magoa… vai esquecer do que fez muito mais fácil do que vc que sofreu a afronta. Eu gostaria de ter entendido o que ela quis dizer mais cedo na vida. Mas tem coisas que a gente precisa quebrar a cara para aprender.

6) Quem fica na rua de madrugada é fantasma, bebum e vagabundo. HAHAHAAHAHA dessa eu tenho que rir. Mãe ignorava as pessoas que trabalhavam de madrugada, vigias, policiais, médicos, enfermeiras e tantas outras profissões norturnas. Cezar meu irmão cresceu e virou policial e ficou anos trabalhando à noite… Mas a gente entende, porque a mãe não queria que a gente ficasse vagando (batendo cadela) na rua de madrugada… por isso que ela falava isso hahahahaha. 

E é isso aí galera, o post tá longo para caramba, por isso eu vou terminando ele por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Causo de Família: O Causo do Mercado…

criancanomercado

Falam terráqueos como vão vcs? Espero que estejam bem… Estou escrevendo este post em plena madrugada do domingão… falta pouco para terminar minha jornada do TCC e eu tirei a noite de sábado para domingo para descansar, estou aqui esperando a máquina terminar de lavar uma leva de roupas para eu pendurar tudo e ir dormir… que amanhã é domingo mas eu tenho coisas para fazer e compromissos.

Eu sei que para vcs é plena quinta-feira, mas acontece que eu estou escrevendo este post com mais de um mês de antecedência. E enquanto vcs estão lendo este post eu devo estar contando os minutos para esta semana acabar porque daqui há dois dias eu tenho Show do Bon Jovi para ver… e com certeza eu vou me divertir horrores assistindo a uma das bandas favoritas da minha adolescência. Por causa de falta de grana eu tive que escolher entre eles e Depeche Mode hahahahaha. Vai ter show do U2 também, mas… muito caro… totalmente fora da minha realidade financeira. Fora isso… entre U2, Depeche Mode e Bon Jovi… Bon Jovi ganha disparado.

Eu prometo pra vcs que eu vou escrever em breve… o mais breve possível… sobre tudo o que rolou no show… capaz de eu postar alguma coisa até o final da semana… Mas como sempre nem era disso que eu queria falar… Eu queria contar mais um ‘causo’ que aconteceu comigo e com meus irmãos… Crianças… como vcs devem saber, crianças são coisinhas complicadas… vc fala mil vezes para a criaturinha, não faz isso porque vai dar merda, vai acontecer isso e isso e isso… porque vc já viveu mais que a criaturinha e vc sabe mais do mundo. Mas… eles não ouvem. Eles só ouvem depois que acontece alguma coisa e eles quebram a cara.

Carlos tinha uma calça rasgada que ele amava, não tirava ela pra nada e uma camiseta igualmente rasgada… e era meio que o uniforme de futebol dele hahahahaha. Ele vestia essas roupas rasgadas e um sapato velho e ia jogar bola e falava que assim não estragava nenhuma roupa e a mãe não brigava com ele. E toda a vez que ele tava vestido com os farrapos dele a minha mãe pedia pra gente ir ao mercado ou algum outro lugar ele queria ir vestido daquele jeito… e eu sempre falava para eles, vai tirar essa roupa rasgada… Não!!! Eu vou assim mesmo!! Tá bom…

Então um dia, lá vou eu pro mercado comprar as coisas que minha mãe mandou eu comprar… com os dois irmãos menores à tira colo. Eles eram bem pequenos… acho que um tinha seis e o outro sete anos… E eles eram meio selvagens nessa época hahahaha eles não paravam quietos um minuto sequer. Eu sinceramente não sei como eu sobrevivi àqueles anos. Eu tinha que estudar, cuidar da casa, cuidar deles, ajudar eles fazer a lição e tudo mais e eles sempre com a pilha carregada…

Então, lá fomos nós até o mercado… eu ocupada com o carrinho e com a lista e comprando as coisas que minha mãe queria e eles correndo para lá e para cá como sempre… e o Carlos com a roupa esfarrapada dele… Passa um tempo eu olho para um lado e para outro e cadê eles??? Daí vem o Cezar… com cara de culpado, e nada do Carlos. Eu pergunto pra ele, cadê seu irmão e ele não quer me contar… mas depois de alguma insistência ele diz que o segurança do mercado pegou eles correndo e achou que o Carlos era um trombadinha, porque ele tava correndo e todo maltrapilho e tirou ele do mercado, colocou ele na calçada… na rua.

Eu então largo o carrinho com as compras todas lá, e pego a mão do Cezar e saio pra fora do mercado e o Carlos tá lá fora com cara de cachorro que levou pedrada, eu vou lá pego ele pela mão e entro de volta pro mercado, na frente do segurança. Ele fica tenso achando que o segurança ia pegar ele de novo e colocar ele pra fora. Mas então o segurança nem falou nada porque viu que ele estava comigo. Daí eu viro pra ele e falo, tá vendo porque eu falo pra vc não ficar andando todo maltrapilho, as pessoas julgam os outros pela aparência… vc se veste assim todo rasgado e fica correndo pelo mercado o segurança vai supor que vc está mau intencionado.

Não foi uma situação engraçada na hora, hoje a gente dá risada claro. Mas… na hora foi tenso, ele ficou com medo, chateado. O segurança não maltratou ele nem machucou ele só pegou ele pela camiseta e falou que não podia ficar correndo lá dentro e colocou ele pra fora. Podia ter acontecido alguma coisa, ele podia ter se machucado, o segurança podia ter machucado ele… tanta coisa podia ter dado errado, graças a Deus nada disso aconteceu.

Então vc pense… ahhh pelo menos o Carlos aprendeu a lição de ouvir os mais velhos quando eles falam. Nada disso… ele passou por outros perrengues por não me dar ouvidos hahahahahahahahaha. Mas essa outra história fica para outro dia.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

O Problema de não ser capaz de interpretar corretamente um texto…

dúvs

Fala terráqueos, beleza? Espero que sim. Espero que vcs estejam bem… sem problemas… Eu, depois de meses estressada com meu TCC tô podendo relaxar num sábado à noite porque… Está praticamente tudo pronto, só faltam uns detalhes que eu vou com a ajuda de Deus terminar amanhã de manhã e amanhã mesmo eu devo postar o trabalho para a avaliação da professora.

Mas, nem era disso como sempre, que eu queria falar… eu queria falar sobre interpretação de texto. Tanto na vida real quanto na vida virtual. Cada vez mais, temos problemas de interpretação textual. Eu sempre me pergunto se as pessoas estão ficando mais burras por causa do nível de ensino nas escolas. Ou se tanta comunicação virtual está deixando as pessoas mais enferrujadas na arte de se comunicar… porque a comunicação está cada vez mais difícil entre as pessoas…

Talvez seja uma somatória de ambos e de mais alguns problemas, mas cada vez mais cresce o número de analfabetos funcionais na sociedade brasileira. Dificuldades de comunicação sempre existiram e sempre vão existir, era o que os meus professores da faculdade de Letras chamavam de “ruídos na comunicação” nem sempre o que a gente diz é o que a pessoa entende… e o ruído na comunicação por escrito é ainda maior do que na falada quando a pessoa tem dificuldades de interpretar o seu texto. E isto acontece por diversas razões… uma dela é a pessoa não ter um vocabulário tão amplo quanto o seu.

Querem ver um exemplo bem prático. Uma vez eu estava conversando com a minha tia… e eu não lembro qual era o assunto, mas eu disse para ela assim: “Vc é muito passional.” – eu quis dizer que ela era uma pessoa que se deixava levar pelas emoções que sempre tomava as decisões dela baseadas nas emoções. Ela ficou extremamente ofendida comigo, e me bateu até porque ela achou que eu estivesse dizendo que ela era uma criminosa. HAHAHAHAHAHAAHAHAH. E isto aconteceu por causa de uma falha na comunicação. Ela conhecia essa palavra passional, mas apenas a palavra associada à expressão “crime passional”.

Outro exemplo prático foi… o problema que eu tive com uma professora da faculdade que… aparentemente não tinha um vocabulário tão extenso quanto o meu. Eu contei este caso aqui no blogue já… se vcs quiserem ler esta história só clicar aqui.

Nos últimos tempos eu tive discussões homéricas com pessoas online simplesmente porque, das duas uma, ou eu não soube me expressar corretamente ou as pessoas não me entenderam… ou as duas coisas ao mesmo tempo. Uma coisa não necessariamente anula a outra. Às vezes a pessoa lê a coisa meio correndo, eu escrevo meio correndo e dá problema e por conseguinte dá treta.

É diferente vc conversar olhando no olho da pessoa… tem toda uma gama de comunicação não verbal acontecendo juntamente com as palavras que vc está proferindo. Tem a entonação da sua voz, sua expressão facial, seus gestos… E nesses momentos mesmo havendo discordâncias de pontos de vista o ruído, as confusões interpretativas acabam sendo menores.

Acontece que hoje em dia cada vez mais a gente conversa digitalmente e cada vez menos a gente conversa pessoalmente, olhando no olho das pessoas. E acho que no futuro vão haver mais e mais interações digitais e cada vez menos interações cara a cara… a verdade é que a gente tem que rebolar para se fazer entender pelas pessoas com quem estamos tentando conversar. Em redes sociais como o WhatsApp e outros mensageiros ainda temos o auxílio, podemos mandar mensagens de voz…

Mas aqui comigo mesma pensando esses dias, acho que a única maneira… nesse mundo cada vez mais virtual no qual vivemos, temos que procurar nos expressarmos da melhor forma possível. Sabendo direcionar nossas palavras de acordo com o nosso público alvo e também… melhor estudarmos bastante, ampliarmos ao máximo nosso vocabulário para conseguirmos compreender melhor o que nos está sendo dito. E mais ainda… procurar não tirarmos conclusões apressadas ao lermos qualquer coisa… Nem sempre a gente consegue, mas… temos que tentar né? 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

 

 

Aquele dia que vc já acorda doente…

diabetes

Este post vai ser bem atípico… eu sinceramente não gostaria de estar escrevendo ele, mas hoje (segunda-feira para mim, vcs provavelmente estão lendo este post na terça que é para quando eu estou agendando-o…) foi um daqueles dias que eu acordei doente e eu achei por bem (depois que eu melhorei) desabafar aqui no blogue hahahahaha. Porque hoje eu já acordei doente… 

Pouca gente sabe mas… ter diabetes é um pé no saco. Demanda da gente um monte de sacrifícios, demanda constância, disciplina para vc conseguir viver uma vida plena fazer tudo o que vc precisa fazer como trabalhar, estudar, cuidar da casa, dar atenção à família, aos amigos… É uma série de cuidados que a gente tem que ter, uma série de consultas e exames, uma série de remédios, dieta, exercícios. 

Mas mesmo vc fazendo tudo certinho às vezes sua resistência tá lá embaixo, vc tá cansada, vc está chateada, vc tá estressada e então o que acontece??? Os níveis de açúcar no sangue enlouquecem e vc acorda já doente… que foi exatamente o que aconteceu comigo hoje de manhã. Eu já não vinha legal desde quinta-feira na verdade… quinta-feira passada e sexta-feira eu não fui para a academia porque eu não tomei insulina nem nada e mesmo assim eu estava ligeiramente hipoglicêmica… e eu já estava me sentindo mal, cansada com dor no corpo e tal, e como eu tinha uma prova muito importante no final de semana eu resolvi não me desgastar muito para não correr o risco de ficar mau no sábado. Resolvi pegar leve com os exercícios e tal…

Mas sabe quando vc sente que vai ficara doente? Pois é… eu já estava sentindo fazia umas semanas. Aquela sensação estranha de fraqueza de desânimo, todos os dias fazendo a maior força para levantar da cama e minhas energias acabando logo de tarde mal eu chegava em casa…  Eu até comentei com minha amiga no trabalho dizendo ‘eu tô achando que a hora que eu terminar essas provas toda eu vou ficar doente’. Dito e feito… entreguei o TCC, fiz a prova no sábado, acordei zoada e cansada no domingo e segunda fiquei bem ruim o dia todo.

A vida não é fácil, a vida de ninguém é fácil, mas a diabetes é uma pedra de tropeço à mais. A maioria das pessoas não sabe mas os efeitos colaterais da diabetes e especialmente dessas crises de hipoglicemia e hiperglicemia são difíceis para caramba… São sintomas assim de fraqueza, taquicardia, tontura, cansaço, dores no corpo, às vezes depressão, mudanças drásticas de humor, alergias… entre outras coisas. 

Tem dias que dá aquela fraqueza tamanha… e vc tem que tirar forças de onde não tem pra acordar cedo e ir trabalhar e encarar aquele dia agitado, cheio de problemas que acontecem todos os dias na Prefeiturolândia. Mas se a gente for ficar de cama todos os dias que estamos cansada e com fraqueza ou desanimada a gente não trabalha, não faz nada nesta vida. Entretanto… tem dias, como os dias de hoje e de ontem, que não dá mesmo… que a gente tem que ficar quietinha, repousando e tentando recuperar as forças.

Eu estive lendo diversas coisas sobre diabetes, eu procuro me informar até mesmo para me cuidar melhor mas… vcs sabiam que mais da metade dos brasileiros que tem diabetes não sabem segundo especialistas, endocrinologistas e tal… (clique no link para ler a reportagem. Fora isso também temos no Brasil mais de 16 milhões de pessoas adultas tem diabetes segundo a OMS, ou seja, mais de 8% da população, fora as crianças que muitas vezes já nascem com a doença.

A diabetes é uma doença séria, que judia pra caramba do corpo da gente, mais de 72 mil pessoas morrem todos os anos por conta desta doença. E olhando para as pessoas que nos cercam e que tem a doença, muitas vezes nós não nos damos conta de como é complicado lidar com ela todos os dias… Se tem uma coisa que eu aprendi nesses anos todos com diabetes é que eu tenho que dar ouvidos ao meu corpo, se eu estou cansada eu tenho que descansar eu não posso extrapolar meus limites físicos eu tenho que respeitá-los.

Nem sempre isso é fácil porque a gente é muito exigido na vida… se a gente se deixar levar são 24 horas por dia de correria… Até para dormir temos tempo contado e às vezes não dormimos o suficiente, não descansamos o bastante. E pior quando paramos para descansar ficamos com aquela sensação de que estamos perdendo oportunidades, ou não estamos cumprindo com as nossas obrigações e acabamos não descansando de verdade…

Vou terminando este post por aqui… eu espero estar melhor amanhã, espero conseguir ir trabalhar e fazer as coisas que eu tenho que fazer. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Nerdices: Mouse Gamer Multilaser M206

mo206_pos3_alta

Fala terráqueos, beleza? Eu tô legal, eu tô bem cansada… mas, eu vou escrever este postzinho aqui no blogue e então eu vou dormir. Meu TCC está bem encaminhado, falta muito, muito pouco para eu terminá-lo e eu acho que até o final de semana agora eu vou poder postar definitivamente o arquivo para avaliação da professora.

Tudo o que eu queria na verdade era deitar e dormir amanhã até meio dia hahahahahha mas, amanhã eu tenho que trabalhar, aliás amanha eu tenho tanta coisa para fazer…. mas não é o caso, aliás, nem era disso que eu queria falar hoje. Como sempre né Shao? Vc sempre enrola para falar do tema do post… eu sei, me perdoem…

Como vcs devem ter percebido pelo título do texto ou pela foto do mouse lá acima, este vai ser um post bem nerd hahahahaha. Como vcs também já sabem, eu fiz um texto há pouco tempo atrás falando do meu teclado gamer e do meu keypad gamer e de botões macro, botões programáveis… e deixa eu falar uma coisa para vcs… uma vez que vc entra no mundo das macros, dos botões programáveis não tem mais volta. Eu tenho botões macro no meu teclado, eu tenho um keypad inteiro configurável para eu programar todos os botões do meu jeito então… porque não comprar um mouse com essas funções também???

20590899_10214414017324664_689023277_o.jpg

Então foi por isso que eu comprei esse danado da foto acima!!! Eu comprei o Warrior Mouse Gamer modelo M206. Que tem nada mais nada menos que 18 botões… ele tem os botões normais dele… ele tem o botão de clique direito e esquerdo, ele também tem o botão de rolagem, que também é um botão clicável… mas fora esses três botões, que todo o mouse tem… ele tem mais doze botões laterais programáveis que vc coloca a função que vc quiser ali e vc clica usando o dedão. Tem mais dois botões no topo para vc controlar o DPI do mouse, vc pode escolher quatro níveis diferentes de DPI e ele tem um botão extra que é o vermelhinho do lado do botão de clique que o nome dele é… botão de tiro!!! Resumindo galera… é botão para um caramba!!! E ele é lindo velho… até mesmo a caixinha dele é linda. Vcs podem ver pelas imagens né??? E como vcs podem ver na caixa, na imagem acima também… ele tem três anos de garantia velho… 

20524143_10214414017004656_521425893_o.jpg

E o que vem na caixinha? Vem o mouse lindo e maravilhoso, vem um mouse pad combinando com o design do mouse. E uma caixinha com diversos pesinhos de chumbo, para vc controlar o peso do mouse… Se vc gosta do mouse mais leve vc tira peso, se vc quer mais pesado vc acrescenta peso… é muito bacana. Eu como prefiro um mouse mais pesado eu coloquei todos os pesos dele.

Vamos falar da qualidade do mouse… material dele é muito de boa qualidade, não é aqueles plásticos que vc pensa, vixi mano se isso cair vai quebrar muito delicado. Não… ele é de um plástico fosco, numa textura que parece ser emborrachada, mas na verdade ele não é emborrachado mesmo, mas a pegada é bem bacana e ele é extremamente ergonômico, a mão encaixa bem nele… acabaram-se os meus problemas de tendinite desde que eu comecei a usar este mouse… (mentira, minha tendinite não sarou, ela ainda dói… mas dói bem menos… tanto por conta da ergonomia do mouse quanto pelo fato de eu ter o Keypad e o Teclado com macros que faz com que eu use bem menos o mouse).

20597990_10214414019404716_914003872_o

Botão de rolagem do mouse esse sim é emborachado, o feeling dele é bem bacana também e vc também pode controlar o scroll do mouse, via software específico. Cabo dele é bem resistente, cabo usb banhado à ouro e também trançado que é um cabo bem mais durável que os cabinhos costumeiros.

O mouse pad que vem com ele é muito bom também… parte de baixo dele toda emborrachada, ele gruda bem na mesa e a parte superior de tecido que desliza bem pra caramba o mouse (que é óptico a propósito… ainda existe gente que usa mouse de bolinha gente??? ) Acho que não né?

20615277_10214414021164760_1498491738_o

Diferentemente do mouse da Logitech que eu estava usando anteriormente que é o MX Anywhere que tem um tipo diferente de leitor óptico… não é aquele laser vermelhinho, é um laser invisível que funciona em qualquer superfície e que eu amo de paixão… infelizmente, minha mão é bem grande e ele é bem pequeno e bem portátil e eu acredito que este tamanho reduzido dele acaba prejudicando a ergonomia e por conseguinte danifica o meu punho.

O mouse pad além de ser muito bom é bem bonitão… pelo menos eu achei ahahahahaha como vcs podem ver em detalhe na imagem acima. Na imagem abaixo vc pode ver a imagem do mouse em detalhes… ele é bem bonito mesmo. Eu amei a cor, vermelho e preto dele… E uma das coisas mais legais deste mouse é que ele tá na moda de luzes leds… ele não é de jeito nenhum um mouse que vc possa escolher livremente as luzes ele não é como a linha Chroma da Razer que é RGB e vc pode personalizar as cores infinitamente. Mas ele te dá diversas opões de cores… como grande parte da linha Warrior da Multilaser.

20524461_10214414020524744_580925621_o

A Multilaser aliás investiu bastante nesta linha Warrior, investiu na qualidade dos materiais na beleza deles, na resistência e tudo isso com preços razoáveis. Não são baratinhos… mas também não são exorbitantemente caros. Um mouse da Razer com esse tanto de botão e esse tanto de configuração não sai por menos de 500 reais (talvez um modelo mais antigo saia, mas ainda assim acaba saindo por uns 350 que ainda é mais caro que este mouse). Neste mouse aqui… eu paguei 150 reais. Meu mouse anterior o MX Anywhere da Logitech, que tem 8 botões e é wireless (usb e blutooth) e não é tão ergonômico mas roda em qualquer superfície,  custa 250 reais (e agora eu tô usando ele com meu notebook).

20524453_10214414020124734_509083888_o.jpg

Na imagem acima, detalhe dos 12 botões macro… copiando descaradamente o design do Razer Naga hahahahaha. E uma das críticas que eu faço deste mouse é o tamanho do botão… demora um pouco para vc de adaptar. Meus dedos também são grandes… mas depois de um tempo vc acostuma é questão de hábito, mas eles podiam ser um pouco maiores e mais distantes um do outro… não muito, só um pouquinho maiores e mais distantes.

Mas quando o mouse está ligado, os números ascendem ele fica bem bonito. Como eu falei das luzes de led elas são limitadas… Como os meus fones Warrior da Multilaser ele oferece cinco perfis diferentes de configuração dos botões e cinco cores diferentes, cada cor é um perfil.

20536264_10214414019084708_912430878_o.jpg

Imagem acima para vcs o detalhe dos pesinhos que vc encaixa nessa plaquinha que vai dentro do mouse. Na imagem de baixo ainda temos, o compartimento onde os pesos vão encaixados. É bem bacana mesmo.

Ahhh e outra coisa, embaixo do mouse ainda tem um botãozinho redondinho, bem pequeno que vc pode usar para mudar de perfil… Claro, vc pode também configurar um botão para troca de perfil ou também vc pode usar o software que vem com o mouse. Vem um disco pra vc instalar ou vc pode também baixar no site da Multilaser.

20597903_10214414020364740_1872673160_o.jpg

Na imagem abaixo, uma comparação de tamanho com meu mouse antigo o MX Anuwhere da Logitech e o atual o M206 da Multilaser. Muito maior, muito mais ergonômico e muito mais espaço, encaixe e suporte para a mão… ainda mais pra minha mão que é imensa de grande. Vcs podem ver na imagem também o detalhe da letra W de Warrior, iluminada em vermelho. E dá pra ver também um pouquinho a iluminação do teclado lateral.

20536019_10214414021364765_1328067492_o

Como vcs podem ver na imagem abaixo, ele tem cinco opções de cores. Na minha opinião a cor vermelha é a que fica mais bonita porque combina com o led superior próximos aos botões do DPI e combinam com o botãozinho vermelho de tiro e eu gosto das coisas todas combinadas eu tenho toque quando as coisas não combinam no Desktop hahahahaha. Mas é bacana ter vários perfis, e cada um ter uma cor para diferenciar. É bem bacana… e sempre ajuda a visualização do mouse à noite quando as luzes estão apagadas. Se vcs repararem meu Logitech é preto e eu perdia ele direto no escuro e derrubava ele muito, fica bem mais fácil de localizar o danado no escuro.

Como meu teclado da Razer é super configurável eu posso deixar ambos na mesma cor, tudo em vermelho e fica bonitinho, bacaninha. Aliás tá tudo vermelho no meu setup agora… o teclado leds vermelho, o keypad vermelho, o mouse led vermelho e até meu descanso de tela do Matrix eu deixei vermelho pra ficar tudo combinando. Se vcs entrarem no meu Instagram lá tem um videozinho do meu Setup iluminado todo em vermelho… com meu descanso de tela do Matrix em vermelho e meus leds atrás do monitor em vermelho, tá irado!

mouse_gamer_warrior_multilaser_18_botoes_4000_dpi_preto_usb_mo206_13333_4_20170220091513

Agora, pra terminar o post… eu gostei para caramba deste mouse, o clique dele é bem bacana, encaixa a mão bem. Diminuiu pra caramba os meus problemas de tendinite e esta parte de configurar os botões para funções específicas economiza um tempo do caramba. Se vc é gamer (não gamer profissional tá galera, mas uma pessoa que curte jogar um pouco mais a sério do que a maioria das pessoas) esse é um ótimo mouse gamer de entrada. Bem robusto, não tão caro… bem funcional… eu recomendo! E na foto abaixo vcs podem ver ele em toda a sua glória hahahahaahaha todo iluminado.

20536054_10214414026444892_228846056_o

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Prova Final!!!!

prova

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu tô legal… cansada, com sono, mas legal. Hoje é sábado e eu acabei de chegar em casa depois de fazer a prova final da minha pós graduação… e excepcionalmente este post vai pro blogue amanhã domingo, o que deveria ir amanhã vou deixar ele para outro dia… então, vcs não estão lendo uma coisa que eu escrevi faz meses, hoje o post é fresquinho… ou quase, porque vcs estão lendo ele menos de 24 horas depois que eu o escrevi, ou mais não sei… porque este post provavelmente vai ser publicado fora do horário normal de publicação (que é às oito da manhã todos os dias caso vc não saiba).

E porque eu estou escrevendo este post??? Porque hoje (ontem no caso) é um dia muito importante porque hoje eu fiz a última prova da minha da minha pós-graduação! Acabou!!! Chega de me matar de estudar, chega de acordar às seis da manhã e ir dormir uma e meia da manhã… pelo menos por hora hahahahaha (até eu estar descansada e querer fazer meu mestrado – e ter grana para tal claro…), estive levando essa vida por quase dois anos… tô cansada, preciso descansar.

Encerro hoje então com essa prova mais um capítulo da minha vida acadêmica. Foi, sem brincadeira o segundo curso em que eu mais me diverti fazendo. O primeiro foi a faculdade de letras… Claro que em véspera de provas, e os estágios e quando a gente tem que entregar o TCC eu quero simplesmente morrer e não ter que fazer nada disso… entretanto, tirando estes detalhes sórdidos eu me diverti pra caramba fazendo esse curso.

Porque deixa eu contar pra vcs… a experiência de dedicar horas preciosas da sua vida aprendendo uma coisa que vc ama é extremamente prazeroso e gratificante. Eu já passei por duas graduações, uma que eu amava e a outra que eu não curtia tanto (inclusive esta que eu não gostava tanto foi a mais longa) e olha é terrível vc ficar anos estudando uma coisa que vc não gosta. Tem dias que vai de boa mas tem dias que é só sofrimento. Não foi o caso deste curso de pós… foi bem legal, teve momentos de tensão eu fiquei sem dormir hahahahaha mas foi muito divertido. 

E como foi a prova final Shao? Foi mais simples do que eu imaginava. Eu não sabia exatamente o que esperar na verdade  porque a coordenação do curso não explicou muita coisa pra gente… estava tudo muito confuso. Eu só fui ter certeza de como seria a prova quando efetivamente cheguei lá e peguei a prova em mãos. Eram duas provas na verdade e tínhamos das oito da manhã até a uma da tarde para fazermos e uma prova eram oito questões sobre o TCC, sobre o tema, o desenvolvimento a solução de problemas o trabalho em equipe e a segunda prova eram duas traduções de trechos em inglês. Um era um texto literário e o outro era um texto técnico sobre economia e política internacional.

A primeira prova sem crise, foi um pouco demorado porque tinha que descrever algumas coisas do TCC e tal, mas foi de boa. A segunda prova… o primeiro texto foi relativamente fácil… e o segundo um tanto quanto mais complicado. Não achei a escolha do segundo texto adequado para uma prova onde vc não podia usar computador pra pesquisar as coisas (e era um texto que precisava de uma certa pesquisa sobre alguns temas) então acho que a minha segunda tradução ficou meio truncada. Mas… all in all eu acho que eu fiz um bom trabalho em ambas as provas.

Agora tenho que esperar sessenta dias para sair a nota final… ou seja, só em Novembro. E claro, eu não acredito ter tirado uma nota dez, mas acho que uma nota ruim também eu não tiro… a nota mínima é sete, eu acredito que eu tenha ficado com uns oito… veremos. Mas daqui para frente eu tô livre de provas e aulas e trabalhos etc. Claro que os estudos continuam, agora em outra direção em outro tema… Mas sou eu quem faz o calendário e o ritmo de estudos então eu posso pegar mais leve.

E para comemorar essa minha súbita liberdade eu vou amanhã dormir até mais tarde (este post tb vai ao ar mais tarde… mas… antes do meio dia hahahaha), vou ficar de pijama o dia todo, vou ouvir música, ver Netflix e não fazer mais nada… Porque depois é segunda e recomeça a loucura de trabalho, mercado, academia, estudo e dormir tarde pra acordar cedo no dia seguinte e fazer tudo de novo. Quando a nota final sair eu prometo que posto aqui no blogue pra vcs saberem qual foi minha nota na prova final.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

Eu tive a sorte de ter professores muito bons na minha vida…

miscigenacao-da-lingua-portuguesa-no-brasil-9

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu estou bem, estou legal… tô cansada pra caramba, mas tô legal… Enquanto vcs estão lendo este post eu provavelmente devo estar na Faculdade fazendo a prova final da apresentação do meu TCC… cruzem os dedos por mim, torçam pra eu tirar uma note sete… sete significa que eu passei e que eu terei meu diploma da pós graduação em Tradução do Inglês.

Eu tô relativamente adiantada com as postagens aqui do blogue, não muito… uns 33 posts de antecedência… não são tantos quanto eu gostaria… e talvez eu tenha menos no final desta semana. Terei uma semana bem agitada, eu tenho aulas para assistir, prova para fazer, uma legenda pra fazer e ainda tenho que terminar e postar o relatório final do TCC… essa semana vai ser apertada… Eu tenho que terminar uma revisão, terminar de assistir umas aulas, terminar o relatório do TCC arrumar uma legenda, criar o e-mail onde vamos postar tudo… coisa pra caramba, e eu tenho que fazer tudo isso até sexta, porque sábado e domingo eu tenho compromissos inadiáveis.

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar hoje, quer dizer… mais ou menos… Toda a vez que eu chego num ponto como este da minha vida, que eu estou terminando um curso (ainda mais um curso que eu curti tanto fazer como este de tradução) e estou prestes a pegar meu diploma, eu me lembro de tudo o que eu já passei, todas as dificuldades. Quem já percorreu os caminhos acadêmicos sabem que não é fácil… ter um diploma universitário neste país infelizmente ainda é para poucos. De acordo com o IBGE em 2016 apenas 14% da população adulta brasileira terminou o ensino superior… o número de pós graduados é menor ainda. Eu procurei no site do IBGE mas eita site confuso…

De qualquer modo, ao meu ver ainda me faltam coisas que eu quero fazer, eu quero fazer um mestrado e um doutorado ainda… quem sabe uma livre docência. Quem sabe uma pós em Direito…Eu posso apenas afirmar para vcs que minhas empreitadas acadêmicas ainda não terminaram por aqui ahahahahaha. Enfim e toda a vez que eu termino mais uma jornada eu me lembro também dos professores maravilhosos que eu tive ao longo da minha vida.

Eu tive muita sorte de, em primeiro lugar ter uma mãe que achava importante que eu tivesse uma boa educação. Eu me lembro que a minha mãe ralava pra pagar escola particular para mim porque o ensino estava péssimo na escola pública já na época que eu era criança (e de lá para cá a coisa apenas piorou) enquanto meus tios estavam satisfeitos de verem os filhos na escola pública mesmo… Quantas vezes eu ouvi meus tios falando para a minha mãe… “Não sei porque vc gasta dinheiro com escola particular pra sua filha a mesma matemática que ela aprende lá a minha filha aprende na escola pública…”

Sem entrar em muitos detalhes, no final quem estava certa era a minha mãe tá? Só digo isso… meu primos demoraram anos depois de terminarem o Ensino Médio para perceberem que eles só conseguiriam um emprego melhor se corressem atrás de ter uma formação melhor. Mas mesmo assim os que entenderam isso foram poucos a grande maioria dos netos da minha avó não se interessaram, não cogitaram ou não tiveram a oportunidade de concluir um curso de ensino superior.

Eu tô ralando ainda, então em primeiro lugar eu sou muito grata à minha mãe que sempre disse que estudo era a única coisa que ela podia deixar para mim que ninguém poderia tirar de mim… que as outras coisas, bens materiais o tempo corroía. Mas conhecimento sempre teria valor. E em segundo lugar por cada professor que me ensinou alguma coisa… até mesmo os poucos professores ruins que eu tive porque com eles eu aprendi como eu não deveria ser e o que eu não deveria fazer. Mas eu tive sorte, muita sorte mesmo na vida… mais que sorte eu diria que eu fui abençoada com muitos professores maravilhosos pois eles contribuíram grandemente com a minha formação.

Hoje eu encerro mais um ciclo, eu não sei o que eu vou fazer daqui para frente. Assim, logo de cara eu vou descansar porque eu tô muito, muito cansada, foram dois anos bem pesados para mim… eu me dediquei pra caramba, eu aprendi coisa pra caramba… e eu me diverti para caramba aprendendo, coisa que eu não fazia desde 1999 quando eu era aquela adolescente idealista que fez Faculdade de Letras sem pensar em mercado, sem pensar em grana… que fez apenas porque amava literatura, amava gramática e amava estudar isto tudo.

Agora segue uma pausa… ela certamente não será tão longa quanto a última, mas… nos próximos meses… talvez até o final do ano, eu pegue leve e foque em outras coisas… Quando o ano novo chegar em janeiro próximo aí sim eu vou pensar em qual será meu próximo passo, qual o próximo degrau nesta escadaria que é a minha vida acadêmica…

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Problemas com o Cartão de Crédito…

cartão-de-crédito--758x426

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu estou extremamente irritada… um espertinho… que eu ainda estou tentando descobrir que mas que provavelmente não descobrirei jamais, clonou meu cartão de crédito, clonaram aliás… dois dos meus cartões de crédito… que eu só estou ultimamente usando para colocar pagar alguns serviços online como Netflix, Spotify, Google e Itunes, lugares físicos só… colocar gasolina no carro, comprar comida e comprar remédio… então foi num desses lugares… provavelmente um dos motoboys que entregam a comida que eu vira e mexe peço para entregarem no trabalho. Eu suponho que tenha sido a mesma pessoa. Mas tudo são suposições…

Sabe o que é o saco de vc ter cartão clonado? É a dor de cabeça que vc tem depois para cancelar as coisas, contestar os gastos que vc não reconhece, ficar uma semana quase sem cartão, ter que olhar… na sua fatura quais os serviços de assinatura que estão cadastrados naquele cartão e ligar para as empresas ou entrar nos sites e o caramba e cadastrar tudo de novo… e ficar com aquela sensação horrível de… será que eu esqueci alguma coisa???? Será que eu esqueci de cadastrar algum serviço…

Felizmente eu consegui resolver tudo, foram duas semanas trabalhosas, umas três ligações demoradas para a operadora de cartão de crédito. Felizmente eu fui super bem atendida. Mas é sempre um transtorno… Não é a primeira vez que eu tenho cartão clonado e … por incrível que pareça sempre aconteceu isso em máquinas físicas… uma vez foi numa papelaria, outra vez num restaurante e uma terceira vez num posto de gasolina… gente maldita pelo amor de Deus.

Mas sempre fica aquela sensação… Sabe aquela primeira vez que te assaltam e levam a sua carteira e vc fica… puts, o bandido vai usar o meu documento para fazer alguma merda… certeza!!! Ele vai usar meu documento pra se identificar e quando ele for pego é o meu nome, meu CPF e meu RG que vai no processo e então um dia eu vou estar passando numa BLITZ e vai ter uma ordem de prisão e eu vou presa. Até eu explicar que focinho de porco não é tomada… eu já me lasquei toda. E essa sensação que fica… essa insegurança.

Vc fica, mas mano… onde foi que fizeram isso, quem foi o maledeto que clonou meu cartão, como é que eu vou saber para poder evitar que isto aconteça novamente. Será que foi mesmo lugares físicos? Será que não invadiram meu PC e roubaram meus dados, será que meu computador, ou meu celular não está com um vírus espião? Será que as lojas online onde eu comprei não vazaram meus dados???

Respostas que na verdade eu nunca vou ter. E nos próximos meses eu vou ter bastante medo de usar meus cartões, tanto online quanto em lojas físicas… talvez eu fique realmente uns meses sem usar o cartão novo, só para ter certeza de que não vão ter gastos que não fui eu mesma quem gastou.

Claro que… posteriormente a gente acaba esquecendo… ser humano é fogo ahahahahahahaha a gente esquece esses perrengues depois de um tempo. Acho que nesse mundo extremamente tecnológico, onde a maioria das coisas a gente compra online, é meio que inevitável passarmos por isso de clonagem. Fazer o quê né? Ficar extremamente irritados e chateados mas… por mais cuidadoso que a gente seja, não tem como evitar de verdade.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao