Nerdices: Canais do YouTube – Freak TV

youtube

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Como vcs sabem a internet é a nova televisão. O que a televisão era para a gente crianças dos anos 70 e 80 a internet é para as crianças de hoje. E como eu já disse aqui diversas vezes, apesar de ter muita bobagem no YouTube tem bastante coisa legal e eu sigo alguns canais bem bacanas, eu já tive a oportunidade de falar de alguns deles aqui para vcs e hoje eu queria falar de mais um que é o Freak TV.

Eu comecei a assistir este canal porque ele tinha ( e tem ainda ) diversos vídeos contando casos de serial killers. É um quadro do canal que se chama “Mentes Diabólicas” com a mudança do algorítimo do YouTube, que anda proibindo diversos “assuntos” considerados não amigáveis para os anunciantes, e acredito que para evitar confusões e processos sobre o You Tube este tema vem diminuindo, o que é uma pena… criminologia e true crime são assuntos bem interessantes e que precisam ser estudados, justamente para evitar que novos assassinos em série façam novas vítimas… mas infelizmente pouca gente pensa assim.

Se vcs curtem true crime e casos de serial killers e a história de como eles se tornaram os monstros que cometeram as maiores atrocidades e como a polícia resolveu os casos, os caçou e os colocou atrás das grades, ou os executou em alguns casos. Se vcs quiserem dar uma olhada nesse quadro do canal que se chama “Mentes Diabólicas” eu vou deixar aqui a playlist para vcs. É bem interessante, eu recomendo pra caramba, e uma das partes mais bacanas é a narração do Milho Wonka o dono do canal!

Outro quadro bem interessante do canal é o “Documento Criminal”  infelizmente os últimos casos que tem sido abordados são crimes nacionais. Alguns deles bem chocantes, bem violentos e que ainda estão bem frescos na nossa memória por conta disso. Apesar da temática criminológica e de narrar alguns crimes bem chocantes o canal trata cada um dos casos com bastante respeito e cuidado, até mesmo para não ofender as vítimas sobreviventes ou os familiares das vítimas.

De novo, não é um canal que dá para indicar para qualquer pessoa, tem pessoas que não curtem o assunto, que ficam impressionados com a descrição dos casos, se vc é uma pessoa que se impressiona facilmente eu não recomendo este canal para vc, mas se vc curte true crime, criminalística, todo o trabalho investigativo… vc vai curtir este canal então eu deixo a recomendação para vcs. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Anúncios

De Volta Para a NET

net-logo-empresa-4

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Agora… mas antes eu não estava não eu estava bem irritada. Tem umas semanas eu escrevi aqui um post sobre os nossos problemas de internet aqui em casa com a TIM Live, que acabou nos irritando profundamente e a gente acabou cancelando a internet da TIM, o que nos obrigou a voltar a fazer uma assinatura com a NET

E eu digo que fomos obrigados porque infelizmente temos poucas opções de empresas de internet nesta São Paulo de meu Deus, aliás, neste Brasil de meu Deus né? Mas enfim… depois de ligar em todas as operadoras Vivo, Claro, Oi e NET (se bem que a NET e a Claro são a mesma né), acabamos voltando para a NET. A danada da Tim estava nos dando problemas, queríamos sair dela. A FDP da Vivo ficava ligando direto para a gente, aquele Telemarketing miserável, oferecendo o diacho do Vivo Fibra, quando a gente finalmente liga pra eles eles dizem que pra nossa região só tem disponível pacote de 4Mega. Imagina… 4 mega, meu celular tem mais velocidade que isso… e a gente tinha o pacote de 50 mega na TIM LIVE.

Resumindo, ligamos na NET e para a nossa região eles tinham disponível o pacote de 240 mega. Nós estávamos pagando 120 reais por 50 mega na TIM Live, na NET era 240 mega por 159… Topamos e tá aqui embaixo a velocidade da conexão para vcs verem. Velocidade de Upload da TIM era melhor, era de 30 Mega, mas como a gente não manda muita coisa pesada para a internet 20 mega tá de bom tamanho. E na hora do download que é a hora mais importante temos 240 mega à nossa disposição. Por hora as coisas estão funcionando direitinho, vamos ver por quanto tempo…

111.png

Eu fiquei muitos anos na NET antes de mudar para a TIM e eu estava até que satisfeita com o serviço. Até que eles começaram a pisar na bola e eu resolvi mudar. Fiquei três anos na TIM até eles começarem novamente a pisar na bola e eu voltei para a NET, que esses dias atrás anunciou que não vai ser mais NET né? Que vai ser tudo Claro agora…

O grande problema no Brasil é que estamos reféns de poucas empresas que prestam serviços de internet de banda larga no país. Não tem concorrência, então vc não tem para onde correr. Vc fica pulando de uma para a outra na esperança deles prestarem um serviço decente. Eu e meu irmão que joga online por hora estamos satisfeitos com o serviço por hora. Vamos ver quanto tempo essa alegria vai durar.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Teve Censura na Bienal do Rio de Janeiro?

BIENAL

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Eu sei que já tivemos texto hoje, mas sim teremos texto extra. Eu sei que o assunto meio que já passou, a Bienal do Rio inclusive já acabou… Já era para eu ter escrito e postado este texto, mas eu confesso que ultimamente me dá uma preguiça de discutir esses assuntos que vivem pipocando na internet nas redes sociais. Já falamos aqui no blogue sobre como as opiniões estão extremamente polarizadas (esquerda x direita) no Brasil e no mundo atualmente e como, não importa o que vc diga vc vai tomar pedrada de um dos extremos. E se a sua opinião for moderada e estiver no meio do caminho entre um e outro, vc vai tomar pedrada dos dois lados.

Então por isso eu tenho evitado, em quaisquer das minhas redes sociais, e aqui no blogue também. Emitir minhas opiniões e meus pontos de vista sobre qualquer assunto polêmico que venha à baila porque como diria Jaiminho, eu quero evitar a fadiga. Mas… como o tema tá muito ligado à literatura, se falou muito em censura às obras literárias, em Constituição, em liberdade de expressão… eu como escritora e como Bacharel em Direito resolvi falar sobre o tema aqui no blogue. Então vamos por partes. Uma das perguntas que não quer calar… houve censura por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro?

Antes de responder a esta pergunta faz-se necessário saber o que é Censura? Se vc der procurar a palavra no Google vc vai ter esta resposta da imagem abaixo. Que no seu ítem dois diz exatamente isso… Censura é uma análise, feita por um censor, de trabalhos artísticos, informativos etc., ger. com base em critérios morais ou políticos, para julgar a conveniência de sua liberação à exibição pública, publicação ou divulgação.”

censura

E foi isso que aconteceu na Bienal? Da leitura do que é censura eu acredito que não. Lá nos Governos Militares pelos quais passamos sobre os ditames do malfadado AI 5 havia um órgão governamental que analisava todo material escrito (eu tô falando só dos livros mais especificamente mas isso acontecia com toda produção artística possível e imaginável beleza?) e os livros não eram nem sequer publicados. Não foi bem isso que o Prefeito do Rio de Janeiro fez… ele tentou tirar dos estandes da Bienal algumas obras, uma em especial que era uma HQ da Marvel, afirmando que o conteúdo dessas obras era inadequado para jovens e crianças e o dispositivo legal usado como base para esta ação da prefeitura foi o ECA. Mais especificamente seus artigos 78, 78 Parágrafo Único e 79. Que eu vou deixar aqui embaixo para vcs lerem na íntegra. 

eca

Assim… de novo, da leitura do artigo eu não acho que cabia à Prefeitura ir lá na Bienal e querer recolher qualquer um dos livros. Primeiro porque ao meu ver nenhuma das publicações (pelos menos as que foram mostradas nas mídias e redes sociais) tinham nada de indecoroso, pornográfico, impróprio ou inadequado em suas capas, que é do que trata o artigo 78. Algumas das publicações tinham temática LGBT em seus conteúdos. Agora, fazendo o papel de advogado do diabo… e letra do artigo 78 é bem aberta, porque vejam só… está escrito assim: “publicações contendo material impróprio ou inadequado a crianças e adolescentes”. Quem decide o que é material impróprio ou inadequado? O Governo? Os Pais? O Judiciário? É muito subjetivo. O que é impróprio e inadequado para um determinado grupo de pessoas pode não ser assim considerado por outro grupo de pessoas com valores completamente diferentes.

Então ao meu ver dentro do cenário político polarizado que vivemos no momento. O Prefeito do Rio, que todo mundo sabe, é Bispo da Igreja Universal, pegou essa lacuna na lei, leu e fez a sua interpretação dentro do seu entendimento… com base nas suas crenças religiosas e nos seus valores morais e blábláblá. E achou que podia ir lá e multar as empresas e tirar os livros de circulação. Foi censura? No sentido estrito da palavra não foi. Na prática foi uma tentativa de intervenção estatal. Mas censura mesmo não foi… foi uma fiscalização inadequada, com viés político e ideológico? Foi. Foi uma tentativa de aparecer como o paladino da moral e dos bons costumes e defensor da família tradicional brasileira? Foi.

Para quem é de fora de São Paulo. O Governador Dória tentou fazer uma coisa semelhante, tirando das escolas públicas uma apostila de ciências que falava de Diversidade Sexual alegando que era “Apologia À Ideologia de Gênero”. Não teve tanto destaque na mídia porque a ação dele não era tão abrangente, estava restrita às escolas estaduais e também logo de cara o TJ-SP já cortou as asinhas dele proibindo-o de desperdiçar dinheiro público e de recolher as apostilas.

A atitude do Crivela Prefeito do Rio, foi pior que a do Dória porque ele foi meter o bedelho na Bienal que é um evento de iniciativa privada. A Prefeitura tem que fiscalizar, mediante denúncia do cidadão, se o local tem alvará ou licença de funcionamento, se tem liberação do bombeiro, se tem saídas de emergência, infra-estrutura adequada para a quantidade de gente que vai receber… essas coisas. A verdade é que o texto legal, sendo tão aberto, dá margem à interpretações diversas… tanto que a prefeitura foi lá tentar recolher os livros, aí a Bienal entrou com uma liminar com um Desembargador concordando com a ação da Prefeitura, daí caçaram a liminar porque outros juiz entendeu que não tinha nada a ver.

Teve protesto contra o Crivela na Bienal, teve livro de temática LGBT lacrado sendo distribuído de graça pelo YouTuber Felipe Neto, teve hashtag contra o Felipe Neto em primeiro lugar nos Trending Topics do twitter de gente que concordava com o Crivela. Teve trocentos vídeos no YouTube discutindo se era Censura, se não era com as mais diferentes opiniões. Foi um bafafá e no final das contas… o resultado de toda essa discussão foi que a Bienal acabou vendendo muitos mais livros do que o previsto. Especialmente livros adolescentes com a temática LGBT, justamente o oposto do que o Crivela queria… o tiro dele então acabou saindo pela culatra.

O que acaba sendo por tabela ótimo para o mercado editorial brasileiro que tá numa pindaíba fenomenal… diversas editoras falindo, cada vez menos autores tendo oportunidade de terem seus livros publicados, distribuídos e nas mãos do grande público. Como escritora eu acho revoltante a mera tentativa do Prefeito de tirar qualquer livro de circulação simplesmente porque ele não acha adequado o conteúdo. Num Estado Democrático de Direito as pessoas deveriam ter direito de ter acesso à todo e qualquer tipo de produção cultural. Deixa as pessoas decidirem o que é bom ou ruim para a sua formação. O que ela acha bacana ou não. E o que os seus filhos crianças e adolescentes vão ter acesso. 

Ai Shao o que vc acha do Felipe Neto ter distribuído livro de graça, não foi legal? Felipe Neto é um mestre do marketing. Ele sabe como ninguém se promover e desde que o PT perdeu as últimas eleições ele vem ferrenhamente no Twitter se posicionando contra todos os governos que ele acha que são “de direita” e que são “autoritários”. Ele deixa claro em todos os tweets a visão de mundo que ele tem e ele tem se posicionado neste sentido, de acordo com o que ele diz acreditar. Como pessoa pública ele tem, imagino eu, uma influência imensa. Ele vira e mexe critica o Governo Bolsonaro… e critica o Governador e o Prefeito do Rio de Janeiro.

Agora, independentemente das opiniões e posicionamentos filosóficos, políticos, etc, dele… independentemente de eu concordar ou discordar dele no que quer que seja. Distribuir um monte de livros gratuitamente, sempre é uma coisa legal. Não importa quais livros sejam, se vc distribuir livros vc vai estar incentivando a leitura. E isso é muita coisa num país como o nosso, que é imenso mas que consome tão pouca literatura. Então, parabéns pela iniciativa de distribuir livros senhor Felipe Neto.

Outras pessoas deveriam seguir o exemplo dele, fica a dica aí pros empresários, bora distribuir mais livros todo ano tem bienal, uma em SP outra no Rio… bora comprar uns trocentos livros e distribuir nas novas edições. Não apenas com a temática LGBT, mas com temáticas variadas… e esta foi a minha opinião sobre todo esse bafafá da bienal do Rio de 2019.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Desenhos Antigos – Falcão Azul e Bionicão

falcão azul

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… hoje é aquele dia da semana, que todo mundo adora… pelo menos é essa a impressão que eu tenho pelo número de acessos ao blogue (aumenta para caramba), que é aquele dia que falamos de desenhos animados e como esta que vos escreve é quase uma pessoa de meia idade geralmente de desenho velho. A bola da vez do dia é “Falcão Azul e o Bionicão”, mais uma animação da Hanna Barbera.

Essa animação é do ano que eu nasci, de 1976. Ele teve duas temporadas e vinte episódios de mais ou menos 30 minutos cada… Se eu não me engano ele foi ao ar no Brasil na Record, no SBT, na Globo e na Bandeirantes. Uma curiosidade do desenho animado é que o nome original é “Dynomutt, Dog Wonder” – que foi traduzido em alguns momentos como “Dinamite – O Bionicão” mas que ao pé da letra quer dizer “Dinamite – O Cão Maravilha”. Ou seja, o cachorro é o personagem principal desta animação e não o Falcão Azul como poderia se esperar.

O Bionicão é uma versão robô do futuro do medroso Scooby-Doo. Inclusive tiveram vários cross overs entre a galera do Scooby-Doo e o Falcão Azul e o Bionicão. Enquanto o Falcão Azul é uma espécie de Batman, o Bionicão é o seu Robin cibernético em forma de cachorro. E eu digo que o Falcão Azul é uma espécie de Batman porque ele não tem nenhum super poder. Ele tem apenas um monte de gadgets no seu falcomóvel. Ele tem até mesmo um cinto de utilidades como o do Batman.

Já o seu cachorro andróide o Bionicão é uma máquina com diversos equipamentos que concedem a ele várias habilidades… O desenho fez um certo sucesso, chegando a ser lançado também em quadrinhos e ter sua linha de brinquedos, mas não alcançou o mesmo sucesso do seu “primo” Scooby-Doo. Eu não sei porque, mas era um dos meus desenhos favoritos quando eu era criança.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

 

Tem dias que não dá vontade de sair da cama…

solitario

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Tá um frio, mas um frio em São Paulo (tô escrevendo este texto no feriado de 09/07 – não sei se é feriado nos outros lugares, mas é em Sampa) que nem dá vontade de sair da cama. Tão frio que nem a menopausa tá segurando a friaca. Infelizmente eu sou velha e já foram-se os dias que eu conseguia ficar numa posição só muito tempo.

Mas vcs devem estar lendo este texto em Setembro, não deve estar mais frio em Setembro… deve estar começando a ficar quente com a proximidade do final do ano e do verão. Outro motivo que me faz nem querer levantar da cama esses dias é o fato de que eu tô tomando dois antialérgicos diferentes… sono para caramba amigos. De novo, felizmente eu peguei quatro dias de feriado para ficar em casa então acho que até acabar o feriado o organismo já vai estar adaptado à medicação então eu vou conseguir trabalhar de boa.

Fora o sono e o frio, tem dias que dá aquele desânimo sabe, e esses são os piores… a vida bate tanto na gente… que tem dias que a gente acorda cansada. Sabendo que a gente vai sair da cama, tomar banho, se arrumar, tomar café, sair para o trabalho antes do sol nascer… trabalhar oito horas e só vai voltar para casa quando  e vai tomar mais um monte de pancada da vida.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Causos de Família: As balas assassinas

soft

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Quem nasceu nos anos 70 e 80 conhecem muito bem as malfaladas bala soft. Eram umas balas danadas de gostosas, eram caras… pelo menos eu achava que eram na época. E elas eram conhecidas por serem as balas assassinas. Porque haviam na época muitos casos, ou então muitos boatos de casos de acidentes em que crianças tinham engasgado, e até morrido, com as balas entaladas na garganta.

Se os casos eram reais ou eram lendas urbanas jamais saberemos, entrou para o imaginário popular, já era… Mas, eu tive dois acidentes com essas balas soft e da segunda vez eu quase morri. Sério… eu nem tô brincando. Eram balas muito boas mano, e eram uma das minhas favoritas. Aliás minhas três balas favoritas eram… a bala soft, as balas de doce de leite e as balas de hortelã. Essas duas últimas vc ainda encontra. E eu nunca tive muita sorte com balas, eu já perdi dente, obturação por causa de bala, já cortei a língua… e com as balas softs eu quase morri. 

O que acontecia com as balas soft é que o formato delas, mais o fato delas serem lisas e não ter nenhum buraco, conforme a bala ia derretendo ela ficava ainda mais lisa e ela criava pressão e grudava no céu da boca. Mas quando ela ficava presa no céu da boca não era problema, o problema acontecia quando ela escorregava pela sua garganta e grudava na garganta e ficava lá entalada. E isso aconteceu comigo duas vezes…

Uma vez eu tava em casa, sentada na cozinha com a minha mãe, a gente tinha acabado de jantar. E ela me deu um tapão nas costas quando ela viu que eu tava engasgando e a bala saiu voando. Da segunda vez eu e minha mãe de novo, estávamos no meio da rua. Lá na Penha se eu não me engano.

Minha mãe tentou me desentalar da bala com um tapão nas costas novamente, mas a bala tava grudada na garganta. Então ela enfiou o dedo na minha garganta e arrancou a bala de lá de dentro com a unha… E minha mãe, diferentemente de mim que uso as unhas bem curtas, tinha aquela puta unha comprida, imensa, vermelha… Ela arrancou a bala e eu acredito que um pedaço da minha garganta, porque eu fiquei umas duas horas cuspindo sangue depois hahahaha.

Depois dessa segunda vez ela me proibiu de comer essa bala… depois de uns anos eles modificaram o formato da bala, colocaram um buraco no meio dela e parece que resolveu o problema dela entalar na goela da gente. Mas eu nunca mais comi essas balas, nunca mais encontrei para comprar na verdade. Se eu encontrasse agora acho que me arriscava. E vcs, tiveram experiências traumáticas com as Balas Soft?

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Diabetes #39 – Dicas de Como Baixar a Glicose

diabetes

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Quer dizer, mais ou menos… por conta do tratamento da dermatite eu tenho tomado diversos remédios para cicatrizar as lesões e alguns desses remédios deixam a minha glicemia (que são os níveis de açúcar no sangue) bem descontrolados. Eu ainda tenho tratamento para frente, mas… assim ainda assim eu tenho me esforçado para manter os níveis de açúcar o mais baixo possível.

Tem estado bem mais altos do que o meu normal, mas… é por causa dos remédios. Eu tenho feito o possível. Mas acho que os níveis só vão voltar ao normal quando eu parar de tomar tanto corticoide. Entretanto, bastantes pessoas me falam. Nossa, vc tem diabetes mas ela é bem controlada né? Geralmente (no momento não) sim. E o que eu faço para ela ficar entre níveis aceitáveis para um diabético? Eu conto pra vcs…

Entretanto, antes disso deixa eu dizer que os níveis de um diabético raramente vão ficar entre os 70 e os 100 que é o normal de quem não tem diabetes. Minha endocrinologista determinou que meus níveis precisam ficar preferencialmente entre 80 e 130. Se eles ficarem entre 80 e 140 ela disse que tá legal também…

Primeira coisa que eu fiz foi procurar uma nutricionista, com quem eu aprendi o que comer, a contar calorias e mais importante… contar carboidratos. Minha nutricionista fez um cardápio para mim… com o que eu tenho que comer, o que eu não posso comer, ou não devo comer, os horários e as quantidades. Meta é… perder peso e ficar dentro desses níveis de glicemia, entre 80 e 130. Nem sempre eu consigo… tem dias que ela vai embora e bate 150, 180… mas ainda assim não é tão ruim. Ultimamente, ela chegou bater 350 por causa do corticoide e dos antialérgicos…

Mas voltando, segunda dica é primeiramente comer nos horários corretos, as quantidades corretas e os alimentos corretos. Essa é a parte mais importante. Terceira dica… tomar a medicação nos horários corretos… tanto os medicamentos, comprimidos quanto a insulina se vc for insulinodependente. A insulina vc tem que aplicar sempre um tempinho antes de comer. Não pode aplicar e já comer… vc tem que dar um tempo, dependendo do tipo de insulina tem um tempo certo, para ela começar a agir no organismo.

Quanto à comida, eu já disse aqui no blogue que diabético pode comer de tudo, mas vc deve privilegiar certos alimentos. Então vc tem que comer carboidratos, mas bem pouco mesmo… e proteína também, na quantidade certa, para não ter problemas de hipoglicemia caso vc tome insulina. Mas vc tem que privilegiar os legumes (sem amido, porque os que tem amido são ricos em carboidrato) e saladas, e verduras nas refeições. De novo, enfatizando que os horários e as quantidades são muito importantes… um diabético que injeta insulina não pode ficar mais de três horas sem comer nada.

É bom ter cuidado com frutas… algumas frutas como, uva, melão, melancia, banana, tem muito açúcar (frutose, que é o açúcar natural das frutas) então vc tem que comer bem pouco e ocasionalmente. Tem que tomar cuidado com sucos de frutas também justamente por causa da frutose. E com bebida alcoólica. Bebidas com álcool jogam a glicemia lá para cima.

Não acreditar em receitas miraculosas da internet é uma dica importante também. Todo diabético já ouviu uma receita miraculosa, que cura o diabetes. Diabetes não tem cura… alguns chás, medicina alternativa, auxiliam mas não curam o diabetes. Existe diabetes controlado… mas não existe cura. Eu mesma descobri que se eu tomo um pouco de chá de carqueja depois de alguma refeição ajuda pra caramba a baixar a glicemia.

Se eu quero comer uma macarronada no domingo, eu faço uma dieta bem rígida durante a semana, sem comer nada fora do meu cardápio e tomando os remédios de forma bem certinha… E no final de semana eu aumento um pouco a dose da insulina, tomo bastante água durante o dia, e tomo um chá verde ou um chá de carqueja depois de comer massa, que tem carboidrato para um caramba.

Já que eu falei da água… água é essencial. O diabetes pode causar problemas nos rins, falência e até necessidade de transplante. Então… pelo menos três litros de líquido por dia… eu antes não conseguia, hoje eu já consigo, pelo menos dois litros de água e mais um litro de outros líquidos entre café, leite desnatado, sucos sem açúcar e chás.

Fazer exercício todos os dias… uma hora pelo menos… também é muito necessário. Ajuda para caramba a combater o estresse que é um dos diversos fatores que causam aumento da glicemia. Dormir direito, oito horas por noite também é necessário, também por conta do estresse e do cansaço.

Vou terminando este post por aqui… Essas foram as dicas para quem tá tentando baixar a glicemia, espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – A Caminho de Casa (A Dogs Way Home).

dogswayhome

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Terceiro e último filme do dia. É um filme fofinho chamado “A Caminho de Casa” na versão brasileira e “A Dog’s Way Home” no original em inglês… um drama água com açúcar… que eu geralmente não curto assistir. Eu geralmente não curto filmes que tem animais como protagonistas… ainda mais animais falantes, que eles adicionam efeitos especiais em CGI onde eles tentam humanizar os animais. Mas, me disseram que era legal então eu resolvi dar uma chance ao filme.

Primeiramente deixa eu dizer que a cachorrinha do filme é muito fofinha, dá vontade de apertar… apesar de ela ser uma vira-latas com uma mãe pitbull. E a história do filme é mais ou menos assim: Numa rua do subúrbio norte americano Lucas mora com a sua mãe… e na rua de Lucas existem umas casas abandonadas e nessas casas estão alojados diversos animais de rua, gatos e cachorros. O dono do local quer demolir a casa mas ele não quer tomar responsabilidade com os animais alojados no local. Lucas, preocupado com os animais está sempre atrapalhando os planos do sujeito.

Lucas quer ser veterinário e vive protegendo os animais. Então um dia, quando vai levar comida para os gatos que ficam na casa abandonada ele encontra uma cadelinha filhote, então ele dá o nome de Bella para ela e a leva para casa para morar com ele e sua mãe. A mãe de Lucas (interpretada por uma das minhas atrizes favoritas a Ashley Judd) é uma veterana de guerra que sofre de depressão e Lucas trabalha como voluntário em no hospital local onde sua mãe e outras pessoas que também sofrem de depressão.

Todos são felizes e Bella de vez em quando vai para o hospital e sua presença ajuda os pacientes com depressão a melhorarem. Entretanto ela sempre entra escondida no hospital. Um certo dia enquanto está passeando pela rua ela é recolhida pelo Controle de Animais e é recolhida ao abrigo porque pela lei a raça Pitbull foi banida da cidade. Depois de um tempo trancafiada no abrigo Lucas consegue uma autorização para tirar a cachorrinha do local, com uma condição, que ele arrume um lugar para ela ficar fora da cidade. 

A namorada de Lucas então arruma para que ela fique com seus pais numa cidade na fronteira com o México. Entretanto, mesmo estando sendo bem tratada e bem cuidada na casa Bella sente saudades de Lucas e na primeira oportunidade que aparece ela foge da casa onde está e seguindo seu instinto ela resolve voltar para casa para reencontrar seu amado Lucas. Entretanto, em sua jornada, Bella vai enfrentar diversos perigos e desafios para poder voltar para casa e para Lucas. Mas, vcs vão ter que assistir ao filme para descobrir tudo o que acontece. É um filme bem fofinho e eu recomendo para vcs para caramba.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – Homem Formiga e Vespa

home

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Segundo filme do dia… é mais um da Marvel, mais um do homem formiga. O filme é “Homem Formiga e a Vespa”… São os mesmos personagens do primeiro filme numa nova aventura. Este filme é tão legal, ou até mais legal, que o primeiro. Ele tem mais ação a história é mais complexa e emocionante.

Este filme volta um pouco no tempo, ele conta a história de como Hank o milionário velhinho (interpretado pelo Michael Douglas) perde a sua esposa Janet (interpretada aqui pela Michele Pfeifer) numa missão. Então a gente vê que o homem formiga original tinha uma ajudante A Vespa. E ela sacrificou a sua vida numa missão contra a S.H.I.E.L.D. para salvar milhares de vidas. Hank e a filha Hope nunca se conformaram com a morte de Janet. Nas aventuras de Scott no primeiro filme, ele sem querer reduz seu tamanho até ficar do tamanho de uma molécula e vai parar no Reino Quântico…

Eu nem vou tentar explicar para vcs o que é o Reino Quântico, assistam ao filme para tentar entender. Eu entendi bem mais ou menos. Mas… no Reino Quântico as coisas funcionam diferentes da forma como funcionam aqui na nossa dimensão. Inclusive, o tempo, passa de forma diferente no Reino Quântico. Hank sempre acreditou que se uma pessoa fosse parar no Reino Quântico seria impossível retornar para a nossa dimensão porque isso alteraria demais as moléculas do corpo da pessoa. Mas quando Scott por acidente vai parar no Reino Quântico e consegue voltar… Hank e Hope começam a ter esperanças de que Janet ainda esteja viva, e presa no Reino Quântico.

Então eles passam os dois anos seguintes tentando construir um túnel para levá-los até o Reino Quântico descobrir se Janet está viva ainda e perdida por lá, encontrá-la e trazê-la de volta à nossa realidade. Já não é uma missão fácil… para deixar as coisas ainda mais complicadas, claro que sempre tem os vilões fazendo um inferno na vida dos nossos heróis. e eu não vou contar o que mais acontece no filme porque como sempre eu não quero dar spoilers e estragar a experiência de vcs. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – Homem Formiga

homemformiga

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Mais uma sexta-feira. Bora falar do nosso assunto favorito das sextas-feiras. E o primeiro filme de hoje é mais um da saga MCU da Marvel. Eu estou vendo, aos poucos, todos os filmes da Saga dos Vingadores… os que eu já vi eu estou revendo e os que eu pulei de ir ao cinema ver eu estou finalmente assistindo e o primeiro filme de hoje é um desses que eu ainda não tinha visto.

Bola da vez é “O Homem Formiga”. Antes de mais nada deixa eu dizer que quando lançou este filme nos cinemas eu não tive o menor interesse de ir vê-lo porque eu não conhecia este herói da Marvel. A única coisinha que chamou a minha atenção foi a presença do Paul Rudd como protagonista do filme. Eu gosto dele pra caramba, acho ele uma gracinha além de muito bom ator. E eu assisti esses dias e deixa eu dizer para vcs. Eu me arrependi de não ter ido ver nos cinemas. O filme é muito bacana… o Paul Rudd manda muito bem e o roteiro é bem leve e engraçado. E para quem não viu eu recomendo grandemente que veja.

Para quem ainda não viu… A história do filme é mais ou menos assim… Hank Pym (interpretado pelo veterano Michael Douglas) é um cientista genial que cria um soro chamado Partículas Pym enquanto trabalha com a S.H.I.E.L.D. Acontece que Hank descobre que a organização se corrompeu e resolve abandonar a equipe e levar a sua criação com ele porque ele acredita que essas partículas, se caírem em mãos de vilões pode ser perigoso. As Partículas Pym são o que possibilitam Hank se transformar no Homem Formiga… ficar diminuto ou gigante. Hank então foge e decide manter a sua criação em segredo.

Muitos anos depois conhecemos Scott Lang (interpretado pelo Paul Rudd) é um engenheiro elétrico genial que se meteu em confusões e crimes e foi parar no presídio. Depois de cumprir a sua pena ele tenta mudar de vida mas… não consegue… então para arrumar algum dinheiro para conseguir uma casa e poder visitar a filha nos finais de semana ele resolve fazer um último roubo e com o dinheiro criar a sua própria empresa de segurança, com seus amigos.

Numa dessas reviravoltas do destino, Scott acaba invadindo a casa de Hank. Ele arromba o cofre no porão e não encontra nada além da roupa do Homem Formiga e um capacete… achando aquela roupa estilosa ele acaba levando ela consigo. Já em casa ele resolve experimentar a roupa acionando acidentalmente o mecanismo que ativa as partículas Pym e ele encolhe, ficando do tamanho de uma formiga e quase morre. Morrendo de medo e sem saber o que aconteceu ele decide devolver a roupa para o lugar de onde ele a furtou, entretanto ele é pego em flagrante pela polícia quando tentava fugir do local.

Entretanto Hank e sua filha Hope (interpretada pela atriz Evangelline Lilly) resolvem limpar a barra de Scott e fazer uma proposta para ele… que ele seja o novo Homem Formiga porque Hank não tem mais idade para ser o super-herói. A princípio Scott fica relutante, mas então ele compra a ideia e Hank e Hope começam a treiná-lo para substituir Hank e impedir os vilões de desenvolver uma tecnologia semelhante à das partículas Pym e criar um exército de espiões minúsculos que são capazes de invadir qualquer local e causar um dano nunca antes imaginado.

Daí para frente eu não vou contar o que acontece porque eu não quero dar spoilers. O filme é bem bacana, ele tem um humor inteligente. As partes mais divertidas são as de Scott aprendendo a lutar e a usar seus poderes e a se tornar um super-herói com seu jeito bem humorado enquanto Hank e a filha Hope são mais sérios e sisudos, naquela vibe de cientistas. É bem legal… o destaque do filme é o Paul Rudd mesmo…

Depois de vê-lo interpretando o papel com o humor leve que ele faz eu me pergunto por que não escalaram ele anos antes para interpretar o Homem Aranha… o papel certamente cairia como uma luva nele.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Música: CD Novo – The Cranberries – In The End

intheend

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Bora falar de música? Hoje o post não vai ser muito feliz, vai ser meio triste porque vamos falar do último álbum lançado pela banda irlandesa The Cranberries. E tipo é o último mesmo pois em 15 de Janeiro de 2018 a vocalista da banda Dolores O’Riordan faleceu em Londres onde a banda trabalhava nas gravações deste último álbum. A causa da morte de Dolores foi divulgada posteriormente pela imprensa, Dolores tomou remédios para dormir e ingeriu álcool o que fez com que ela apagasse e morresse afogada na banheira do hotel.

Na data que se completava um ano do falecimento de Dolores, 15 de Janeiro de 2019, os demais integrantes da banda: Mike Hogan, Noel Hogan e Fergal Lawler, anunciaram o lançamento de “In The End” o oitavo e último álbum de estúdio da banda. Finalmente em 26 de Abril de 2019 o álbum foi lançado e meses e meses depois do lançamento eu finalmente tomei coragem para ouvir as canções. Sempre é bem triste quando um artista que admiramos parte ainda mais de uma forma tão trágica. Vc fica com aquele desejo de que ele ficasse mais, que ele ainda tinha muita vida pela frente… mas… no final das contas todos temos a nossa hora não é mesmo?

dolores

Mas falando do CD. Eu não sei se é porque eu sei que é o último… eu não sei se é porque Dolores morreu que eu sinto desta forma, ou se o Álbum realmente foi mixado e montado desta forma pelos membros restantes da banda… mas todo o álbum tem um clima meio triste. Mas ao mesmo tempo tem toda a questão da morte da Dolores e temos também o fato de que as músicas do The Cranberries sempre tiveram essas característica. Mesmo a batida sendo agitada… as letras sempre foram ótimas… sempre foram letras fortes, sérias, profundas e tristes. E neste álbum não é diferente. São 11 faixas, de mais ou menos 3 ou quatro minutos cada… uns 43 minutos de música boa.

O tema do álbum parece ser a passagem do tempo, o ontem o hoje e o amanhã. Fala de idas e vindas e destinos. Fala de vida e de morte de começo e fim… todas as músicas tem mais ou menos essa temática e o álbum tá tão bem amarradinho, tão redondinho que é um daqueles que vc coloca para tocar no Spotify sem pular quase nenhuma faixa… E em todas as canções a Dolores está cantando lindamente. Ela que tinha uma voz maravilhosa, que conseguia ser forte e rasgada numa pegada mais rock ‘n roll mas que era talentosa para caramba e conseguia mandar uma balada daquelas cheias de melodia.

Tem várias baladas nesse último trabalho… e em quase todas as músicas ela canta abusando daquele timbre bem melancólico e suave. Chega dar vontade de chorar ver uma voz dessa se calar e partir. Um dos melhores álbuns do The Cranberries entre todos os que eles lançaram. Minhas favoritas dele… primeira faixa chamada “All Over Now”. Faixa número 3 chamada “Wake me When It’s Over” e a faixa número 9 chamada “Summer Song”. Eu vou deixar vídeos com essas músicas espalhados pelo post. Espero que vcs curtam. Eu recomendo pra caramba este trabalho do The Cranberries… ele acaba de entrar pro meu top 3 de álbuns favoritos deles.

Uma pena que não teremos mais nenhum… muito triste me despedir dessa que sempre foi uma das minhas cantoras favoritas. Eu tive a chance de vê-los ao vivo em 2013 se eu não me engano e foi um dos melhores shows que eu assisti na minha vida. RIP Dolores… you will be missed.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Blogue: Como andam os textos por aqui Shao?

Typewriter 1

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Faz um tempinho que eu não atualizo pra vcs as coisas aqui do blogue não é mesmo? O que eu tenho feito, ou o que eu tenho deixado de fazer. A última vez eu tinha dito à vcs que eu tinha conseguido deixar os 90 textos agendados com antecedência e que agora eu queria escrever mais e chegar nos 120, lembram?

Pois é… mas aconteceram umas coisinhas a tia aqui ficou chateada com umas coisas que agora não vem ao caso, sem dizer que eu fiquei doente de novo e eu não consegui escrever muito… então estamos estagnados nos 90 posts por enquanto. Eu sinceramente não estava (e ainda não estou um pouco) muito animada, nem com muita vontade de escrever. Eu me obrigo a escrever pelo menos duas por dia… todos os dias… como eu já disse pra vcs aqui no blogue mesmo, num post longínquo… escrita é um exercício como outro qualquer…

Mas tem dias que escrever é um parto, tem dias que a gente simplesmente não tem vontade, ou não tem ideia nenhuma sobre temas… E vc não quer falar da mesma coisa trocentas vezes senão o blogue fica chato. Então atualmente eu estou alguns problemas que estão afetando a minha produtividade em se tratando de criar os textos aqui para o blogue. Porque mesmo quando eu não tô afim de escrever mesmo assim eu tenho ideias e eu anoto com aquela coisa de… depois eu escrevo.

Eu acho que minha falta de vontade de fazer algumas coisas é por causa da minha dermatite, e de como essa dermatite tem me deixado extremamente irritada… até mesmo porque eu não vejo solução pra ela, cada hora um remédio diferente, e nada dela melhorar ou então ela melhora e depois piora. E essas coisas vão minando a minha resistência física e acabam mexendo também com o psicológico. Essas coisas vão desanimando a gente. Mas nem era disso que eu queria falar não é mesmo?

Voltando a falar das postagens, se por um lado eu não escrevi muito, por outro lado… eu tive tempo de assistir algumas séries novas e alguns filmes que já estavam na minha lista fazia um tempinho. E eu vi coisas legais para caramba, aguardem novos textos sobre séries e filmes em algumas semanas. E assim que meu humor der uma melhorada, certeza que minha produção textual deve voltar ao normal também.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Desenhos Antigos – Capitão Marvel (Shazam)

shazam

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Faz bem pouco tempo, poucos meses foi lançado o filme “Shazam” e isso me fez lembrar do personagem de um desenho animado que eu assitia lá nos anos 80. Não sei quantas pessoas vão se lembrar desta animação mas… era o desenho do “Capitão Marvel” (ou Capitão Maravilha se vc for traduzir o nome do dito cujo ao pé da letra) e que posteriormente teve seu nome alterado para Shazam por conta de ser um personagem da DC Comics… que estava usando o nome da empresa rival da DC a Marvel.

A animação foi produzida entre 1980 e 1982, foram duas temporadas e 28 episódios de mais ou menos 15 minutos cada. No Brasil esta série foi transmitida pela Rede Manchete, pelo SBT, pela Rede Globo e pela Rede Record. E a história da animação é mais ou menos assim: Na família Batson o filho mais velho, chamado Billy vai morar com seu velho Tio Dooley após a morte dos seus pais. Numa noite Billy é acordado pelo fantasma de seu pai que o leva até um mago chamado Shazam. Esse mago então concede a Billy super poderes transformando-o num super-heróis quando ele pronuncia a palavra mágica SHAZAMOs poderes do super-herói então seriam: a sabedoria de Salomão, a força de Hércules, o vigor de Atlas, o poder de Zeus, a coragem de Aquiles e a velocidade de Mercúrio (Shazam seriam as letras das iniciais de todos esses heróis e mitos antigos). 

Billy então começa a ter a vida dupla de todos os super heróis, durante o dia ele trabalha como locutor numa rádio e quando o perigo se apresenta ele é o Shazam. Pouco tempo depois Billy encontra sua irmã Mary Batson e ela também ganha poderes e passa a ser Mary Marvel,a super poderosa ajudante do Shazam. Com o passar do tempo vários outros personagens são incorporados às aventuras dos dois e todos eles moram no apartamento do Tio Dooley e combatem às forças do mal. Os principais vilões da animação são o Sr. Cérebro, o Adão Negro e o malvadão maior da série o cientista maluco Dr. Silvana.

Não sei se este era um desenho animado muito aclamado na época, não sei se tem uma galera, que como eu se lembra ainda deste desenho em especial. Vcs que estão lendo este texto agora lembram deste desenho? Deixem aí nos comentários.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Onde eu compro meus jogos para PC?

steam

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Tô de volta ao trampo já, acabou a vida mansa de dormir até nove horas da madrugada (lembrando novamente que eu estou escrevendo este post em junho, vcs estão lendo ele apenas em setembro). E essa primeira semana é sempre a mais complicada… eu tenho que voltar à minha rotina de acordar às cinco e meia e ir dormir quase à meia noite e por conta disso, nessa semana eu com certeza vou estar com mais sono, mais cedo… chego no trabalho umas sete horas, e fico morrendo de sono até umas oito e meia… aí eu acordo e chego em casa, umas duas horas depois tô morrendo de sono de novo…

Ontem eu apaguei cedo assistindo a um vídeo. Pra piorar essa semana eu tô sem carro… meu carro tá no funileiro porque meu irmão deu um beijo com o para-choque e a lanterna traseira na pilastra do mercado… Então tá treta. Mas como sempre não era disso que eu queria falar no texto de hoje. Nessas minhas férias eu não fiz nada de sério… eu só fiz coisas para me divertir e uma coisa que eu fiz para um caramba foi jogar videogame e desde que eu troquei meus monitores meu videogame tá meio encostado… eu tô precisando comprar um adaptador para ligá-lo neste meus monitores novos… na verdade eu queria um videogame novo hahahaha, mas agora não vai rolar…

Enquanto eu não compro, nem o adaptador eu jogo a maioria dos jogos atualmente no meu PC. Meu PC já é velhinho de guerra. Eu comprei ele em 2013, mas alguns games ele ainda roda… não todos… só os mais leves e os mais antigos e uns bem bobinhos. Mas dá para o gasto. Se eu tivesse um PC mais potente ou pelo menos mais novo eu poderia jogar mais games, jogos mais legais e mais novos… mas por hora a gente faz o que pode. E onde eu compro os games que eu jogo no meu PC? Na STEAM!!! 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Filosofando: Tem gente que nasceu azarado?

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Sabe aqueles dias que vc pensa… eu não devia ter saído da cama? Pois é… eu tenho tido bastantes dias assim ultimamente. Felizmente para mim eu sou cabeçuda, sou teimosa… então eu simplesmente continuo a nadar, como a Dory do desenho “Procurando Nemo”.

Mas, essa sequencia infinita de dias azarados faz com que eu me pergunte às vezes, será que existe mesmo esse negócio de azar e sorte? E se existe… será que existem pessoas que já nascem sortudas enquanto existem pessoas que nascem extremamente sortudas enquanto do outro lado da linha existem pessoas que já nascem completamente azaradas? Eu não gosto de pensar no mundo em termos de “tudo está destinado a acontecer” mas… quando começa a acontecer uma coisa ruim atrás da outra… mesmo quando nos esforçamos, damos o nosso máximo para ver as coisas de um ângulo mais positivo… eu me pergunto se até certo ponto as coisas acabam por serem exatamente assim… predestinadas.

Mas… essa sou apenas eu de mau humor e desabafando um pouco… não me levem tão a sério, especialmente quando eu estou de mau humor. Nem eu mesma me levo à sério em dias bons, muito menos em dias ruins. E por conta disso, este post vai ser bem curtinho eu nem vou escrever muito mais nele… acho que eu vou terminar ele por aqui e vou fazer alguma coisa que eu goste para ver se eu fico melhor… portanto… 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Dois Monitores e Produtividade.

shaolinda_51525112_128423144879392_9139892073715837564_n

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Eu fiquei uns dias de férias, eu viajei, saí de São Paulo por três dias para dar uma relaxada e não escrevi muito nesses dias. Eu até levei meu Tablet e tínhamos um WiFi bem decente no nosso chalé mas eu definitivamente não tava afim de escrever, o que é raro deixa eu dizer a vcs.

Foi muito bacana para mim, eu estava bem estressada antes de começarem as minhas férias. Sério… Agora estamos de volta de viagem então vamos voltar a escrever. Tô no final da minha última semana de férias. Na próxima segunda eu volto ao trabalho, e eu quero aproveitar este último final de semana para escrever um pouco, meu planto era terminar de fazer um cachecol que eu tô tricotando, mas eu esqueci o diacho do tricô no hotel onde ficamos na viagem, agora eles vão me mandar, enquanto isso eu espero.  Mas voltando ao tema do texto… como vcs sabem, tem uns meses (foi em fevereiro se eu não me engano) eu troquei meus monitores…

E eu acho que já comentei aqui com vcs, tem uns anos que eu uso dois monitores. E deixa eu dizer para vcs, depois que vc se habitua a utilizar dois monitores é complicado usar apenas um. Dizem que a gente se acostuma a tudo na vida, e agora eu estou falando de coisas ruins, agora imagina coisas boas. Então em casa eu trabalho e estudo com dois monitores curvos de 27″ da Samsung (vc pode ver o texto sobre eles clicando aqui). No trabalho, eu uso um monitorzinho de 19″ é treta, o tempo todo que eu estou no trabalho eu fico morrendo de saudade dos meus monitores daqui de casa. Mas, para o trabalho que eu faço lá na Prefeiturolândia um monitor tá bom. Eu só queria que ele fosse maior porque a gente vai ficando velha e cega hahahaha. Mas beleza, a gente trabalha com o que tem.

Agora porque é bacana ter dois monitores, e qual exatamente a utilidade disso? Bom, ter dois monitores auxilia vc tanto na produtividade porque dá para fazer a coisas que eu tenho que fazer bem mais rápido que eu faria caso eu tivesse apenas um monitor, quanto para diversão… sim até pra lazer ter dois monitores é bem bacana.

Por exemplo, para a produtividade. Se eu tô escrevendo um texto e eu preciso pesquisar alguma coisa. Eu posso, deixar um monitor aberto no meu editor de texto normal o Word e no outro monitor, numa outra janela eu posso deixar um navegador aberto e pesquisar. A mesma coisa se eu estou traduzindo alguma coisa. Num monitor eu tenho o Trados ou o MemoQ abertos onde eu vou traduzindo o texto e no outro monitor eu posso ter um navegador com dicionários ou outros sites e programas abertos que me auxiliam na tradução. Se eu estou legendando também, eu posso deixar o programa de legendagem aberto num monitor e a pesquisa e o Preview do vídeo ou filme que eu estou legendando no outro monitor.

Para estudar também é bacana, especialmente se vc está fazendo algum curso online. Nos últimos três anos eu fiz pós-graduação online e fiz cursinho pra OAB online também e ajuda para caramba vc ter uns fones de ouvido muito bons e dois monitores. Num monitor eu posso colocar para rodar os vídeos das aulas flutuando, e abertos os PDFs ou os SLIDES e no outro monitor eu posso abrir um arquivo de texto e fazer anotações. E esses são apenas alguns exemplos do porque eu gosto de usar dois monitores. Pode parecer bobagem, mas não ter que ficar abrindo, fechando e alternando janelas economiza um tempo do caramba na hora de ficar fazendo todas essas coisas…

Claro, isso acaba exigindo ainda mais do computador, especialmente da placa de vídeo (porque quanto mais pixels mais ela tem que trabalhar) e da memória RAM (porque quanto mais abas abertas no navegador mais come memória) entretanto… economiza tempo e muitas vezes acaba com aquele problema de fechar por engano uma aba que vc ainda vai usar.

Mas não é só para trabalho e estudos que vc pode aproveitar dois monitores. Para diversão também é bacana. Eu por exemplo… adoro deixar rolando vídeos do YouTube ou filmes na Netflix, ou mesmo o player do Spotify enquanto eu estou escrevendo para o blogue. Sério… eu faço isso direto. Estou fazendo isto neste exato momento enquanto estou escrevendo este texto para vcs. Vou até colocar uma foto aqui para vcs verem que eu não tô mentido.

64768652_320742288874636_4120549606117343232_n.jpg

Mas desse jeito vc acaba não conseguindo prestar atenção direito ou em uma coisa ou em outra… Na verdade eu consigo e sabem porque? Porque desde os meus 14 anos eu tinha que ser multitarefa. Eu tinha que cuidar da casa e dos meus irmãos… Funcionava assim o final de noite em casa, depois que eu mandava eles tomarem banho, ajudava eles com o dever e dava janta… eles ficavam pulando para lá e para cá e a TV ligada e eu tinha que estudar com todo esse barulho e ficar de olho neles ainda para eles não se acidentarem ou não matarem um ao outro.

Daí minha mãe chegava e eu ainda fazendo meus trabalhos da escola, conversava com ela (com o barulho da TV e dos meus irmãos ao fundo) e eu me adaptei a isso… hoje em dia se tá muito silêncio ao meu redor, se meus irmãos saem e eu fico com a casa toda para mim, caso eu não coloque nada para fazer um barulho de fundo, a TV, ou um filme, ou música. Eu fico com sono… e acabo dormindo. A maioria dos filmes que eu resenho aqui no blogue para vcs é desse jeito que eu assisto. Enquanto eu escrevo outros textos de outros temas…

Outra coisa que é legal fazer com dois monitores é jogar videogame no PC. E se seu PC for um pouco melhor que o meu vc pode até transmitir a jogatina no YouTube ou no Facebook. Eu até já fiz isso com uns jogos leves só de farra… Eu fiz também uma transmissão de um filme eu e meu irmão assistindo a um filme de terror juntos e nossas reações ao filme. Nossos amigos curtiram. Mas por conta das leis de direitos autorais o YouTube e o Facebook andam proibindo essas transmissões. Então num monitor vc tem o jogo/filme e no outro o programinha monitorando o streaming… é bem legal… tem gente que ganha dinheiro com isso. Então, se vc tá pensando em adquirir mais um monitor pro seu setup, eu recomendo, difícil vai ser se acostumar com apenas um monitor depois disso.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

 

Nerdices: Filmes – Aladdin 2019.

alladin

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Terceiro e último filme do dia galera e é um filme relativamente recente, este eu consegui ir ver no cinema. Eu ainda estou de férias (enquanto eu estou escrevendo este post  em junho mas provavelmente quando ele for publicado em setembro eu certamente já não estarei mais). E eu tirei um dia para sair com a minha amiga e a minha sobrinha filhinha dela e fomos almoçar juntas no shopping, jogar conversa fora e fomos também ao cinema ver o último filme de hoje que é a versão com atores reais de Aladdin da Disney.

Que traz no papel do gênio da lâmpada Will Smith no lugar do saudoso Robin Williams. Porque eu não sei se vcs sabem mas na animação original da Disney de 1992 era o Robin Williams quem fazia a voz do gênio azul da lâmpada. A maioria dos outros atores não são tão conhecidos do grande público. Eu também não os conhecia… eu acho que eu assisti um ou dois filmes com o ator que faz o Jaffar mas eu não sabia o nome do ator.

Então temos o jovem ator canadense Mena Massoud no papel de Aladdin e ele manda muito bem, ele é bem simpático e o papel cai bem para ele. Temos a britânica Naomi Scott como a princesa Jamine e o destaque de atuação do filme vai para ela, mas vamos falar disso depois. Temos Marwan Kenzari como Jaffar, ele faz um bom trabalho, mas um tanto quanto caricato… eu acho que poderia ter sido melhor. O Will Smith como gênio tá maravilhoso… caiu como uma luva para ele o papel, aliás já sabemos que ele manda muito bem na comédia. E para ajudá-lo mais ainda ao seu papel de trazer comédia para o filme temos a atriz americana (descendentes de iranianos)  Nasim Pedrad que tá impagável como Dalila a dama de companhia da princesa. E tudo isso dirigido pelo ex-marido da superstar Madonna… o diretor inglês Guy Richie.

Primeiro vamos falar do filme… Para quem assistiu a versão de 1992 a história é bem semelhante tanto que eu nem vou gastar o tempo de vcs e perder o meu falando disso… Vamos falar das diferenças mais notáveis entre as versões… Primeira coisa que a gente vai reparar é que esta versão é mais musical. É música para cá e para lá, é música para um caramba. Algumas músicas são legais, outras nem tanto. Umas são as mesmas da animação, as clássicas, outras são novas.

Segunda diferença é que os animais não são tão personificados… o papagaio Iago, que fala para um caramba na animação … no filme fala apenas como um papagaio, repetindo palavras e expressões que ele já ouviu alguém falar, geralmente o Jaffar. Abbu o macaquinho simpático do Aladdin não fala nada e também tem menos personalidade que a sua versão em desenho. O tigre Rajá da princesa também tem bem menos participação e personalidade nesta nova versão.

Outra coisa um tanto quanto diferente nesta versão é o empoderamento da princesa Jasmin. Na animação original ela era bem mais passiva agora ela toma a frente das coisas e toma as rédeas do próprio destino decidindo não aceitar simplesmente a vontade do pai e do grão vizir. É uma mudança bacana, a nova assertividade de uma das princesas da Disney.

Mais uma coisa diferente do filme, e é a última eu prometo para vcs, é o final que é um pouquinho diferente da versão do desenho animado. Mas é claro que eu não vou contar para vcs para não estragar a experiência e a surpresa. Valeu a pena? Eu curti o filme? Valeu sim e eu curti para um caramba. Recomendo o filme para vcs. Com certeza! Ele agrada o novo público que não conheceu o original e as pessoas que assistiram ao filme vão reconhecer pedaços dele nesta nova versão.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – The Pledge

pledge

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Segundo filme do dia é um filme de terror. É um filme bem recente, eu nunca tinha ouvido falar dele. Eu nem sei se ele chegou a estrear no cinema ou se ele estreou direto em streaming e em TV a Cabo. E eu encontrei ele zapeando pelo catálogo de filme do PopcornTime. Eu não sabia do que se tratava, só que era de terror e então eu li o slogan dele… “Poucos Entram… nenhum sai…” e pensei… hummmm… parece ser interessante e então eu resolvi dar uma chance para o filme.

E a história do filme é mais ou menos assim… três amigos (bem patetas) finalmente conseguem realizar o sonho de entrar na faculdade. Chegando lá eles querem porque querem entrar para uma fraternidade. Mas não em qualquer fraternidade, eles querem entrar numa fraternidade bacana. Das mais conceituadas de todo o Campus. Para quem não sabe, lá nos EUA a galera tem esse costume, de se reunir em fraternidades… e muitas delas tem renome, muitas vezes entrar para uma fraternidade conhecida pode até mesmo garantir a vc um emprego top assim que vc se formar.

Voltando ao filme, os três patetas são convidados a participar de uma fraternidade top. E eles estão desesperados para entrar nesta fraternidade e assim melhorar suas reputações dentro do campus. Então eles se inscrevem para as vagas. Eles se inscrevem na verdade para várias fraternidades e são rejeitados em todas. Quando eles tem certeza que não vão mais entrar em nenhuma. Uma fraternidade muito estranha e sombria os convida… oferecendo a eles um mundo exclusivo, garotas e riquezas…

Mas… é claro, tem uma pegadinha… para entrar na fraternidade eles vão ter que passar pelo trote (que também é tradicional nas fraternidades) que duram exatas 48 horas de um inferno total e completo. E é aí que o filme começa a ficar bem estranho… os caras da fraternidade primeiro dão uma puta festa pra eles, cheia de mulheres lindas, drogas e bebidas… meio que mostrando o paraíso que vai ser a vida deles se eles conseguirem entrar para a fraternidade.

Mas no segundo em que a festa acaba e o trote começa o filme vira meio que jogos vorazes meio sádico. Com os caras da fraternidade fazendo um monte de absurdos com os três patetas… e eles aceitando porque querem entrar na diacha da fraternidade. E vai ficando cada vez pior até que… E eu não vou contar o que acontece depois, se vcs quiserem saber o que acontece vcs vão ter que ver o filme. Eu gostei? Eu fiquei surpresa com o final. E olha já fazia tempo que um filme não me surpreendia dessa forma. Agora, eu já vou avisando… não é um filme para quem tem estômago fraco viu.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme Antigo – As Bruxas de Salém (The Crucible)

thecrucible

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Mais uma sexta-feira galera… e bora para como sempre nas nossas sextas-feiras três indicações de filmes para vcs. Hoje eu tô contente porque pela primeira vez em meses que consigo deixar 100 textos agendados com antecedência aqui para o blogue. Sim, contando com este texto aqui que eu estou escrevendo agora temos 100 textos estocados e agendados, prontinhos para serem publicados aqui no blogue para vcs.

Primeiro filme dessa sexta-feira é um filme bem antigo. Que eu assisti tem bastante tempo, mas que eu acabei revendo nos últimos dias porque eu cruzei com ele no PopcornTime esses dias. O nome do filme ficou em português como “As Bruxas de Salém” (‘The Crucible’ no original em inglês)e é mais um filme bacana da década de 90, de 1996 para ser mais específica.

Mais um filme que é baseado numa peça de teatro bem anterior a ele do autor norte americano Arthur Miller. Se eu não me engano a peça é da década de 50… não me lembro exatamente o ano. Mas já era uma peça famosa, quando resolveram adaptá-la para o cinema. Temos no elenco dois atores que eu acho talentosíssimos um deles é o Daniel Day Lewis e a outra é a Winona Rider e eles mandam muito bem nesse filme. Apesar do nome que foi dado em português para o filme… este não é um filme de terror…

Semana passada falamos de um filme que trata de como uma mentira pode arruinar reputações e o que isso pode causar e este é mais um filme sobre esta mesma temática. Existe toda uma teoria em volta da história da caça às bruxas em Salém que diz que tudo foi causado por conta de mentiras e histeria coletiva de um bando de adolescentes e é mais ou menos este tema que é abordado no filme.

E a história do filme é mais ou menos assim… Em 1692 nos Estados Unidos, na pequena cidade de Salém no estado do Massachusetts várias garotas, algumas meninas, outras pré-adolescentes e outras já em plena adolescência se reúnem no meio da floresta, juntamente com a escrava negra Tituba para fazer simpatias para conquistarem seus amados… que em sua maioria são rapazes jovens da vila. Entretanto entre elas está Abigail Williams que é uma jovem que é apaixonada por um homem casado chamado John Proctor.

No meio do ritual Tituba mata uma galinha e Abigail pede pela morte da mulher de John Proctor. Outras garotas ficam dançando e cantando… tá todo mundo doido… Bem no meio dessa bagunça o reverendo da cidade chega no local e surpreende as garotas. Todas elas, menos duas, saem correndo… Essas duas meninas que caem ficam desacordadas. Elas são socorridas e levadas para casa mas… mesmo tendo se passado muito tempo as meninas não acordam.

Com o passar do tempo as pessoas da cidade começam a achar que as garotas estão possuídas pelo demônio porque o invocaram no ritual e começam a investigar o que estava acontecendo no local quando o reverendo chegou. Todas as garotas são reunidas e interrogadas sobre a participação de cada uma no ritual. Para escapar de ser castigada Abigail joga toda a culpa na escrava Tituba dizendo que ela praticou magia negra e levou todas as garotas a fazerem aquelas coisas todas. Tituba insiste em sua inocência, mas após ser espancada e ameaçada de morte, acaba confessando.

Daí para frente vira a maior doideira… vira realmente uma caça às bruxas. Começam a chegar padres e juízes de outras cidades, para ajudar os moradores a caçar o demônio. E as garotas começam a apontar este e aquele, pessoa que elas não gostavam, como sendo bruxos. Nisto, Abigail vê sua chance e acusa Elizabeth Proctor, a mulher de seu amado de ser uma bruxa, ao mesmo tempo ela procura John e diz que eles poderão finalmente ficar juntos. Mas ele a repele dizendo que se arrepende amargamente de ter se envolvido com ela.

John, quando vê sua mulher acusada pede ajuda de sua empregada, que estava no dia do ritual na floresta. Ele pede que ela fale a verdade e livre sua mulher de ser condenada à forca. A garota, mesmo com medo de Abigail e das outras conta a verdade. Mas Abigail e as amigas fingem que estão tendo visões do demônio e a menina também é acusada. John então começa a batalhar para provar a inocência da mulher que está presa. O juiz descobre que Elizabeth Proctor está grávida e então ela não é enviada para a forca até que a criança nasça.

John faz de tudo para tentar provar que Abigail e suas amigas estão mentindo e que muitas pessoas estão usando o tribunal para conseguir coisas que sempre quiseram e se livrar de pessoas das quais não gostavam. Mary, a empregada de John, depois de um tempo não consegue mais suportar a pressão e acaba confessando o que os juízes querem, acusando John e a esposa da bruxaria. John confessa o adultério com Abigail, mas diz que a esposa é inocente. Então John é preso. Elizabeth tenta proteger o marido e mente por ele mas é pega na mentira e os dois vão presos.

Abigail quando vê que John foi preso percebe que as coisas foram mais longe do que ela queria. Ela rouba um dinheiro e oferece para John a oportunidade de eles fugirem e começar uma nova vida em Barbados. John diz que a verá novamente no inferno que é pra onde eles vão… E apesar do filme ser bem antigo eu não vou contar o que acontece no final do filme, vcs vão ter que assistir para saber. É um puta filmão, teve várias indicações a vários prêmios importantes mas ganhou poucos. Entretanto é um filme muito legal… um drama com um final apoteótico.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Música: CD Novo do Skillet – Victorious

Skillet.853.431(1)

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Bora falar de música? Eu acho que eu já devo ter falado desta banda aqui no blogue… Quase certeza que sim, mas eu sou obrigada a falar novamente porque o “Skillet” lançou um álbum novo em Agosto passado. E é uma das poucas bandas que eu atualmente acompanho a carreira. Porque deixa eu dizer para vcs… eu fui no show deles, em 2014 ou 2015 e foi um dos shows mais bacanas que eu fui na minha vida. Certeza tá entre o TOP 3.

E eles lançaram este ano o CD “Victorious” (ou Vitorioso em tradução livre). O Skillet é uma banda de rock gospel, então as letras das músicas de todos os albuns deles vão sempre falar de temas religiosos, são músicas que falam de Deus, de Jesus e que procuram passar alguma mensagem de força e esperança, através da religião cristã, para as pessoas que estão ouvindo. Ahhh Shao, eu não curto música gospel. Beleza… Eu curto. São músicas que me fazem bem, me ajudam num dia ruim a me sentir melhor muitas vezes.

E este último álbum tá muito bacana nesse sentido. As letras são bem inspiradoras, jogando a gente para cima mesmo. E de todos os álbuns do Skillet, este acabou de tornando um dos meus favoritos. Não é o meu favorito, eles têm vários albuns bons e este é mais um álbum muito bom. Daqueles que dá pra gente colocar para rodar no Spotify e ouvir direto sem pular nenhuma faixa.

“Victorious” tem 12 faixas, mais ou menos três ou quatro minutos canção e tem mais ou menos 44 minutos ao todo. E eu não vou fazer uma análise faixa a faixa aqui para vcs… mas… depois de ouvir uma série de vezes todas as canções. Eu já posso dizer que tenho minhas músicas favoritas e são elas: A primeira faixa – “Legendary”, a faixa número sete “Terrify The Dark” e a faixa de número dez “Anchor”. Estas três já estão na minha playlist de favoritas do Skillet.

É uma banda que eu curto muito, que eu adoraria ver tocando ao vivo novamente e que eu recomendo pra caramba pra vcs. Ainda mais se vcs curtem rock cristão e músicas para jogar a gente pra cima. Vou deixar espalhados pelo texto alguns vídeos dessas músicas  que eu curti para vcs verem… vai que de repente vcs curtem né? É música boa… podem acreditar em mim.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Diário de Bordo: Como vai vc?

cvv

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Quer dizer, mais ou menos… vcs sabem aquele ditado… Agosto mês de desgosto? Pois é… meu mês de Agosto foi bem complicado. Eu fiquei bem doente. Aliás era algo pelo qual eu já esperava. Julho e Agosto geralmente já são meses complicados para mim… mas este ano tá de parabéns viu. Ahhh é… e antes que eu me esqueça este é aquele post mensal que eu escrevo apenas para justificar o nome do Blogue, porque como vcs sabem foi assim que este blogue começou.

Caso vcs tenham curiosidade vcs podem dar uma olhada nos primeiros posts… sou apenas eu falando da minha vida lá… em 2005. Muita coisa mudou desde então aqui no blogue. Os textos já não são apenas o meu diário. Claro que eventualmente eu falo sobre coisas do meu dia a dia, mas já não é mais o foco principal deste site. Mas eu resolvi manter essas postagens mensais em homenagem às raízes do blogue.

E como eu dizia, estes últimos dois meses foram complicados. E por causa disso eu até cheguei pensar em não escrever este post. Mas… a vida é assim, cheia de altos e baixos… geralmente mais baixos que altos não é mesmo? Então eu pensei… ahhh dane-se. E o que rolou então nas últimas quatro semanas tia Shao? Algumas coisas… minha dermatite tá melhor, mas não desapareceu completamente. Eu não sei se ela vai desaparecer em algum momento. Talvez eu tenha que começar a aceitar que sim, eu tenho mais uma doença crônica para lidar, mais uma rotina para adicionar à minha vida já cheia de rotinas e regras por conta do diabetes.

Eu tenho que fazer agora no começo de setembro um exame de alergia… e dia 16 eu tenho retorno com a dermatologista. É assim… eu tomo corticoide e antialérgico a dermatite passa o diabetes sobe e fica doido. Eu paro de tomar corticoide e antialérgico o diabetes volta a ficar nos parâmetros especificados pela minha médica entretanto a dermatite fica atacada de novo.

Mas eu deixei de ficar chateada com isso… não cem por cento claro, toda a vez que reaparece uma bolha no braço eu fico chateada, irritada…  Mas já não me deixa estressada a ponto de ficar deprimida ou com raiva. Dizem que quando vc desenvolve uma doença crônica é quase como viver um luto, primeiro a tristeza, depois a raiva e depois a aceitação. Quanto mais rápido eu aceitar que eu tô ficando velha e que a tendência é aparecerem cada vez mais doenças no meu corpo menos eu vou sofrer.

Fora isso, fora a dermatite eu tive que lidar com mais alguns problemas de saúde. Um deles foi a minha dor nas costas que voltou. Eu não sei se o músculo estirado, o mesmo que eu tive contratura muscular tem um tempo… não sarou direito ou se eu tô mesmo com a coluna desalinhada e é isso que tá causando a dor… ou se é velhice pura mesmo ahahahaha. Minha mãe costumava dizer que se depois dos 40 anos vc não acordar com pelo menos uma dor é porque vc morreu hahahahaha. De qualquer forma eu preciso ver isso já marquei consulta com um ortopedista e devo passar com ele nas próximas semanas. Depois quando sobrar uma graninha eu vou ver se agendo uma sessão com um quiroprático pra colocar essa coluna véia no lugar dela.

Outra coisa que acontece depois dos 40 é a chegada da Menopausa né? Por conta disso meus hormônios estão todos tresloucados, aparentemente eu tô com uma anemia ferrada e meu ciclo menstrual também tá doido. Tem mês que não acontece nada e tem mês que eu tenho praticamente uma hemorragia. Esse mês de agosto eu tive que faltar no trabalho, fiquei um final de semana inteiro de cama e fui parar no hospital.

Então como estamos agora, ainda com a dermatite atacada, com anemia, com dor nas costas mas o diabetes não tá tão ruim. E assim que eu me livrar de uma vez por todas dos corticoides talvez eu consiga deixar ele nos níveis que estavam em outubro do ano passado antes de eu enfiar o pé na jaca na dieta e sofrer o acidente no parque aquático.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. E espero estar melhor de saúde mês que vem. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

 

Meta de Leitura 2019 – Livro 8 – A História do Ladrão de Corpos

ahistoriadoladraodecorpos

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Mais um mês se passou e mais um livro da minha seqüência de releituras também se foi. E como vcs sabem eu estou relendo as “Crônicas Vampirescas” da autora norte americana Anne Rice. Vamos para o quarto volume da saga que foi lançado em 1992 e se chama “A História do Ladrão de Corpos”.

Neste quarto volume vamos acompanhar novamente nosso herói, o vampiro Lestat… só que desta vez ele se mete, meio que sem querer, com uma outra espécie de criatura sobrenatural. É uma história curta para os padrões dos livros da série… não é um dos meus favoritos. É apenas Lestat narrando uma de suas muitas aventuras nesta terra desde que se torno um um vampiro. E eu não quero dar spoilers sobre a história em geral porque é um livro muito legal e eu quero muito que vcs leiam.

Nesta aventura, Lestat está mais uma vez vagando pela terra quando de repente, ele se encontra com um homem que ele acha bem estranho, de nome Raglan James. Raglan então diz a Lestat que ele é um Ladrão de Corpos… ou seja… ele consegue invadir o corpo de outra pessoa e assim tomar aquele corpo para si e viver naquele corpo. Mais ou menos como um vampiro ele era imortal.

E Raglan diz a Lestat que sabe que ele é um vampiro, que é imortal e poderoso e que ele adoraria vivenciar a experiência de viver um tempo no corpo imortal de um vampiro. E ele faz uma proposta para Lestat ele entregaria para Lestat o corpo de um jovem, forte e saudável rapaz, que ele estava ocupando naquele momento em troca de viver alguns dias no corpo de Lestat e assim Lestat também poderia relembrar como era viver num corpo mortal.

Saudosista de viver as mesmas experiências do passado Lestat acha a proposta tentadora demais para recusar e troca de corpo com Raglan. Entretanto… Raglan, o safado… depois de fazer a troca, desaparece com o corpo imortal de Lestat. E Lestat que não vivia num corpo humano há muito tempo tem que se adaptar a situações com as quais ele não estava mais habituado. A princípio tudo é muito novo e divertido para Lestat, mas com o passar do tempo ele começa a se irritar com as limitações de seu novo corpo mortal. Quando ele finalmente perde a paciência e procura por Raglan, então ele percebe que foi tapeado e que a criatura está longe com o seu precioso corpo vampiro.

Desesperado então Lestat procura por Louis e implora a ele que transforme aquele novo corpo em vampiro… Louis então se nega. Dizendo a Lestat que ele deveria aproveitar a oportunidade que viver novamente como mortal era uma dádiva e não um castigo. Lestat então se irrita com Louis e vai atrás de Raglan, para recuperar seu corpo… e… eu não vou contar o que acontece porque se vcs quiserem saber vão ter que ler o livro hahahahahaha. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Causos de Família: O Ataque das Baratas na área

magczlam3z2kj93qtabj

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Galera, estamos em setembro… cadê o ano gente? Acabou já praticamente… Mas, hoje é uma segundona, aquele começo brabo de semana e aqui no blogue é o dia de contarmos histórias engraçadas que aconteceram comigo, ou com a minha família… A de hoje é deveras inusitada. Eu não sei se eu comentei aqui no blogue alguma vez com vcs… mas eu não sou uma pessoa que tem medo de muita coisa. Mas, como uma pessoa mais ou menos normal… eu devo dizer que eu tenho algumas fobias um tanto quanto irracionais.

Primeiro eu morro de medo de sangue, se eu vejo sangue, dependendo da quantidade eu posso desmaiar. Segundo, eu morro de medo de baratas… e de outros insetos que voam, aliás, coisas que voam em geral perto da minha cabeça. Eu também tenho claustrofobia que é medo de lugares fechados ou muito abafados, lugares apertados ou cheio de pessoas. Agora, tirando o medo do sangue, que me faz desmaiar mesmo… nenhum dos outros medos é insuportável. Eu não dou um show quando eu vejo uma barata por exemplo, eu fico com nojo e tal e corro… e geralmente peço pros meus irmãos matarem. Se precisar eu mesma mato… mas eu prefiro não matar… nojinho.

Mas medo de barata é uma coisa até bastante comum… bastante gente tem medo de barata. O inusitado nesse caso foi o que aconteceu aqui em casa. Então bora pro causo, estava eu aqui em casa de boa… fazendo faxina, eu não lembro onde meus irmãos estavam, mas eles tinham saído… fazendo as coisas deles. Então, depois que eu arrumei a casa toda eu fui pra área de serviço.

Eu já tinha lavado a roupa toda da semana. E eu queria colocar uma ordem na área. Fora isso… tava subindo pelo ralo da dita cuja da área um cheiro ruim de fossa. Eu tinha conversado com o síndico do prédio e ele tinha dito que ia chamar uma empresa para limpar a entrada do esgoto do prédio que era de onde o cheiro tava subindo para todos os apartamentos, que todo mundo estava reclamando e tal. E um dia antes a empresa contratada pelo condomínio veio e limpou então eu pensei… vou jogar uns produtos de limpeza lá no ralo pra acabar de vez com este cheiro do capeta.

Eu então peguei todos os petrechos de limpeza e fui lá para a área de serviço. Quando eu comecei a jogar cloro puro no ralo… meus amigos… imaginem a tragédia. Do nada começa a sair um monte de baratas do ralo da área. Mas um monte mesmo, parecia uma erupção vulcânica. Era barata de tudo que era cor, tamanho, formato… era um rio de baratas subindo pelo ralo e invadindo a casa. Devia ter um ninho das filhas da puta instalado no cano, não sei…

O que eu fiz diante daquilo? Eu corri e tapei o ralo com o fundo de um balde, para evitar que toda a família barata viesse… mas nos poucos segundos que o ralo ficou aberto já tinham entrado umas 50 baratas… um horror. Eu então passei a mão na vassoura e foi vassourada pras quinhentas bandas. Matando barata a torto e a direito, até eu conseguir sair da área… e olha que minha area é pequena. Quando eu consegui sair da área eu fechei a porta… pra evitar que o enxame de baratas se espalhasse pro resto da casa… foi tudo muito rápido, vcs não tem noção.

Mas como eu disse, era barata de tudo que era tamanho… e algumas baratas pequenas conseguiam passar por debaixo da soleira da porta. E eu lá… vassoura pra que te quero. Eu acho que eu fiquei uns dez minutos nessa labuta, não tenho certeza quanto tempo passou. Então eu liguei pro meu irmão perguntando onde ele tava e ele disse que estava chegando em casa. Eu disse, passa no mercadinho e me traz um veneno de barata porque a casa tá sendo invadida. E ele ainda me disse: Vc tá de brincadeira né? E eu… não mano é sério… Ele falou que beleza e veio pra casa. Daqui a poucoi chega ele… com dois tubos gigantes de SBP hahahahaha um em cada mão… e o Carlos também tem terror de baratas.

Quando ele entrou na cozinha que ele viu a baderna que tava, tinha umas dez baratas mortas na cozinha, outras 20 na porta da área e eu ainda tava matando algumas que estava passando por debaixo da porta. Eu então contei pra ele o que tinha acontecido. Aí ele… mano, elas devem ter empesteado toda a área. Eu… sim, por isso que eu mandei vc trazer o veneno. Daí ele me ajudou a acabar de matar as que estavam passando pela porta e a gente entrou na área… tinha barata em todo canto da área. A gente então foi matar todas elas.

Quando terminamos de matar todas as baratas que tinham saído do ralo. Aí restava a questão… o que a gente ia fazer com o provável ninho que tinha no ralo? Pois é o que a gente fez foi… pegar os dois tubos de veneno e despejar… em jatos esporádicos ralo abaixo. A gente jogava  o spray de veneno e fechava com o balde… e só ficava ouvindo o enxame de baratas se agitando tentando fugir, tentando subir pelo ralo para escapar do veneno. E a gente foi despejando veneno até parar de sair baratas do ralo.

Mas mesmo assim a gente achou que não era o bastante. Dia seguinte era sábado. E sábado tem feira na minha rua e tem uma banca aqui na feira que vende materias de limpeza e vende também um veneno bem forte para baratas, formigas e outras pragas… daqueles que vc passa na casa com um pano de chão ou com um spray e ele mata tudo e faz efeito por mais de um mês. Eu compreu quatro litros daquele troço… dois litros eu despejei pelos ralos da casa… por todos os ralos… enquanto eu estava jogando sairam mais baratas… E os outros dois litros eu passei com um pano de chão na casa toda e nas janelas.

Mano… depois deste auê todo, durante as duas demanas que se seguiram… todos os dias a gente achava três, ou quatro baratas mortas pela casa. E depois disso pelo menos uma vez por mês eu compro esse veneno aqui na feira e passo na casa… e felizmente nunca mais aconteceu tamanha invasão de baratas aqui em casa. Claro, no verão… de vez em quando aparece uma ou outra… mas invasão como aquela, graças a Deus nunca mais!

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Cápsula do Tempo

calendario

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Hoje o post vai ser um pouquinho diferente. E isso vai acontecer porque eu estava lendo uma reportagem esses dias na Internet e falava sobre aquelas capsulas do tempo sabe? Não? Não sabem? Beleza, eu explico…

Lá nos EUA principalmente a galera tem um “costume” (vamos chamar assim) de escrever cartas, ou mensagens para si mesmos e então eles colocam essas mensagens, pequenos objetos e tal numa capsula, enterram essa capsula por anos e anos e depois de X anos eles voltam no lugar onde enterraram e retiram tudo aquilo e as pessoas refletem sobre as pessoas que eram, e as pessoas que se tornaram. E tem sempre aquela questão… quando vc escreveu esta carta para vc mesmo, o que vc imaginaria que sua vida seria? Vc está hoje onde e da forma que imaginava estar quando escreveu essa carta?

É um exercício interessante de se fazer… e que por incrível que pareça, poucas pessoas fazem. Poucas pessoas olham para o passado e dizem, nossa… há tanto anos eu imaginava isso e isso e agora eu tô aqui, eu fiz isto e aquilo, eu fiz mais ou menos o que eu pensava. Toda a vez que chega perto do meu aniversário eu faço isso… eu paro e penso. Nossa, eu tô com tantos anos agora. Quando eu era criança eu jamais imaginava que minha vida fosse estar da forma que está agora. Ou eu imaginava que teria feito isto e aquilo e ainda não consegui, mas tô tentando.

E por acaso vc já fez este lance da Capsula do Tempo Shao? Não… porque vejam bem… Eu tenho este blogue aqui tem mais de dez anos. Sim, porque eu comecei o blogue em 2005 galera então… eu meio que já tenho uma capsula do tempo online. Então se eu quiser olhar para traz e rever as coisas que eu escrevi anos antes, coisas que eu pensava… é interessante pra caramba vc fazer esse exercício e ver como as coisas mudaram, mas mais ainda como eu mudei depois de tantos anos.

E eu já fiz isso diversas vezes. Não tanto porque não é muito bom ficar olhando para o passado mais do que a gente olha para o futuro né? Mas é interessante e o que eu tiro disso é que realmente… eu nunca imaginei que minha vida estaria do jeito que ela está no momento. Eu alcancei muitas coisas, coisas com as quais eu sequer sonhava. E teve outro tanto de coisas que eu queria ter feito e ainda não fiz… tem coisas que nem sequer faz mais sentido para mim, tem coisas que eu queria fazer e alcançar que agora eu já não quero mais. E vcs, já fizeram este exercício na vida de vcs?

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Diabetes #38 – Dermatite Atópica

diabetes

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… eu sei que eu já escrevi aqui no blogue para vcs sobre a minha crise de dermatite que eu tô tratando no momento. Eu tive até que fazer uma biópsia para ver do que se tratava e fui diagnosticada com uma dermatite liquenóide. Mas eu também tenho de vez em quando dermatite atópica. E eu vou explicar mais ou menos aqui do que se trata e se ela tem alguma coisa a ver com o diabetes.

Bom vamos por partes… o que é dermatite atópica? Dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico, é uma doença crônica da pele que apresenta erupções que coçam e apresentam crostas. É uma doença bem comum… no Brasil, cerca de 2 milhões de pessoas sofrem com essa doença. A dermatite atópica geralmente se desenvolve na infância, ninguém sabe dizer exatamente a causa dela… mas existem estudos que apontam para uma predisposição genética. É comum se vc tem um pai ou uma mãe que tem este tipo de doença que vc também desenvolva a danada em algum momento da sua vida.

Quais são os sintomas da Dermatite Atópica… pele vermelha, ressecada, ou com algumas bolhas e coceira. Ela pode aparecer em qualquer lugar do corpo. Eu já tive na perna, no braço, no pescoço, na barriga… e no meu caso ela geralmente aparece quando minha imunidade está baixa, ou quando eu estou passando por algum estresse na vida. A crise atual que eu estou enfrentando de dermatite é a mais longa que eu já tive que enfrentar.

Não está sendo fácil… mas não é a primeira vez que eu passo por isso e eu tenho quase certeza que não será a última. Eu gostaria que fosse a última, claro! Mas… dado o meu histórico certamente não será. Fora o fator genético eu ainda tenho a questão do diabetes. O diabetes causa alterações diversas na pele e abre a porta para diversas doenças de pele. E isso acontece porque o diabetes mexe com a circulação sanguinea. Deixando a pele mais seca e mais propensa a alergias. A cicatrização também se torna mais lenta… qualquer machucadinho simples leva o dobro, às vezes o triplo de tempo de uma pele normal para fechar.

Não existe um estudo que comprove com toda a certeza que quem tem diabetes tem mais propensão a desenvolver dermatite atópica. Mas, é comprovado que quem tem diabetes tem maior propensão a doenças de pele em geral. O que é que a gente tem que fazer para evitar desenvolver essas doenças? Ou pelo menos tentar minimizar o aparecimento delas? Bom… por incrível que pareça, não tomar tantos banhos… eu cansei de tomar bronca das minhas médicas por conta da minha mania de tomar muito banho. E procurar não tomar banho com a água muito quente, isso porque pode retirar da pele proteções que ela mesma produz.

Outra coisa, após o banho sempre passar hidratante no corpo todo. Outra bronca que eu tomei pra caramba porque na correria do dia a dia ou por cansaço eu às vezes me esqueço de passar hidratante. E sempre, sempre que aparecer alguma coisinha, um machucado, uma complicação qualquer, procurar um dermatologista. Ficar em casa tratando sem orientação pode agravar o caso.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme Antigo – Infâmia (The Children’s Hour)

Infâmia

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Terceiro e último filme do dia… é um filme clássico. Um filme de 1961 para ser mais específica. Eu tive que assistir este filme ano passado ou retrasado não estou bem certa. Para um trabalho de tradução e legendagem da minha pós-graduação. E estes dias atrás eu estava limpando umas pastas velhas de trabalhos da faculdade no PC e eu encontrei o arquivo do filme.

E da primeira vez que eu assisti eu não dei tanta atenção à história do filme, à interpretação das atrizes nem nada porque eu estava mais focada em fazer a legenda. Então eu resolvi rever o filme e escrever aqui no blogue sobre ele porque na época eu nem resenhei ele por falta de tempo. Então bora lá… Apesar de ser um filme bem antigo, eu vou tentar não dar spoilers porque eu não sei o quão conhecido é este filme. Para começo de assunto o filme é baseado numa peça de teatro de mesmo nome escrita  pela americana Lillian Hellman trinta anos antes… a peça é de 1934 se eu não me engano.

E a história da peça e do filme são ligeiramente diferentes… mas é mais ou menos assim… duas moças se conhecem na faculdade e ficam amigas. Assim que elas se formam elas fundam juntas uma escola particular para meninas na Nova Inglaterra. Martha (interpretada por Shirley MacLaine) e Karen (interpretada por Audrey Hepburn) trabalham muito, durante anos para conseguirem se estabelecer financeiramente e estabelecer a sua escola. E quando elas finalmente conseguem as coisas se complicam.

A maioria das alunas da escola particular são de crianças ricas… então um dia, uma aluna chamada Mary Tilford conta uma mentira e é desmascarada pelas professoras, e ela é castigada por isso. Inconformada, a aluna mimada reclama para a avó que é quem a cria. Uma das mulheres mais ricas da cidade. Além disso a menina acusa as duas professoras de a perseguirem porque ela descobriu sem querer que as duas são amantes, e que ouviu as duas brigando porque Karen estava prestes a se casar com o médico da cidade o Dr Joe Cardin.

Nem sequer imaginando que a neta está mentindo a avó acredita nela e a fofoca sobre um possível relacionamento lésbico entre as professoras cai na boca do povo. É uma cidade pequena, então logo vira um escândalo. Todos os pais então resolvem retirar suas filhas da escola, deixando o lugar às moscas e as duas professoras falidas.

Logo de cara o noivo de Karen fica do lado das duas moças, mas a sociedade rica local começa a pressionar de todos os lados e o rapaz é demitido do hospital onde trabalha por apoiar as duas professoras. Indignadas, Karen e Martha então resolvem processar a avó da menina por calúnia. E então a história chega na imprensa e ganha os holofotes e as primeiras páginas de todos os jornais do país. Transformando a vida das duas professoras e do médico num verdadeiro inferno.

É um drama, o filme se passava nos anos 60, a peça nos anos 30. Se hoje em dia o tema homossexualismo é polêmico, há tanta discussão e tanta discriminação… imagine como deveria ser nessas décadas aí. Hoje em dia tem se falado muito de Fake News e com o surgimento de novas tecnologias uma notícia pode correr o mundo em questão de segundos e nesses segundos ela pode causar um efeito devastador no mundo e na vida das pessoas. 

Não é uma temática fácil de se ver… acaba sendo um filme bem pesado. Não vão assistir esperando um final feliz nem nada assim. É um drama pesadão que gerou a maior polêmica na época. Ele recebeu cinco indicações ao Oscar e três indicações ao Globo de Ouro na época. Vale muito a pena ver este filme… eu recomendo pra caramba pra vcs. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – A Cinco Passos de Você

a-cinco-passos-de-voce

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Segundo filme do dia… bora com um romance/drama água com açúcar mas com mensagem motivacional. E não adianta reclamar não vai ter filme água com açúcar hoje, não quero nem saber. Eu baixei um monte de filmes para ver nessas férias (que estão rolando ainda…) e este era um deles. Eu vi o trailer, achei interessante, achei bonitinho e eu resolvi assistir.

O filme conta a história de Stella Grant (interpretada pela atriz Haley Lu Richardson – foi o primeiro filme que eu assisti com essa atriz e eu gostei dela, achei ela bem talentosa, vamos ficar de olho nos próximos trabalhos dela), uma jovem de 16 anos que passa muito tempo no hospital devido uma doença que nasceu com ela. A fibrose cística, que para quem não sabe uma doença genética que faz com que o muco que o pulmão normalmente produz (o famoso catarro) seja mais grosso que o normal, dificultando a pessoa a expelir e a respirar. É uma doença séria e tem um alto grau de mortalidade. Um dos tratamentos que pode amenizar as consequências dessa doença é um transplante de pulmão… mas não tem cura.

Apesar de viver desde que nasceu com este diagnóstico, Stella é uma jovem geralmente bem humorada. Ela tem um canal no YouTube onde ela mostra o seu dia a dia e fala da doença. Ela tem amigos dentro e fora do hospital e tem grandes chances de receber um pulmão novo porque ela tem TOC e ela controla com mão de ferro todo o seu tratamento. Até que um dia ela conhece, no hospital o jovem Will Newman (interpretado pelo fofinho do Cole Sprouse), que é um garoto que sofre da mesma doença que ela.

Entretanto, diferente de Stella Will não se dedica ao tratamento, até mesmo porque seu caso é bem mais sério que o da moça. O tratamento de Will não está surtindo o efeito esperado, mesmo ele estando tomando uma droga experimental e ele pegou uma infecção bacteriana séria que o impede sequer de tentar um transplante de pulmão.

Por conta do TOC que tem Stella se oferece a ajudar Will a seguir com seu tratamento, e ele concorda. Com o passar do tempo os dois vão se aproximando e eles acabam se apaixonando. Entretanto por conta dos problemas de saúde de ambos eles não podem se tocar, e tem que ficar distantes um do outro pelo menos cinco passos, ou dois metros… e eu não vou falar o que acontece porque não quero dar spoiler. É um drama, então preparem os lencinhos… É a clássica comédia romântica. Mas é um filme fofinho… eu recomendo.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Filme – Capitã Marvel

capitamarvel

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Mais uma sexta-feira e como eu tô de férias ainda eu tô tentando colocar em dia a lista de filmes que eu tenho para ver. Tem um monte de filmes que eu baixo no PC e que eu quero ver e que acaba não dando tempo por este ou aquele motivo e agora que eu tô em casa levando as coisas de mansinho, sem me forçar a muita coisa…

E eu resolvi esses dias fazer maratona da saga dos Vingadores, rever os filmes que eu já tinha visto. Ver pela primeira vez os filmes que eu ainda não tinha visto… E um deles é o filme que vamos falar no texto de hoje. Que é “Capitã Marvel”. Depois do final de “Vingadores – Guerra Infinita” todo mundo foi ao cinema ver “Capitã Marvel” porque supostamente ela seria bem importante para o desenrolar dos próximos episódios da saga, mas eu não achei a premissa interessante o bastante para me levar aos cinemas… então eu esperei para ver agora…

Como eu disse, para começo de assunto a temática de um filme da Capitã Marvel, nunca me atraiu muito… Ainda mais sendo um filme de origem de super-heroína. Eu já conhecia das HQ’s a personagem da heroína Capitã Marvel a Carol Danvers. Para quem não sabe a história da Capitã Marvel está extremamente interligada com a história da Vampira, sim a mesma Vampira dos Mutantes mais famosos do mundo dos quadrinhos os X-men. E eu não vou falar disso agora neste post porque eu tô escrevendo aos pouquinhos um post só sobre este tema.

Mas bora falar do filme da Marvel mesmo. Eu vou tentar não dar spoilers apesar de que eu acho que quem tinha que ver este filme já viu. Ele fez bastante sucesso nas bilheterias do cinema entretanto aparentemente a atriz que interpreta a personagem principal não caiu muito nas graças do público. Eu particularmente gosto da Brie Larson como atriz, acho-a talentosíssima para caramba… infelizmente ela parece não ter conseguido acertar o tom da personagem… pode ser que ela melhore com o tempo… por enquanto os fãs da Marvel estão de nariz torcido para ela. Mas, a história do filme é mais ou menos assim:

A história se passa nos anos 90. De cara ficamos conhecendo Hala, a capital do Império Kree… uma civilização de guerreiros que possuem a Starforce, uma equipe militar que diz proteger o Universo e os demais planetas contra as forças do mal que eles chamam de Skrulls. Vers… (interpretada pela Brie Larson) é um membro dessa força tarefa. Ela é treinada pelo comandante Yon-Rogg (interpretado aqui pelo lindo do Jude Law). Vers sofre de amnésia e é atormentada por pesadelos depois de um suposto acidente onde You-Rogg a encontrou e a resgatou. Ele treina Vers e a ensina a controlar seus poderes, suas habilidades e seu gênio enquanto a Inteligência Suprema dos Kree tenta descobrir quem na verdade era Vers antes de perder a memória.

Depois de muitos treinos Vers finalmente é escalada para uma missão com a equipe de seu comandante. A missão deles é resgatar um agente disfarlado infiltrado num grupo de Skrulls. Os Skrulls são uma raça de metamorfos que estão há muito tempo em guerra com os Kree. Durante essa missão as coisas dão errado e Vers é capturada pelo comandante inimigo Talos. Eles se infiltram na mente dela à procura de alguma informação importante e de dentro da mente dela eles tiram as coordenadas da Terra. Chegando na Terra Vers consegue escapar… então ela começa a ter flashs se memória e ela acaba descobrindo que ela não é uma Kree que na verdade ela é uma terráquea e que em algum momento, por algum motivo ela foi levada do planeta seis anos antes.

Depois de muitos treinos Vers finalmente é escalada para uma missão com a equipe de seu comandante. A missão deles é resgatar um agente disfarçado infiltrado num grupo de Skrulls. Os Skrulls são uma raça de metamorfos que estão há muito tempo em guerra com os Kree. Durante essa missão as coisas dão errado e Vers é capturada pelo comandante inimigo Talos. Eles se infiltram na mente dela à procura de alguma informação importante e de dentro da mente dela eles tiram as coordenadas da Terra. Chegando na Terra Vers consegue escapar… então ela começa a ter flashs se memória e ela acaba descobrindo que ela não é uma Kree que na verdade ela é uma terráquea e que em algum momento, por algum motivo ela foi levada do planeta seis anos antes.

Na sua fuga ela acaba fazendo sem querer contato com a SHIELD e com o Agente Nick Fury. Vers descobre que a sua antiga professora da base aérea da aeronáutica era Kree e desenvolveu uma arma que pode acabar de uma vez por todas com a guerra. E que na sua memória apagada pode estar a localização secreta dessa arma que tanto os Kree quanto os Skrulls querem se apossar. Vers também quer descobrir nisso tudo quem ela era antes de perder a memória.

Vers acaba descobrindo que ela na verdade é humana, que seu nome é Carol Danvers e que no dia que seu avião caiu e ela foi considerada morta ela e a sua professora Mar-Vell tinham sido atacadas porque alguém queria roubar dela a fonte de energia que ativaria uma das armas mais poderosas do universo.

E eu não vou falar mais nada porque se vcs quiserem saber o que acontece vão ter que ver o filme. Como eu disse, muita gente reclamou da Brie Larson, falou que ela é a Capitã Mimimi… e que o filme é chato, é lacrador e blábláblá… Mas eu curti. Como eu disse também, falta talvez à atriz achar o tom da personagem… Fica parecendo que ela se acha demais ás vezes. Mas também, vamos e convenhamos, colocaram poder para caramba na mulher… uma certa arrogância seria de se esperar. Infelizmente vem a arrogância sem o charme do Tony Stark do Robert Downey Jr… mas, talvez as coisas melhorem nos próximos filmes.

Se eu recomendo o filme? Recomendo sim… é um filme de aventura, cheio de lutas e efeitos especiais. O visual dele é bem bacana, a trilha sonora maravilhosa, toda anos 90, grunge, quem curte essa época vai amar… É divertido. Vale a pena perder uma horinha e meia da vida com ele… Não é o melhor da saga… mas é legal pra gente conhecer quem é a Capitã Marvel até mesmo porque certeza que ela vai aparecer muito mais vezes em novos filmes aí.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Games: Mario Kart para Android

mariokarttour

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Eu ainda tô de férias enquanto eu estou escrevendo este texto para vcs e eu tenho jogado muito videogame nos últimos dias… alguns jogos eu até já comentei aqui para vcs… Cliquem aqui para vcs verem outros posts sobre outros games.

Bom, primeiramente… já tem um tempinho que eu não falo de videogame aqui no blogue não é mesmo? Acho que último post sobre games aqui foi sobre o “Plantas Vs Zumbis”. Eu já tinha… se eu não me engano em Maio do ano passado falado aqui no blogue sobre Mario Kart Tour… que era o novo lançamento de jogos da Nintendo para celulares e tablets Android que na época me deixou bastante contente, bastante animada…

Mas na época não se sabia muito. E foi anunciado então que o jogo estava previsto para ser lançado em Janeiro de 2019. Vejam bem, vazaram informações de um possível jogo do Mario Kart, chamado Mario Kart Tour entre janeiro e maio de 2018. Com previsão de chegada ao mercado em janeiro de 2019. Eu tô escrevendo este texto em junho de 2019 e nada ainda do jogo hahahahaha. Essas coisas demoram… fazer o quê. Quando saem assim… de qualquer forma… vem todos bugados, então é melhor demorar para sair mas sair direitinho.

De qualquer forma, agora em Março de 2019 saíram novos rumores sobre o jogo nas internets da vida. Primeiro eles avisaram que ia atrasar o lançamento do jogo. Depois eles revelaram mais alguns detalhes, que deve ter aquele formatão que a gente já conhece, com vários personagens da franquia competindo num número bacana de pistas. O jogo atrasou… de janeiro eles jogaram a estreia para março e depois adiaram mais uma vez… Enquanto eu escrevo este post para vcs em junho a previsão é que ele seja lanaçado entre o final desse mês agora (junho) e setembro.

Eu acho que eu já disso isso aqui para vcs mas, Mario Kart é um dos meus jogos favoritos ever. E eu confesso que eu estou ansiosa por este lançamento, desse jogo para celulares e tablets. Eu espero que saia mesmo até setembro. E eu prometo aqui e agora para vcs que assim que liberarem o jogo para download eu vou baixar e eu vou testar, vou jogar e fazer uma resenha bem bacana para vcs aqui np blogue. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Eu já não tenho mais paciência…

solitario

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Antes de mais nada eu tô repostando este texto… eu tinha começado a escrevê-lo mas acabei não terminando e ele foi publicado no dia 19/06/2019, sem estar terminado… quando eu percebi eu removi o texto, coloquei outro que estava pronto e deixei este pra hoje… bora pro texto então.

Esses dias eu estava me recordando de duas coisas. Uma delas… eu sempre ouvia dos meus avós quando eu era criança duas frases. Eles diziam que gente jovem geralmente não dá ouvido para o que gente velha fala. Outra frase era que as pessoas normalmente tem medo de velho porque gente velha adora dar escândalo. Velho tá pouco se fodendo lixando pra um monte de coisas e pra fazer escândalo é meio segundo que precisa.

Fora isso, eu me lembro que… quando minha mãe fez quarenta anos de idade ela dizia… Dizem que a vida começa aos 40, e eu acho que agora eu entendo essa expressão. Eu me lembro de ter perguntado porquê e ela me disse que… depois de certa idade a gente começa a perder a paciência com certas coisas porque a nossa perspectiva de vida muda. E eu não entendi completamente esses dizeres dos meus mais velhos pelo menos não até eu ter os meus 40 anos.

Minha mãe tinha razão a nossa perspectiva muda quando a gente tem certa idade. E a paciência com certas coisas (e com certas pessoas) também acaba. Situações, coisas (e pessoas) com as quais eu tinha paciência eu já não tenho mais atualmente. Eu li uma frase esses dias que reflete bem como eu tenho levado a vida ultimamente… a frase dizia assim: “Chega um momento na vida que substituímos o  – não foi isso que eu quis dizer – por – entenda como quiser.” E eu acho que é bem isso.

Eu deixei de ter tanto contato com um monte de gente nos últimos anos.  Justamente por conta disso… Eu sinceramente não sei se é a idade, não sei se é o fato de agora eu fazer terapia… Eu não tenho mais paciência pra ficar agradando ninguém sabe, acariciando ego de seu ninguém sabe. Ainda mais quando vc não tem uma contrapartida. Vc sabe que se as posições sua e da pessoa fossem invertidas a pessoa não faria o mínimo esforço para agradar vc. Então eu não tenho paciência… e algo que me diz que daqui uns anos quando eu estiver entrando na casa dos 50 terei ainda menos paciência.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao

Nerdices: Desenhos Antigos – Piu-piu e Frajola

piupiu

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Bora falar de desenho animado velho que a tia Shao assistia quando era criança e assiste ainda vez ou outra quando bate a nostalgia? Bora né? Esse desenho de hoje é um clássico gente… eu duvido que exista uma pessoa neste Brasil de meu Deus que não tenha ainda uma vez na vida pelo menos assistido a esse desenho animado e não conhecia esses dois personagens.

Sim, estamos falando de Piu-Piu e Frajola. Esses personagens são da Looney Toones que se eu não me engano pertencem aos estúdios Warner Bros. E eles foram criados na década de 40. Tanto o Piu-piu quanto o Frajola aparecem em várias séries animadas dos produtores. Geralmente a gente se lembra dos dois juntos, meio que como o Tom e o Jerry. Os dois são da Vovó e o Frajola está sempre tentando comer o Piu-piu e se lascando no final. Mas os dois aparecem em outras séries também… Frajola aparece caçando outros personagens como o Ligeirinho por exemplo, e ele tem outros donos, como o Hortelino ou o Gaguinho. 

Mas é claro que a memória clássica da maioria das pessoas é aquela do gato tentando capturar o passarinho… O Piu-piu estava lá sossegado na gaiola dele e então ele era avistado pelo gato e ele soltava o seu famoso bordão “Eu acho que vi um gatinho…” daí o gato começava a correr atrás dele e ele fugia dizendo “Eu vi, eu vi um gatinho…” No final o passarinho escapava e o gato se dava mal.

Um dos meus episódios favoritos de toda a saga de aventuras desses dois, aliás… acho que é o meu favorito de todos. É aquele episódio que o passarinho acidentalmente toma um remédio do Dr Jekill e acaba virando um monstro. Um piu-piu monstro, todo gigantão e horroroso e o gato quem geralmente é o caçador acaba virando a caça. É um episódio muito, muito engraçado mesmo. Um daqueles que a gente não se cansa de ver.

Não importa o que eu esteja fazendo, se estiver passando esse episódio em qualquer lugar eu vou parar de fazer o que quer que eu esteja fazendo e vou assistir esse episódio. Infelizmente não tem esse episódio disponível no YouTube ou qualquer outro site de vídeos para eu poder colocar aqui no post para vcs. Mas eu tenho certeza que vcs já devem ter visto esse episódio em algum momento da vida de vcs.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao