Reclamando na Ouvidoria do SUS, da Prefeitura e para os Vereadores…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Vcs estão preparados para textão? Porque o de hoje vai ser longo… se não estão afim voltem outro dia… caso estejam, bora!

Eu comentei aqui no blogue que eu comecei a usar as canetas de insulina do SUS né? Então… e me ajudou para caramba no controle da glicemia… é raro eu ter hiperglicemias atualmente. E todos os meses eu tenho que ir até a Unidade Básica de Saúde Municipal da minha região para retirar as canetas de insulina e também as agulhas que vão acopladas nela. Acontece que eu uso dois tipos de insulina diferentes e aplico essas duas insulinas três vezes por dia. A quantidade de agulhas que eu precisaria todo mês então são de 180. Entretanto, a UBS me entrega apenas 60 agulhas todo mês, com a orientação que eu preciso reutilizar as agulhas três vezes.

Eu fiz um curso na ANAD recentemente que falava muito contra a reutilização, tanto de agulhas quanto de lancetas e quais os problemas essas reutilizações poderiam gerar. Então eu fui atrás de pesquisar se tinha um documento, se tinha uma orientação qualquer da ANVISA ou do Ministério da Saúde, os órgãos oficiais governamentais… e nas associações de diabéticos… que falava sobre essa reutilização. E tanto a ANVISA quanto todas as Associações Grandes tinha orientações quanto à não reutilização desse material. Por conta da esterilidade da agulha, do fio da ponta da agulha, de questões de contaminações, bactérias e tal… pra vcs terem uma ideia… eu achei na internet uma imagem aumentada no microscópio de uma agulha reutilizada. Vejam abaixo.

Então, de posse dessas orientações de órgãos oficiais eu fiz uma reclamação no Site da Ouvidoria do SUS, direcionado à Secretaria Municipal de Saúde, e fiz uma cópia dessa reclamação na Ouvidoria da Prefeitura também. Depois disso, eu copiei essas duas reclamações… num terceiro e-mail, e mandei cópia dessas reclamações para todos os Vereadores eleitos da Câmara Municipal de São Paulo. Minha reclamação era… por que antes, eu recebia 90 seringas, ou seja, eu usava e jogava fora, e agora eu recebo apenas 60 agulhas e tenho que reutilizar?

Meu questionamento era, se existe uma orientação da ANVISA contra a Reutilização, porque a quantidade inferior e a orientação de reutilizar as agulhas? O Governo não estava fornecendo a quantidade suficiente para atender aos pacientes? Não tinha dinheiro para tal? Ou estava havendo um desvio? Eu com a minha reclamação estava pedindo aos senhores vereadores para fiscalizarem essa questão e me retornarem uma resposta. Dos trocentos vereadores que tem lá na Câmara (caso vcs não saibam são 55 vereadores eleitos) oito me responderam o e-mail, seis deles (todos da oposição, nenhum do governo) abriram processos eletrônicos, via ofício, para a Secretaria da Saúde para averiguar minha reclamação.

Um deles inclusive acompanhou todo o caso e me orientou no final do processo todo a procurar um advogado e tentar conseguir os insumos via processo judicial. Então, uma turma foi lá realmente averiguar a minha reclamação, fazer o trabalho deles… mas a maioria dos vereadores cagou pro meu e-mail. Normal né? Políticos… Agora, eu vou citar aqui um caso super estranho… um desses vereadores, sei lá eu porque… levou o caso pra um dos Procuradores Municipais, que são os advogados do governo. Aí tô eu aqui em casa, me ligam no celular (porque eu coloquei todos os meus contatos lá, disponível, porque eu queria uma resposta oficial do governo né? Nada de anonimato… eu tava cumprindo meu papel de cidadã), e o tal do Procurador, que eu infelizmente não anotei o nome… me liga me ameaçando!

Falando bem assim… como a senhora tem a audácia de falar uma coisa dessas? (Oi?Como é que é amigo?). A senhora vai ter que provar essas denúncias que a senhora está fazendo, que as enfermeiras estão reutilizando agulhas na UBS. Aí eu falei assim, como é? Não foi nada disso que eu falei, o senhor por acaso chegou a ler a minha reclamação? Ele… não mas… Aí eu interrompi ele, então se o senhor, um advogado nem leu meu e-mail como é que vc tem a audácia de ligar pra mim para me intimidar? Aí ele calou a boca e eu continuei. Minha reclamação foi a seguinte… eu recebo a quantidade tal, eu preciso de tanto… e eu quero saber o por quê disso!

Aí ele me vem com essa, não mas a senhora tem que entender que o Administrador Público, gasta tanto com isso, tanto com aquilo, e que os hospitais públicos tem que arcar com isso e com aquilo… contou uma historinha triste lá, do salário do segurança, da faxineira. E eu disse, eu entendo que saúde é caro, que os gastos são imensos, entretanto, como cidadã eu estou fazendo uma reclamação e solicitando que vcs… Procuradores e vereadores façam o seu trabalho, que é averiguar se o dinheiro está sendo gasto dentro da lei, meu papel, como pessoa que paga os impostos e fazer a reclamação, qual a causa dessa quantidade menor de agulhas? Falta de planejamento do Administrador Público? Falta de Verba? Desvio de Verbas? Desvio de Insumos? Tem uma orientação, uma lei, uma portaria superior que determina uma quantidade X de agulhas para cada paciente? Eu quero uma resposta… o senhor não tem nada que ficar me ligando e me ameaçando, eu não tenho que provar nada… vc sim, tem que averiguar minha denúncia, se vc provar que o que eu denunciei é falso, aí cabe ao senhor proceder para que eu seja devidamente processada e responda pela acusação falsa! Cabe a mim fazer a reclamação e a vc averiguar!

Ele ficou sem saber onde enfiava a cara… provavelmente ele achou que estava falando com uma senhorinha, ignorante, semi-analfabeta da periferia dos cafundós da Zona Leste de São Paulo, se lascou… Aí ele disse, ahhh, tudo bem eu vou então encaminhar um ofício para a Secretaria da Saúde para averiguar isso então… E eu disse, faça isso, eu agradeço sua iniciativa, de fazer o seu trabalho. Aí ele, a senhora me desculpe viu, pode contar sempre com a a Procuradoria, com nosso trabalho… todo sem graça… e desligou. Eu posso com isso? Aff…

Enfim, daí a Secretaria da Saúde me ligou, a UBS me ligou… eu fui até lá e depois de mais ou menos um mês de fuzarca eles me deram uns documentos onde tem uma Resolução do Ministério da Saúde, que se baseia num estudo (de dez anos atrás) que não tem problemas utilizar a agulha até cinco vezes, e por questão de economia, eles fornecem até 60 agulhas mesmo (no máximo) e fica aquele impasse… tem a orientação da ANVISA dizendo uma coisa e a orientação do Ministério da Saúde dizendo outra completamente oposta e as duas estão assim no mesmo nível. Eu e meu irmão ainda por cima nos questionamos… quem manda mais? A ANVISA ou O Ministério da Saúde? Nenhum dos dois… a ANVISA é um órgão independente, ligado ao Ministério da Saúde.

E essas orientações opostas cria uma insegurança jurídica, então… fomos conversar com um advogado, amigo do meu irmão e ele disse que já teve processos no sentido de questionar isso e acabou que quem saiu vencedor foi o Ministério da Saúde. No caso a gente até poderia tentar entrar com um processo contra o SUS para tentar conseguir as agulhas, e que eu podia ganhar ou não hahahaha, aí ia ficar nas mãos do juiz decidir (e custava 4 mil reais para eu entrar com essa ação – que eu não tinha certeza da vitória né?). Que talvez por eu ter a questão das minhas dermatites possivelmente eu ganharia… Mas… eu resolvi não entrar com a ação porque financeiramente não vale a pena.

Por hora então eu vou continuar comprando as agulhas… para mim é um valor mensal que eu consigo arcar. E fica esse texto aqui, mais para conhecimento mesmo, caso alguém esteja passando pelo mesmo problema. Para a pessoa que tem um salário menor, que tem direito à justiça gratuita, que tenha problemas de pele… de repente talvez valha a pena vc entrar com uma ação contra o SUS, Estado, Prefeitura ou contra o Plano de Saúde para conseguir os insumos, beleza?

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Como Denunciar o crime de “Stalking”

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Tem alguns casos criminais que eu e meu irmão estamos acompanhando o andamento… dois deles se tratam de crimes de stalking (ou perseguição no bom português). Um deles é o caso do padrasto que era obcecado pela enteada… (deixar o link para vcs aqui lerem sobre o caso) menina no final das contas apareceu morta e o maior suspeito é o fulano… Esse tipo de comportamento é bastante comum, sempre existiu… mas só recentemente passou a ser considerado crime. E com o advento da tecnologia, ficou mais fácil de uma pessoa louca, obsessiva te perseguir não apenas no mundo real, mas no mundo virtual.

O objetivo deste texto é orientar as pessoas sobre como proceder diante de um crime de stalking. Antes de mais nada, o que é o crime? Como configura-se este crime? De acordo com o Código Penal é crime. “Art. 147-A. Perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade.”

Ou seja, se qualquer pessoa praticar qualquer um desses atos contra vc… perseguir reiteradamente, ameaçar sua integridade física ou psicológica, restringir a sua capacidade de locomoção, invadir ou perturbar a sua liberdade ou sua privacidade… (e pode ser online, por telefone, pessoalmente… tanto faz) estará, nos termos da lei praticando crime de perseguição. E o que a gente pode fazer tia Shao para se proteger? Como a gente denuncia um crime desses?

Primeiro vc precisa fazer um boletim de ocorrência, pode ser digital ou pode ir até uma delegacia… tanto faz, digital é mais rápido. Entretanto apenas fazer o Boletim de Ocorrência não basta, o crime só vai ser investigado e a pessoa só poderá sofrer alguma punição se vc der andamento no sei B.O. Ou seja, vc tem que ir lá na delegacia e falar para a autoridade competente que vc quer dar entrada na Representação! Desse jeitinho… recentemente houve algumas mudanças na lei e o Delegado de Polícia, dependendo do caso pode ele mesmo emitir uma medida protetiva, sem precisar mais do juiz para isso… Eu não sei entretanto se essa medida protetiva é apenas em caso de Lei Maria da Penha e feminicídio ou também se aplica ao crime de perseguição…

Retomando, vc tem que fazer a representação para dar andamento no caso e… por mais efêmero que pareça, ter uma “proteção” maior? Procure um advogado também. De preferência um advogado criminalista. Porque aí o advogado vai te ajudar a dar continuidade no procedimento e tem mais chances do seu stalker de repente até mesmo ir parar atrás das grades!

Fora isso tem outras atitudes que vc pode tomar para se prevenir de um ataque do stalker, evite andar sozinha, se vc vai e volta de carro para o trabalho faça caminhos diferentes, comece a praticar uma arte marcial, aprenda a se auto-defender. Num caso mais drástico, tire porte de arma, faça um curso de tiro. Eu sou contra dar armas para a população, mas eu concordo com os especialistas em segurança que dizem que em alguns casos específicos é necessário a pessoa ter uma arma para se proteger.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Todos que te amam, te amam por algum motivo…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

O mundo tá cheio de desamor… eu ia dizer que isso tem acontecido ultimamente mas não é verdade, o mundo tá cheio de desamor faz muito, muito tempo. Algumas pessoas mais realistas que eu vão dizer que ele sempre teve mais desamor que amor. Não sei se a tecnologia surgiu apenas para deixar isso mais explícito, apenas botando essa verdade na cara da sociedade, ou se ela também contribuiu para passar para a galera uma falsa sensação de invisibilidade que faz com que a pessoa libere uma parte negra de si… que cara a cara ela não faria. Não sei…

Fato é que, todo mundo que te ama… ou te odeia… te ama ou te odeia por algum motivo, geralmente bem egoísta que só ela sabe. Ah Shao, não é bem assim não existem pessoas que nos amam e nos odeiam gratuitamente. Verdade! Existem amor e ódio gratuitos. Mas geralmente as pessoas tem os motivos delas. Mesmo que esses motivos sejam incompreensíveis para nós. Sabe aquela coisa que vc fica… Nossa, o que foi que eu fiz pra essa pessoa pra ela não gostar de mim? Ou então vc tem aquele amigo que vc sempre pode contar e vc também não sabe porque aquela pessoa é tão legal com vc.

Onde foi, como foi, quando foi que surgiu esse vínculo positivo (no caso de amor/amizade) ou negativo (quando é de raiva/inimizade) com aquela pessoa? A gente na maioria das vezes nem sabe dizer. Às vezes a gente lembra, onde conheceu a pessoa, como conheceu… as circunstâncias e tal… mas, a gente não sabe exatamente quando aquela pessoa passou de uma desconhecida, a uma conhecida, e depois para um amigo/inimigo. Eu pelo menos, na maioria das vezes não me lembro hahahaha.

Igual aquela história, aquele meme que tem no Facebook, falando do final da amizade, que diz que uma vez vc saiu para brincar na rua com seus amigos, e aquela foi a última vez porém nenhum de vcs sabia disso… O começo de uma amizade também é assim né? Um dia vc conhece uma pessoa… e vc nem faz ideia que aquela pessoa vai se tornar um dos seus melhores amigos da vida.

No final das contas, o motivo de uma pessoa gostar de vc (desde que seja um gostar sincero e não interesseiro… que gosta de alguma utilidade que vc tenha para ela e não exatamente de vc) não é tão importante. Quando uma pessoa te odeia também não é importante (a não ser claro, que ela te odeie com razão, porque vc fez uma coisa horrível com ela, não por uma picuinha qualquer). O mais importante é que na vida vamos cruzar com os dois tipos de pessoas, importante é valorizar e cuidar dos amigos e se afastar dos inimigos. E tomar cuidado com os inimigos que estão disfarçados de amigos.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Comprei uma panela de pressão elétrica

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Eu sei que já comentei aqui no blogue, mas já faz umas semanas que eu gastei uma grana e comprei uma panela de pressão elétrica, porque a panela clock antigona que eu e meus irmãos herdamos da minha mãe simplesmente faleceu. Parou de pegar pressão… Eu sei que tem um jeito, que vc leva ela pros carinhas da feira-livre que “consertam” a panela e tal… mas, eu tenho medo de ser apenas uma gambiarra e a panela simplesmente explodir na minha cara.

Minha relação com panela de pressão é bem de medo mesmo, faz poucos anos que eu aprendi a cozinhar na panela de pressão. E outra… eu fui ver o preço de uma panela nova igual à que eu tinha em casa e estava custando duzentos e tra-la-lá… Enquanto que uma panela elétrica, custava cem reais mais cara apenas. Novinha, automática, com trava de segurança… Eu pensei… quer saber, já que eu vou ter que comprar uma panela nova… eu vou comprar uma elétrica. E taí… 370 reais, na promoção… comprei esse modelo da Mondial, igual está aí na foto. A Master Cooker de 5L.

E eu passei o último mês, testando e usando a bonitinha. Eu não sou nenhuma cozinheira de mão cheia… eu faço o básico em casa, então foi praticamente o básico que eu fiz. Arroz, feijão, carne com batatas, umas sobrecoxas, foz um frango xadrez também, e olha… é uma mão na roda. Ainda mais agora, que eu tô tão ocupada com os estudos e com o trabalho. Melhor coisa da vida é vc chegar, jogar o feijão lá para cozinhar, e não ter que esquentar a cabeça em ficar atenta ao timer porque senão vc queima o feijão.

Sexta-feira passada eu fiz o feijão, arroz e carne cozida para a semana em menos de uma hora e meia… feijão 40 minutos, arroz 15 minutos e a carne em mais 20 minutinhos… Aliás, eu fiz não… a panela fez, enquanto eu fazia outras coisas em casa… Eu só tive o trabalho de colocar, esperar ficar pronto, lavar a panela quando terminava uma coisa, colocava a outra coisa para fazer… depois guardar tudo separadinho e pronto no freezer só pra gente aquecer e comer durante a semana.

Eu achei que arroz não ia ficar legal na pressão, pensei que ia ficar empapado… e eu sempre cozinho o arroz já com legumes para dar um up (e porque é só assim que meus irmãos comem legumes) e no fogo normal, sempre leva um tempinho extra porque eu guardo os legumes pré-cortados e pré congelados. Mas na panela elétrica é rapidinho… 15 minutinhos.

Única reclamação que eu tenho dela é que ela demora de dez a doze minutos para pegar pressão se vc coloca água fria nela… Então se vc colocou ela pra cozinhar o feijão em 40 minutos, são 40 minutos a partir do momento que ela pega pressão. E se vc usa água quente já? Aí ela é bem mais rápida… Mas não gasta mais energia assim Shao? Bom… ultimamente tá tudo caro né? Tanto o gás (que aqui em casa é encanado) quando a eletricidade… mas, como eu disse, eu cozinho as coisas pra semana… meus irmãos não são chatos para comer… tem gente que faz questão de comer todo dia arroz feito na hora por exemplo, eles não ligam… se tem arroz pronto é o que interessa hahahahaha.

Então acaba que para mim, dá na mesma… o que eu economizo de gás eu gasto de eletricidade e vice versa. A vantagem mesmo está na praticidade que o eletrodoméstico me trouxe, eu posso fazer outras coisas enquanto ela cozinha sozinha… E tem várias receitas bacanas e diferentes nas internets da vida, eu tô curtindo essa panela. Quem tá afim de comprar uma mas não conhece ninguém que tenha… fica a dica… ela ajuda pra caramba na otimização dos afazeres domésticos meus amigos! Eu não testei ainda, mas dizem que dá até pra fazer macarrão, vc joga tudo lá… e quando termina tá tudo prontinho, temperado, com molho e tudo… é só comer. Talvez eu teste num final de semana desses…

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Diabetes #125 – Caneta Reutilizável de insulina

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Então, bora falar da diabólica (diabetes) porque gente para caramba me pergunta para caramba coisa sobre ela né? Hoje eu queria comentar sobre canetas reutilizáveis de insulina. Por que tia Shao? Porque como vcs (que acompanham o blogue) sabem desde novembro do ano passado, eu comecei a utilizar canetas de insulina em vez de seringas… Melhorou pra caramba as minhas glicemias. E todo mês agora eu pego na UBS com a minha receita as canetas de insulina do SUS que são canetas descartáveis. Vc usa toda a insulina da caneta, vai trocando as agulhas apenas, e depois vc joga fora.

Entretanto… a gente sabe que depender exclusivamente do SUS é fogo, porque de vez em quando falta remédios, em mais de dez anos de diagnóstico de diabetes, vira e mexe eu tenho que comprar a insulina na farmácia porque acaba, ou não entregam na UBS, então… como meu organismo parece ter se adaptado bem pra caramba com a caneta e a agulha de 4mm, eu achei por bem não voltar para as seringas.

Então eu resolvi investir numa caneta de insulina reutilizável (duas na verdade, porque eu uso dois tipos de insulina), para no caso de faltar a caneta do SUS na UBS, eu posso comprar os cartuchos de insulina para as canetas em vez de comprar a insulina de ampola que precisa das seringas para aplicar o medicamento. E assim alterar o mínimo possível o meu tratamento, que tá indo tão bem. E depois de um tempo utilizando as canetas, quais as vantagens e as desvantagens de uma caneta reutilizável de insulina? Vamos por partes…

Vantagens: É menos coisa para carregar, vc leva uma canetinha, já equipada com a agulha, preparada para usar, no bolso ou no case dela. Ou seja, acaba sendo bem mais prática, vc não tem que levar uma bolsinha cheia de coisas. A agulha é bem menos invasiva, bem menor praticamente indolor se comparada à seringa. E se vc trocar sempre, bem menor o risco de machucar a pele, deixar roxos, machucados e criar alguma ferida… Ainda mais para eu que tenho diversos problemas de pele, dermatite.

Desvantagens: É bem mais caro, vc tem que investir uma graninha… cada caneta aplicadora, custa em torno de 200 reais (eu comprei 2 então tive que gastar uns 400 reais), a insulina que vai nela também é mais cara… se eu for comparar 10 ml de insulina de ampola custa cerca de 35 reais enquanto 15 ml de insulina pen, que tem um invólucro todo diferente, com embolo de vidro (que é onde fica o líquido) já com a rolha de retenção (que é a borrachinha que veda e empurra o líquido para o organismo)… custa cerca de 80 reais, quase o dobro (justamente por conta da tecnologia toda que tem no refil, que já vem preparado pra vc encaixar na caneta).

A quantidade de insulina que eu uso por mês… se eu não pegasse na UBS se eu tivesse que comprar ficaria em torno de 140 reais, se fosse o vidrinho de 10 ml que vc precisa da seringa. Ou 780 reais, se fosse em refis para caneta de insulina… caro né? Fora os remédios que eu tenho que comprar na farmácia, porque não tem na UBS e que geralmente são os mais caros. Mas, graças a Deus que temos o SUS, eu só vou ter que gastar essa grana… esporadicamente… se faltar a insulina na UBS. Qualquer dia desses eu vou sentar e fazer a conta com vcs de quanto que eu gastaria com os remédios e tudo mais que eu uso todo o mês para tratar do diabetes… se eu tivesse que comprar tudo e não existisse o SUS… tudo é muito caro!

E quanto mais nova, mais tecnológica é a solução mais cara… infelizmente. Felizmente com o passar do tempo as empresas vão barateando a forma de produzir aquela tecnologia e o preço acaba caindo. Infelizmente demora pra caramba hahahahaha. Os preços da caneta e da insulina não se comparam claro, com o preço de uma bomba de insulina… como eu disse, quanto mais tecnológica a solução mais cara. Apesar desses preços, impraticáveis mesmo para mim (imagina para quem vive de salário mínimo? Impossível!) que tenho um salário relativamente bom, mas… não sou rica… por conta de manter um controle bacana, e manter minha glicemia bem controladinha… vale a pena investir. E assim… não é sempre que eu vou ter que desembolsar essa grana… vai ser esporadicamente, se por acaso vier faltar na UBS.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme: Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Terceiro e último filme dessa sexta… acabou de estrear nos cinemas… tipo, estreou na quinta-feira, na sexta nós fomos ver. Dois anos sem ir ao cinema galera… por conta da pandemia.

E tava um hype enorme para este filme, por conta do último filme do Homem-Aranha, entretanto… e por conta desse hype a maioria da galera não curtiu o filme. Eu não vi nenhum spoiler, mas… eu vi que a crítica tava batendo pesado no filme. Mas eu fui ver assim mesmo, porque primeiro um dos meus filmes favoritos do MCU foi o primeiro filme do Dr Estranho, segundo o personagem Dr Estranho sempre foi um dos meus favoritos da Marvel e terceiro eu amo o Benedict Cumberbatch… amo… Filme longo… quem for ver se prepare. Um pouquinho mais de duas horas de filme. E apesar das críticas eu gostei do filme… achei bacana, efeitos especiais maravilhosos como sempre… O Benedict Cumberbatch e a Elizabeth Olsen carregam o filme nas costas… ótimas atuações de ambos. A Rachel MacAdams aparece bem mais do que eu esperava nesse filme, e ela também manda muito bem. E eu acho que a direção do Sam Raimi foi bem bacana… tem duas cenas pós crédito, então não saiam do cinema antes hahahahaha. E pra não dizer que eu não falei da história… bora lá… só um pouquinho, sem spoilers…

Depois da sua aventura com o Homem Aranha, Stephen Strange tá de boas no mundo dele quando de repente ele tem um sonho diferentão, ele fica se perguntando se aquilo é só um sonho ou se quer dizer. Sua vida particular foi pras cucuias porque o amor da sua vida está se casando com outra pessoa… Então, de repente, no meio da festa… a cidade começa a ser atacada por um monstro invisível, ele vai em socorro das pessoas e descobre que a criatura está perseguindo uma menina chamada América… e que uma criatura do mal quer roubar os poderes dela, e que se isso acontecer… todo o Multiverso será afetado. Então ele acaba embarcando numa viagem muito doida pelo multiverso para tentar proteger a menina da ameaça e também todo o multiverso.

O filme é legal, o roteiro é bem fraco entretanto… se vc for para o cinema esperando a mesma coisa que vc viu no filme do Homem Aranha, vai ficar decepcionado… Esse filme serve apenas para duas coisas… abrir as portas para o Multiverso da Marvel para o público, trazer alguns personagens clássicos para apresentá-los também e fechar alguns ciclos para alguns outros personagens. Então… é um filme ponte, preparando o expectador para o que está por vir. Se vc for com essa mentalidade ver o filme vc vai curtir como eu, senão, não vai curtir mesmo. Eu gostei… achei bacana… recomendo!

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme: O Segredo nas Paredes

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Segundo filme dessa sexta é um terror de leve… de leve mesmo. Fui assistir ao filme “O Segredo nas Paredes” (ou “The Whole Truth” no original em inglês) sem saber do que se tratava achando que era uma coisa e era outra… mas bora lá de qualquer forma né?

É um filme de terror do ano passado, estreou na Netflix mundialmente se eu não me engano e é um filme de terror diferente, com uma linguagem e abordagem completamente diferentes porque é um filme tailandês galera. Então não tem nada a ver com o que a gente tá acostumado a ver em Hollywood, mas quando eu comecei a assistir ao filme eu não sabia disso hahahaha. Como é um filme que envolve algum suspense e tem uns mistérios eu vou tentar ser cuidadosa e não deixar escamar nenhum spoiler beleza.

E a história do filme é mais ou menos assim… temos uma família comum, onde a mãe Mai, cria sozinha os dois filhos adolescentes a mais velha Pim, que é uma garota bonita e popular na escola e o seu irmão mais novo Putt, que é nerd, tímido, não tem muitos amigos e tem uma deficiência na perna. Até que um dia, um grave acidente de carro acontece com a mãe dos adolescentes e ela fica em coma… e eles são obrigados a irem viver por um tempo na casa dos avós… pais de Mai… que eles não se lembravam de conhecerem quando eram crianças…

E assim que eles chegam na casa dos avós eles percebem algumas semelhanças com as vidas deles, como por exemplo a forma como a mãe preparava o café da manhã para eles. Mas, em pouco tempo na casa dos avós eles começam a perceber pequenas coisas estranhas acontecendo… Como um buraco na parede que apenas eles enxergam. A princípio eles acham que estão vendo a casa dos vizinhos, depois eles reparam que a sala que eles estão vendo pelo buraco é idêntica à sala dos avós e então… as coisas vão ficando cada vez mais estranhas…

E eu não vou contar o que acontece depois para não estragar a experiência de quem vai querer assistir ao filme. O filme é longo… eu acho que se ele fosse um pouquinho mais curto seria melhor, teria um impacto maior na audiência, mas… o final é bem surpreendentes, eu curti. Fica a dica.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme Antigo: O Enigma do Horizonte

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Bem vindos a mais uma sexta-feira e bora começar a dica de filmes desse novo dia com filme velho porque sim…

Esses dias eu estava navegando pelo catálogo da Amazon Prime Vídeo e dei de cara com esse filme “O Enigma do Horizonte” (ou “Event Horizon” no original em inglês) é um filme de 1997, estrelado por Sam Neil (famoso pelo papel dele em Jurasic Park) e pelo Laurence Fishburn (famoso por ser o Morfeu em “Matrix”), é um filme de ficção científica que se passa em 2047 (engraçado como na década de 90 as pessoas ainda achavam quem em 2050 o ser humano estaria viajando pelo cosmos descobrindo os alienígenas) e a história do filme é mais ou menos assim…

A Equipe do Capitão Miller (interpretado por Laurence Fishburn) é enviada para perto do planeta Netuno, para realizar um resgate de uma nave e de sua tripulação que estavam desaparecidos por 7 anos. Junto à equipe da nave Lewis & Clark, está o Doutor William Weir (interpretado pelo Sam Neil), que é um especialista na nave desaparecida. Quando eles finalmente chegam a Netuno, Weir explica para eles que a nave a ser resgatada se chama Event Horizon (por isso o nome do filme – a tradução do título foi horrível) e que é uma nave especial, a única capaz de viajar acima da velocidade da luz criando portais que dobram o tempo-espaço. Por isso é tão importante recuperá-la.

Chegando lá… a tripulação topa com a nave e as leituras dizem que a nave está intacta, porém ela parece uma nave fantasma… sem nenhum sinal da tripulação. Eles então entram na nave (mas era eu viu que ia entrar numa nave abandonada nos confins do universo) para fazer uma averiguação presencial e o que eles encontram dentro da nave… não é fácil de ser explicado. Então eles todos começam a achar que alguma coisa de muito errado aconteceu no lugar, mas mesmo assim eles permanecem dentro da nave investigando porque afinal de contas essa é a missão deles.

Mas… em pouco tempo a tripulação da Clark começa a sofrer com alucinações visuais e auditivas e a gente tem a sensação de que tem alguma coisa na nave com eles… mas, o quê? Um encosto? Um satanás? Um ET virado no capiroto? E então coisas estranhas começam a acontecer e vão atingindo um por um dos membros da tripulação mas especialmente o Dr Weir que a gente descobre, foi o cara que construiu a Event Horizon e… eu não vou contar o que acontece porque não quero dar spoiler. Apesar de ser um filme bem antigo… como tem bastante suspense… quem quiser assistir tá disponível no streaming da Amazon Prime Vídeo e se eu não me engano no AppleTV+.

Curiosidades sobre o filme… na época do lançamento o filme foi um completo fracasso nas bilheterias, foram gastos 60 milhões de dólares na sua produção e ele arrecadou apenas 40 milhões no mundo todo. Com o passar do tempo entretanto o filme se tornou um clássico cult, ou seja, ele fez mais sucesso nas locadoras do que nos cinemas. As partes de terror do filme foram inspiradas em Hellraiser. E para fechar… a Amazon está pensando em produzir uma série inspirada nesse filme… será que vai fazer sucesso?

Assistindo ao filme depois de tantos anos dá pra entender porque o público detestou, em alguns momentos o roteiro é bem confuso. E apesar dos pesares os efeitos especiais filme envelheceram bem viu? O cenário da Nave Clark é bem bacana e lembra a cabine da Nabucodonosor de Matrix. Não é qualquer pessoa que vai curtir o filme… eu achei bacana o bastante para recomendar aqui para vcs…

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

You Tube: Canal Operação Policial

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

O segundo texto de hoje vai ser bem curtinho, só para não passar em branco, eu fiquei uns dias sem escrever e as coisas meio que desandaram por aqui… Eu ia falar sobre música, mas reparei que tem um tempinho que eu não nada sobre os canais do YouTube que eu costumo acompanhar. E se tem duas coisas que eu tenho feito muito ultimamente, é ouvir Podcasts, e também colocar vídeos do YouTube para rodar (só para eu ouvir) enquanto eu faço outras coisas.

Então, eu vou hoje, fazer um texto rapidinho para divulgar um canal que eu tenho assistido bastante nos últimos tempos. Infelizmente para a maioria das pessoas os podcasts e vídeos que eu mais tenho acompanhado nos últimos tempos, por conta dos meus estudos para a OAB tem muito a ver com Direito. Até mesmo os documentários que eu assisto tem um pezinho lá na área jurídica.

Esse Canal que eu divulgo hoje se chama “Operação Policial” (clique no nome para conhecer o canal), e eles analisam diversos casos criminais que acontecem todos os dias no Brasil. Diversos casos de repercussão nacional. Eles apresentam o caso, trazem convidados especialistas, geralmente juristas, psicólogos, psiquiatras forense, médicos, peritos policiais, delegados, etc. E eles analisam o caso de todos os ângulos possíveis e imagináveis.

Para quem é da área jurídica e tem interesse em ingressar na área criminal especialmente, é bem bacana porque eles dão uma geral no caso. Mas é bacana também para quem é leigo porque vc consegue entender melhor o caso, os crimes, o por quê da acusação, quando vai ser ou como foi o julgamento, porque a sentença se deu da forma que foi… É um conhecimento, que geralmente a maioria da população não tem acesso.

E são diversos professores, especialistas em suas áreas explicando todos os detalhes, de uma forma que uma pessoa comum, possa entender… Esses dias eles estavam analisando a personalidade histórica do Lampião e de sua mulher Maria Bonita. Eu achei esse vídeo foda pra caramba, a análise dos caras, do ponto de vista histórico, social, jurídico (diante das leis da época) e como seria considerada aquela figura nos dias atuais. Como criou-se a imagem do Lampião herói sendo que o cara não era nada disso… Eu vou até deixar o link desse video mais abaixo no texto para vcs assistirem se quiserem.

A internet tem muito conteúdo bom, o YouTube mais ainda, mas tem muita tranqueira também… e é treta navegar por um monte de porcaria até achar um conteúdo bacana, legal… por isso que de vez em quando eu gosto de deixar uma dicas de canais de conteúdo bacana aqui no blogue. Assim sendo, fica a dica desse Canal para vcs, espero que vcs curtam.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Séries: Conversando com o Criminoso – O Palhaço Assassino

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Hoje é aquele dia da semana que falamos de série e a série de hoje é uma daquelas que simplesmente estreiam e pulam na frente das outras que eu tinha na minha lista. É a segunda série do gênero, dos mesmos produtores… tem um tempo eles estrearam, na Netflix também, uma série chamada “Conversando com o Serial Killer – Ted Bundy” e agora eles vieram com a mesma proposta, mas dessa vez é “Conversado com o Serial Killer – O Palhaço Assassino”, que é o John Wayne Gacy… um dos assassinos em série mais infames dos EUA e que matou um número que não se sabe ao certo de jovens… entre as décadas de 60 e 80.

Quando foi finalmente descoberto o cemitério particular de Gacy, onde ele escondia os corpos de suas vítimas, no subsolo de sua própria residência, os policiais desenterraram 26 corpos, dos quais 6 ainda restam com suas identidades desconhecidas. Entretanto ele foi condenado por 33 mortes… algumas das quais encontraram outros corpos em outros lugares… E a série conta a história da vida do cara, como ele escolhia suas vítimas… E ainda apresenta para o público, e essa é a proposta da série, a versão do serial killer.

Com mais de 60 horas inéditas de gravações de entrevistas com um determinado advogado (que preferiu permanecer anônimo) onde Gacy conta a sua versão dos fatos, fala de sua vida e mostra (como a maioria dos assassinos em série) o que passava dentro da sua mente, e deixa eu contar para vcs é uma mente que ao mesmo tempo é um reflexo do tempo em que o cara vivia, ao mesmo tempo… ele reflete essa realidade da época de uma forma completamente distorcida pela mente doentia do cara.

Eu não vou entrar em detalhes para não dar spoilers em quem tenha interesse de assistir, mas a série é bem bacana, especialmente a parte que mostra todo o processo investigativo dos policiais que acabaram por prender o Gacy. São três episódios, cada um de mais ou menos uma hora, então são três horas de conteúdo. Fica a dica.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Não é fácil ser empático…

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Esses dias eu estava conversando com meu irmão caçula, enquanto ele me levava para fazer a diacha da prova da OAB e nós chegamos à conclusão que somos bem opostos em algumas questões. E as pessoas tem imagens diferentes sobre nós porque não nos conhecem de verdade. Por exemplo, todo mundo acha que ele é encrenqueiro, brigão, impaciente… sendo que na verdade ela é todo “paz na terra”, mas ele perde a calma com facilidade, ele vai de 8 a 80 em 5 segundos.

Já eu sou a impaciência na terra, entretanto eu não demonstro, eu me controlo, eu respiro fundo, eu quero matar a pessoa, mas eu procuro me acalmar e falar devagar, e demora para eu perder o controle das minhas emoções e simplesmente explodir. Para eu explodir eu tenho que estar aturando uma situação péssima há muito, muito tempo. Mas as pessoas não enxergam o que tá rolando dentro da gente, elas só veem aquilo que expressamos… então parece para quem vê de fora, que eu sou paciente e calma… enquanto que meu irmão é o explosivo impaciente. Sendo que na realidade é exatamente o oposto.

E a parte engraçada (talvez nem tanto) dessa história, é que as pessoas acabam esperando da gente exatamente o oposto do que somos. A verdade é que é difícil ser empático na maior parte do tempo porque o ser humano é por natureza um ser egoísta… mas nem todo mundo, uma parcela bem pequena da população é bastante empática, mas esses seres humanos são raros de se encontrar.

Até mesmo porque quem é empático demais acaba morrendo cedo… se vc não colocar um limite mínimo no grau de empatia com o qual vc trata as pessoas, vc sempre vai estar em ultimo lugar na sua lista de prioridades e isso não é saudável. Ser empático basicamente é vc saber se colocar no lugar do outro, mas as pessoas confundem isso com “fazer as coisas para o outro”. Por incrível que pareça, meu trabalho na Prefeitura me ensinou pra caramba a respeitar certas linhas tênues que interpõe o limite entre ser empático e ser trouxa. Povo conta cada história triste pra gente lá no trabalho, se formos acreditar em tudo… a gente volta pra casa deprimido todo santo dia.

Mas, se quisermos ser pessoas melhores… e eu me esforço todos os dias para tentar melhorar como ser humano, temos que aprender não apenas a sermos mais empáticos com os outros seres humanos que nos cercam. Sem nos esquecermos também, obviamente, de colocarmos limites nessa empatia toda. A pessoa que tem empatia para com todo mundo e não coloca um limite nisso, acaba carregando nas costas, o mundo e os problemas dos outros… além dos seus. E eu sinceramente não sei o que é mais difícil, ter empatia, exercer esta empatia ou encontrar um equilíbrio em até que ponto podemos ir sem atropelarmos nossos próprios sentimentos, problemas e necessidades. O que vcs acham? Deixem aí nos comentários…

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Roubando a gente pouco a pouco…

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Hoje foi dia de eu passar no médico, na consulta com a psicanalista, comprar o lanchinhos para o dia da prova (daqui dois dias para mim), de lavar roupa, fazer um bolo, comer pizza no jantar e de assistir Netflix. Eu tinha planejado assistir umas aulas, mas eu perdi um tempão na UBS então, estragou toda a minha agenda… não parei em casa, assim sendo, deixei para ver minhas últimas aulas do cursinho amanhã… Vcs vão ler este texto bem depois da minha prova então… vamos mudar de assunto.

Esses dias eu tava conversando com meu irmão sobre pessoas e energia. Há muito tempo, eu tinha uns 19 anos acho… por aí… não tô bem certa. Eu fiz um curso de shiatsu e massoterapia com um dos meus professores de kung-fu, e ele era acupunturista e todo ligado nos paranauês das energias, de yin e yang e essas coisas… E ele falava pra caramba das energias emanadas pelas pessoas e que quando a gente manipulava as pessoas, num tratamento de shiatsu, acupuntura e tal a gente tava lidando também com a energia daquela pessoa e que de vez em quando, uma pessoa com a energia toda desbalanceada podia deixar a gente doente, se a gente não cuidasse da nossa energia.

E ele tinha diversas técnicas nesse sentido. Não que eu não acreditasse nele, trabalhando um tempo nessa área vc sente mesmo, que algumas pessoas chegam tão deprimidas, carregadas que deixam vc mal depois de uma sessão, se vc não se cuidasse. Eu me formei, trabalhei com isso um tempo, mas depois eu parei… achei que não era pra mim… não era legal pra minha saúde. Eu absorvo demais, eu empatizo demais em certos casos e eu acabo ficando mal.

Eu até hoje trabalho com pessoas, atendendo ao público e resolvendo pepinos, tem dias que eu chego em casa me sentindo como se eu tivesse sido atropelada de tão cansada. Isso, só de ter que falar com pessoas o dia todo e resolver problemas. Na acupuntura, shiatsu e massoterapia, vc além de conversar, tem a questão do toque… era bem pior. Eu vivia doente. Era bem legal pros meus clientes, eles me amavam e ficaram chateados de eu ir embora… Ah, mas vc é tão boa nisso e tal… mas não tava sendo bom para mim. Então, eu parei.

Mas, hoje em dia ainda acontece… de uma pessoa do mal vir e roubar todo meu ânimo, minha energia num determinado dia. Pior ainda quando além das pessoas que a gente atende no trabalho a gente ter que lidar com um colega de trabalho assim que vai, que nem uma sanguessuga, roubando todos os dias, aos pouquinhos a sua energia. Pior… imagina vc morar com uma pessoa assim?

A verdade é que na vida, infelizmente, a gente vai tropeçar neste tipo de gente, em casa, no trabalho, na família, nos amigos, nos inimigos… sempre vai ter um buraco negro energético perto da gente. Porque se tem uma coisa que não falta nesse mundo é gente FDP… Então, por mais que na época, eu não tenha prestado tanta atenção às lições do meu professor, falando das energias das pessoas e tal, hoje eu sei que ele tinha razão e mais, que a melhor coisa que a gente faz, é se afastar deste tipo de gente.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Eu não tenho planos… eu tenho propósitos…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Se tem uma coisa que espalhou-se mais que o coronga váirus pelo mundo… nos últimos anos por conta da tecnologia, são imagens com florezinhas e frases motivacionais. E a culpa caiu nas costas das tias do zap. Coitadas… eu confesso que fiz minha parte em espalhar as tais também… e continuo fazendo, e espalhando memes também… podem ver pelo meu Instagram. Tem a eventual selfie, tem foto de comida, tem foto com a galera, mas tem também frase motivacional e meme… all in all, uma conta padrão de instagram de tia hahahahaha. Me Deixem… com 45 anos eu sou “no mínimo” tia… minha vó já era vó com 44… então me deixem ser tia em paz!

E uma das coisas que a gente mais ouve (ou lê, tanto faz) são frases do estilo, ahhh não desista dos seus sonhos (vá para a próxima padaria… ahahahaha brincadeira… caraca, faz tempo que eu não compro sonho de padaria… hum, deu vontade agora)… Mas eu estava conversando com meus irmãos esses dias em como tudo na vida, até mesmo os sonhos mais bacanas, é transitório! É sério… nem tô tentando ser deprimente nem nada… Mas nada na vida é permanente. Algumas coisas são um pouco mais duradouras… mas nada é perene, tudo é efêmero.

Por isso quando falam não desistam dos seus sonhos eu acho uma grande bobagem, porque o sonho vc tem hoje, que é tão importante para vc, que te motiva a continuar vivendo muitas vezes… como somos pessoas que mudamos cotidianamente pode não significar nada para a pessoa que vc vai ser amanhã. Eu paro para pensar nos sonhos que eu tinha lá pelos meus vinte e poucos anos… quase nenhum deles sobreviveu… alguns deles ainda estão por aqui, mas de formas diferentes. Mas a maioria das coisas que eu queria, com as quais eu sonhava aos vinte e poucos, já não fazem mais sentido para a pessoa que eu me tornei, para quem eu sou hoje aos 45.

Hoje em dia eu gosto de dizer que eu não tenho sonhos, eu tenho propósitos… eu traço planos, e metas para transformar esses planos em realidade. São propósitos. Não sonhos… porque sonhos nem sempre são tangíveis, possíveis… a maioria deles são bem doidos e ilusórios. Ainda mais quando a gente tem vinte e poucos anos hahahaha. Propósitos são diferentes, vc sabe que se vc fizer A+B, se vc tiver foco… eventualmente vc vai alcançar aquele propósito. A maioria das pessoas confunde uma coisa com a outra… sonhos e propósitos… e é compreensível porque a linha que separa um dos outro é bem tênue.

O propósito, é o sonho com atitude… o propósito é o trabalho que vc tem para transformar um sonho em realidade. É a parte que a maioria das pessoas gostaria de pular hahahahaha. Mas sem ela as realizações são impossíveis. Por isso, eu digo hoje em dia… do alto dos meus 45 anos, eu não tenho mais sonhos… eu tenho propósitos, e planos… e um monte de trabalho pela frente.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Confiar desconfiando…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Eu acordei tão cansada hoje que sinceramente se Jesus voltasse hoje anunciando o apocalipse eu não ia achar ruim não viu. Ontem eu fui dormir duas da manhã… revisando os modelos de peça que podem cair na prova (que vai ser daqui três dias para mim mas quando vcs estiverem lendo este texto a prova já vai ter rolado), resultado… acordei quase meio dia hoje.

Eu já devo ter comentado aqui com vcs mas, diferente da maioria das pessoas minha ansiedade pré-prova vem acompanhada de uma atitude meio ‘foda-se’. O que faz com que eu fique… caraca eu tô estudando tem tantos meses, foda-se esses últimos dias, vou ver mais nada… e ao contrário da maioria das pessoas que ficam extremamente nervosas, eu fico fria, eu não fico nervosa em dia de prova… aliás é o dia que eu fico mais calma. Porque eu sei que o que eu tinha que fazer eu já fiz, ficar abraçada no livro na porta da Faculdade, lendo resumo não vai me adiantar muita coisa…

Tô entrando nessa vibe já… mas eu tô me policiando para não ligar o foda-se completamente porque ainda tem uns exercícios que eu quero ver… só porque o seguro morreu de velho… Eu vou deixar para não fazer nada mesmo no sábado, um dia antes da prova. Mas, como sempre nem era disso que eu queria falar no texto de hoje. Esses dias eu estava conversando com uma amiga… e eu me lembrei de uma coisa de um conselho que minha mãe sempre me dava quando eu era criança…

Minha mãe sempre me falava, a gente tem que confiar desconfiando. E eu sempre achei essa frase extremamente contraditória. Como é que a gente confia… desconfiando? Eu sempre fui uma criança muito literal hahahaha. Entretanto, conforme a gente vai crescendo aprendemos que não se aplica a literalidade a tudo que nos cerca nesse mundo. Se tem uma coisa que eu aprendi na vida é a desconfiar das pessoas… quer dizer, mais ou menos… não todas… depende da pessoa claro.

Hoje, do alto dos meus 45 anos (caminhando para os 46) eu entendo mais ou menos o que ela queria dizer. Ela queria me ensinar a não ser tão ingênua, pode parecer clichê mas é real… atitudes falam mais que palavras, a maioria das pessoas é uma coisa na sua frente e outra nas suas costas, ou apenas falam aquilo que vc quer ouvir, ou apenas te valoriza porque vc tem alguma coisa que ela quer, ou ainda ela pode conseguir alguma vantagem com a sua companhia… e por aí vai… Soma tudo isso aí, é o que tá escrito nas entrelinhas da frase “a gente tem que confiar desconfiando”.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Cortar o açúcar da vida é um caminho sem volta…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Esses dias que eu tô de férias eu tô tentando comer direito… mesmo estando em casa, tá certo que de vez em quando eu sou corrompida pelos meus irmãos que vivem comendo tranqueira e pedindo pizza e ifood hahahahaa. Mas até que no geral tô de boas.

Entretanto eu descobri uma coisa, e isso já tem um tempo, depois que vc simplesmente corta o açúcar da sua vida é bem mais difícil vc comer coisas com açúcar. Eu cortei por causa do diabetes, não cortei de uma vez… cortei devagarinho… Hoje em dia se eu como alguma coisa que tem muito açúcar por exemplo eu fico enjoada. E se eu vou cozinhar alguma coisa… um bolo, por exemplo eu tendo a colocar bem menos açúcar do que eu colocava antes, ou então eu coloco adoçante (tem um adoçante específico pra cozinhar, é bem legal).

Claro, que de vez em quando eu saio para comer fora, restaurantes, de vez em quando tem uma festa e tal, mas eu enjoo fácil de coisas doces. Até refrigerante, eu não consigo muitas vezes, se for uma coca-cola normal… tomar uma latinha inteira. Me deixa com o estômago bem enjoado se eu forçar. O que é bem engraçado porque nas primeiras duas, três semanas vc meio que tem uma crise de abstinência, o organismo pede, mas depois desse período, se vc persevera e não enfia a cara em nada com açúcar vc vai deixando de sentir falta.

Atualmente eu tomo (quase) tudo com adoçante, o que eu tô tentando diminuir também. Aos poucos eu tô tirando a quantidade de adoçante que eu coloco nas coisas… Algumas coisas eu até já consigo comer/beber sem adoçante nenhum. E é engraçado porque vc acaba percebendo que o sabor dos alimentos é completamente diferente quando vc não coloca sal, nem muito tempero, nem açúcar neles.

Enfim, cortar o açúcar, diminuir os temperos e tal… é um caminho sem volta na vida porque vc se sente tão mais leve comendo menos porcaria… Tanto que quando eu teimo em sair e acabo comendo tranqueira eu passo mal e me arrependo… era melhor ter ficado no brócolis mesmo hahahaha. Enfim, acho que esse é o segredo da Rainha Elisabeth II pra viver tanto, ela só come coisas saudáveis.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

E o Ministro da Educação hein?

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Eu detesto escrever sobre dois assuntos aqui no blogue, política e religião… (entre outros… mas esses são os que eu menos abordo) por conta do calvário que é ter que aturar ódio, discussões infrutíferas, ataques…

Tá todo mundo tão certo de tudo, tá tudo tão polarizado que a gente não pode expressar nenhuma opinião sem ser apedrejado (geralmente por ambos os lados se a sua opinião é menos radical). Por isso, eu prefiro tirar as minhas conclusões e guardo elas para mim mesma. Ou no máximo eu troco ideias, com pessoas que eu sei que, mesmo quando pensam diferente de mim, é um ser humano evoluído o bastante para respeitá-la, ou que no máximo tentam mudar a minha opinião com argumentos relevantes e racionais, não com fanatismo sem sentido.

Agora… esse lance que aconteceu da ligação entre os Ministro da Educação e os Pastores de um monte de igreja evangélica aí… que horror isso hein? Eu sempre digo isso aqui no blogue, eu sou cristã, e sou evangélica, entretanto a igreja que eu frequento é na sua constituição uma organização apolítica. Ou seja, membros da igreja que queiram se envolver na política, concorrer a cargos e o caramba… são proibidos de terem cargos na igreja. Fora isso na igreja que eu frequento todos os trabalhadores, todo mundo que tem algum cargo ou função é voluntário… ninguém recebe salário… a igreja também não tem dízimo… e a igreja sobrevive de doações voluntárias dos fiéis, na quantia que quiserem/puderem, ou quando quiserem/puderem.

E agora falando a minha opinião particular sobre o assunto, e ela é dissidente da maioria dos meus amigos… Eu acho que quem é religioso não tem que se meter na política. Porque afinal de contas… a religião (seja qual for ela) se preocupa com o mundo pós-vida, o mundo espiritual… e não com esse mundo no qual a gente tá de passagem e já tá lascado mesmo, não tem conserto. A própria palavra religião vem do latim religare que significa reconectar o homem com Deus que é para onde o espírito retorna após nossa morte. Por que então os religiosos iriam querer estabelecer uma teocracia qualquer nesse mundo? Não entra na minha cabeça… Enfim, eu não voto em nenhum religioso que se candidata a cargo político. Mas isso sou eu okay? Cada um sabe de si.

A educação nesse país tá lascada faz tempo, de vez em quando aparecem umas pessoas que fazem umas coisas boas, mas a realidade é que não é interessante para nenhum político uma população educada e mais ainda pensante. Isso também não é interessante para pastores, padres, religiosos em geral que amam manipular a massa ignorante. Então claro… que essas duas fatias inescrupulosas e corruptas da sociedade iam inevitavelmente se encontrar, das as mãos e encher as burras com o dinheiro público a pretexto de “ajudar o povo” né?

Não me surpreende… estamos tão acostumados a sermos palhaços que… muda o governo, mudam os peões no poder mas a corrupção continua a mesma… seja a galera de esquerda, seja a galera de direita… Como eu sempre digo para que exista a corrupção numa sociedade basta que existam duas pessoas… mais nada… uma eventualmente vai tentar corromper, levar vantagem sobre a outra. É triste a nossa situação… quatro anos desse governo, cinco Ministros Da Educação… todos eles não fazendo nada, exatamente nada para melhorar a educação no país… é extremamente triste.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Deltan vai ter que Indenizar o Lula?

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Eu sei que eu tô atrasada para comentar este assunto, mas eu ando bem ocupada… Em março, saiu uma decisão do STJ que condenava o ex-procurador federal Deltan Dallagnol a pagar uma indenização que pode ultrapassar o valor de 100 mil reais, por danos morais.

O curioso dessa história é que, na letra da lei, um agente público não pode ser diretamente processado por um cidadão qualquer por qualquer dano que este agente tenha lhe causado exercendo as suas funções. Uma das Ministras aliás, votou de acordo com o entendimento legal, dizendo que a Ação do Lula deveria ser proposta contra a União e não diretamente contra o Dallagnol porque afinal de contas ele, certo ou errado, bem intencionado ou não… esta no exercício da sua função. Mas, ela foi voto vencido… Os outros dois ministros da 4ª turma do STJ decidiu em favor do Lula.

Ainda cabe recurso, e certeza que o Dallagnol vai recorrer. Eu tô estudando justamente isso para a prova da Ordem, minha área da segunda fase é Direito Administrativo. E vários dos meus professores citaram o caso nas suas redes sociais, eu tô acompanhando o caso, para ver que bicho vai dar… eu nem sei qual recurso cabe no caso, é cada absurdo jurídico que acontece nesse Brasil, que de vez em quando dá vontade de pegar tudo que a gente estuda por anos e anos… e jogar no lixo. Porque as coisas na teoria são uma e na prática são outra.

Eu fico imaginando os advogados que estão lá na labuta vendo determinadas decisões judiciais e querendo arrancar os cabelos. Deixa a gente desanimado em continuar estudando. E sabe o que é pior? Isso acontece no mundo todo… Brasileiro tem mania de achar que decisões erradas e aberrações jurídicas só acontecem no Brasil, mas não é bem assim. Eu vejo cada coisa, cada decisão absurda… e vc pensa… que foi que rolou aqui pelamor? O que vamos fazer agora é acompanhar o desfecho desse caso, né? Porque pode gerar um negócio chamado precedente… e talvez o STF ou o STJ ou ambos, tenham que avaliar e determinar como casos semelhantes devem ser decididos de agora em diante.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Do que vc tem medo?

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Eu deveria estar estudando, mas eu tô tão cansada, faltando menos de uma semana para o Dia D, dia da prova eu não aguento mais pegar nos cadernos… então hoje eu acordei um pouco mais tarde, eu tava precisando dormir um pouco e simplesmente esquecer que eu existo por umas horas. Mas, tudo bem, não vai atrapalhar meus estudos porque eu geralmente rendo melhor, quando eu estudo de madrugada.

Daí eu tirei umas horas para colocar um pouco de ordem na cozinha de casa, que tava precisando de um talento, fiz o almoço, almocei e agora tô escrevendo… umas duas horinhas, vamos ver quantos textos eu consigo produzir nesse tempo. Tem dias que as coisas fluem, tem dias que não… Depois que eu terminar aqui eu vou enfiar a cara nos cadernos, mesmo sem vontade, porque a gente precisa fazer o que tem que ser feito se quisermos alcançar certos objetivos. E eu li uma frase essa semana dizia assim, a disciplina vai te levar a lugares que a motivação não pode… e é assim. e vc tem medo de não passar Shao? Medo… medo não é bem a palavra que eu usaria para descrever o que eu sinto quando penso em ser reprovada novamente…

Sendo bem honesta nesse post certo? Embora, ninguém seja 100% honesto em suas opiniões quando essas precisam ser exteriorizadas. Eu vou tentar ser o mais honesta possível. Eu sinto raiva… desapontamento, comigo mesma. Porque eu sei da minha capacidade mental. Mas a verdade é que gente inteligente é normalmente mais preguiçosa, porque não tem que se esforçar tanto quando outros para alcançar certas notas, e vagas. E eu sei que pode soar contraditório… hahahaha, porque eu acabei de dizer que sou inteligente, mas eu fui burra em não prestar a prova quando eu me formei… Gente inteligente é burra de vez em sempre tá?

Mas, quem gosta de passado é museu e o que eu posso fazer agora é focar para frente, para trás já foi né? Se passaram mais de dez anos desde a minha formatura, e eu tô tendo que aprender coisas do zero. E eu sei também das minhas limitações físicas, (por causa da doença…), de tempo (por conta do trabalho e de outras responsabilidades), de ânimo (por que eu não tenho mais 30 e poucos anos), de grana (porque eu não sou rica hahahaha). Então eu tendo dar o meu máximo, dentro daquilo que me é possível no momento.

Eu sei que, todo mundo tem medo de alguma coisa na vida… você que tá lendo este texto agora… do que vc tem medo? Qual a coisa que vc tem medo sequer de pensar que aconteça? Ah não porque se eu pensar nisso… vai que atrai, vai que acontece” Deus me livre! Sabe aquela coisa que vc preferia morrer a ter que passar por ela? Pois é… todo mundo tem algo assim na vida, que morre de medo. Porque eu não tô falando de medo de barata, ou do escuro… nada assim… essas fobias. Tô falando do medo, do horror de que determinada coisa aconteça…

Antigamente, meu maior medo era de perder a minha mãe, ou meus avós… ou alguém que eu amasse muito, da minha família… E essas coisas já me aconteceram. Então, eu não tenho mais medo delas… claro, eu ainda tenho família e pessoas que eu amo e que eu não quero que fiquem doente, nem que morram. Mas, depois que vc passa por isso… depois do seu maior medo se materializar na sua vida… vc muda. E o medo deixa de existir Shao? Não sei… acho que não… quer dizer, talvez… mas de um jeito leve. Ele não deixa de existir em si… ele apenas toma outra forma na sua cabeça. Porque vc sabe que passar por aquilo dói pra caralho, e vc sabe que se acontecer de novo, vai doer tudo de novo… Mas vc sabe que é possível sobreviver àquilo.

Por exemplo… Hoje em dia eu tenho medo de ter câncer, e de alguém perto de mim ter câncer… alguém que eu amo. E eu tenho medo de ter que passar pelo tratamento, e a dor ser insuportável. Resumindo, se a gente for procurar o cerne da questão… meu maior medo anteriormente não era da morte, mas da dor de perder um ente querido, ou seja, do sofrimento emocional atado ao acontecimento. E atualmente meu medo não é da doença em si, mas do sofrimento que ela pode acarretar. Então… não, ele não foi embora, ele só mudou de cara… No fundo ele é o mesmo filha da puta te atormentando.

E como a gente faz para acabar com ele? Não sei… ainda tô buscando a resposta hahahaha. Geralmente eu ignoro a existência dele… minha psicanalista diz que isso não é legal. E que eu não devo ignorar meus sentimentos, bons ou maus… que a gente tem que viver esses sentimentos senão eles vão matando a gente aos pouquinhos. Mas eu me pergunto… a gente não morre aos pouquinhos todos os dias de qualquer forma? Então qual a diferença?

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Diabetes #124 – Não reutilize agulhas

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Uma coisa que eu sempre faço, desde 2008 quando eu fui diagnosticada com Diabetes Tipo 2, são cursos de educação sobre diabetes… Porque apesar de conviver anos e anos com pessoas que tinham diabetes, eu não sabia absolutamente nada sobre a doença, até que ela chegou e falou Oi Shao, vamos ser amigas? Eu não queria ser amiga dela não hahahaha, mas eu não tive muita escolha né? E eu digo para vcs, que receber a notícia que vc tem uma doença crônica grave, e o médico te falar o quão séria é essa doença, que vc pode morrer, que vc pode ficar cego, que vc pode perder uma perna… não é fácil! Primeira reação é a negação, depois vc ficar deprimido… mas, depois a gente aceita e começa a fazer o que é preciso.

E foi assim, aos pouquinhos que eu fui aprendendo tudo que eu sei… fazendo um curso aqui, outro ali. E um dos últimos cursos que eu fiz foi sobre seringas, agulhas, reutilização das mesmas… Eu já falei aqui sobre como faz uma diferença danada nos valores da glicemia, minha jornada até descobrir isso. Tem pouco tempo… de novembro para cá… eu comecei a usar caneta de insulina em vez de seringa… e ajudou pra caramba no controle da glicemia, não por causa da caneta em si, porque o tipo da insulina é o mesmo mas por conta do calibre da agulha.

Logo no começo do meu tratamento eu usava seringas de 12mm que eu pegava no posto de saúde, depois eles começaram a disponibilizar agulhas de 8mm, e eram essas que eu usava até novembro. Agora eu tô usando agulhas para caneta de insulina de 4mm. Para vcs terem uma ideia… eu vou colocar aqui embaixo uma imagem do meu instagram, comparando o tamanho da agulha da seringa que eu usava até novembro e o tamanho da agulha que eu uso agora.

E desde novembro a absorção da insulina pelo meu organismo tá bem mais eficiente… e isso acontece porque? Porque eu tô finalmente aplicando-a na parte adequada da pele… Antes, pela agulha ser maior, para eu conseguir aplicar na camada subcutânea da pele eu tinha que inclinar a agulha, eu tinha que colocar apenas parte da agulha na pele e às vezes eu não conseguia, e até me machucava. Olha a imagem abaixo… eu achei num site sobre diabetes, ela mostra onde é o correto aplicar… e eu não conseguia essa aplicação otimizada. Agora eu consigo.

Gente, de novo… eu não sou especialista, tem um monte de gente por aí que sabe muito mais que eu… entretanto eu tô sempre tentando aprender, e isso tem me ajudado no meu tratamento. Não tô mandando ninguém trocar de agulha nem nada… na dúvida, conversem com o endocrinologista de vcs. Marquem uma consulta com uma enfermeira especialista em educação sobre o diabetes. Façam os cursos da ANAD… conhecimento dessas técnicas e do seu próprio corpo e as suas reações aos medicamentos é a forma mais efetiva de combater a doença.

Explicado isso… uma vez que consegui encontrar a agulha adequada para mim, isso vai variar de pessoa para pessoa beleza? Deixa eu falar do que eu queria falar hoje que é sobre a reutilização das agulhas. Não é indicado reutilizar nenhum tipo de agulhas okay? Vamos deixar isso bem claro… Não importa qual o tamanho da seringa ou da agulha de caneta de insulina que vc esteja utilizando. Os fabricantes, a OMS, a ANVISA, toda essa galera recomenda que o ideal é utilizar apenas uma vez e descartar. Por isso que se chama de material descartável e estéril. Uma vez utilizado, vc perde essa qualidade do material e pode causar um monte de problemas de pele e de saúde para o diabético.

Então, num mundo ideal… a gente usa uma vez e joga fora todos os materiais perfuro-cortantes que utilizamos para o controle do diabetes, tanto as agulhas quanto as lancetas. Infelizmente, não vivemos num mundo ideal… eu retiro o kit diabetes na UBS perto de casa todos os meses. Eles me entregam as canetas de insulina na quantidade para um mês, o remédio a metformina, as tiras reagentes, e as lancetas. E todo mês falta alguma coisa… que eu geralmente vou pegar na Farmácia Popular, ou compro quando não encontra. Com relação às seringas, eles me entregavam todos os meses 90 seringas, que era o que eu utilizava. Agora com as canetas eles me entregam apenas 60 agulhas, me orientaram a reutilizar essas agulhas por até três vezes…

Eu fiz uma reclamação na Ouvidoria, porque eu pensei… não vou reutilizar… essa galera sabe como é perigoso uma infecção, alguma coisa? E eu precisaria receber 180 agulhas por mês. Então o que eu tenho feito é pegar as 60 que a UBS me entrega e comprar mais 120 na farmácia mesmo. Para não precisar reutilizar. Felizmente eu posso bancar. Infelizmente nem todo mundo que é atendido pela UBS tem a mesma sorte que eu… O que dá para mim, no momento, um gasto de 90 reais.

E da reclamação que eu fiz na Ouvidoria eu vou falar num texto específico. E eu não vou reutilizar agulhas enquanto eu puder por diversos motivos. Primeiro que logo depois da primeira utilização a agulha já perde o corte, entorta a ponta vc contamina ela com a gordura da pele e sangue (caso pegue um vasinho), na segunda vez que vc for utilizar a ponta já tá torta, vai entrar na sua pele rasgando, fazendo uma laceração mais danosa à pele… e diabético já tem dificuldade de cicatrização, eu mais ainda por conta das minhas diversas dermatites que eu trato tem anos.

E na UBS eu fui orientada a reutilizar a mesma agulha três vezes… ou seja trocar apenas uma vez por dia… Sem condições, se na segunda vez a agulha já tá zoada, imagina na terceira. Tá certo que tem estudos diversos que dizem que em caso de necessidade, tudo bem reutilizar novamente a agulha entre 5 e 8 vezes… Mas tem outros dizendo que não deve se reutilizar material descartável por conta da contaminação. Infelizmente o Ministério da Saúde, acha mais viável concordar com os estudos que dizem ser okay reutilizar. Por via das dúvidas, eu vou comprar minhas agulhas… de repente… mais pra frente vai que muda esse entendimento do Ministério (que esse estudo tem mais de dez anos) e eles passem a acolher o entendimento da ANVISA.

E o que pode acontecer Shao, se a gente reutilizar as agulhas… pode acontecer desde uma lipohipertrofia, que são aqueles calos na pele, até uma ferida grave na pele se a pessoa não estiver com o controle em dia da glicemia. E essa ferida pode virar uma úlcera na pele, e ter uma lesão grave. Pode também atrapalhar no controle da glicemia, aumento da glicemia, vc vai perder aquele local de aplicação se a vascularização da área for danificada. Como eu sempre digo, ainda mais se tratando de doença, prevenir que algo aconteça é melhor que esperar o problema aparecer e então tratar. Texto ficou imenso mas, acho que eu consegui explicar o que eu queria.

Vou terminando este post por aqui… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Microrrobôs podem revolucionar a luta contra o câncer

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Mais novidades tecnológicas sobre tratamentos contra o câncer. Não tem nem algumas semanas eu li sobre sementes magnéticas que atraiam as células cancerígenas e aplicavam os remédios para combater o tumor diretamente nessas células, o que faz com que os efeitos da quimioterapia seja bem menos destrutivo do que a quimioterapia tradicional intravenosa ou oral. Eu sempre fico feliz com essas notícias deixa eu dizer para vcs.

Eu sei que não vai trazer de volta as pessoas que eu perdi, mas eu, meus irmãos, minha família biológica… devido o grande número de casos de câncer na nossa história, poderem os nos beneficiar desses tratamentos, caso (Deus o livre) aconteça conosco. A gente sabe também que o fator genético é bem relevante quando se trata de câncer, embora existam outros fatores que devem ser levados em consideração também.

A notícia bacana que eu li entretanto é que cientistas agora estão trabalhando em desenvolver nano robôs, que vão navegar pela corrente sanguínea dos pacientes para entregar a medicação diretamente à célula doente… fazendo mais ou menos a mesma coisa que as sementes magnéticas, diminuindo as reações e o estrago que a quimioterapia causa nas demais células, não doentes.

Isso é tão bacana… quando eu era criança… eu via filmes de ficção científica onde tinham essas coisas de nano robôs, e esses remédios e pílulas tecnológicas tratando as doenças. E eu me lembro de pensar que eu não viveria para ver esse nível de avanço tecnológico chegar para ajudar a humanidade. Parece que felizmente eu estava enganada.

Os dois tratamentos que eu citei aqui no blogue são experimentais… a gente ainda não sabe qual a efetividade deles, e nem quanto tempo vai demorar para eles se tornarem viáveis e acessíveis para todo mundo, todos os pacientes coim câncer. Mas… eu fico daqui, torcendo para que essa tecnologia seja efetiva, que seja mais uma ferramenta contra essa doença tão cruel que é o câncer.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme – Eduardo e Mônica

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Terceiro e último filme de hoje, é um filme brasileiro que tava previsto para estrear em 2020 mas por conta da pandemia chegou apenas em 2022. Já saiu dos cinemas também… porém está disponível no YouTube, pra alugar e também na GloboPlay se eu não me engano.

Eu tô falando do aguardado “Eduardo e Mônica”, estrelado pelos atores Alice Braga e Gabriel Leone nos papéis principais… dirigido por Rene Sampaio e baseado (de leve) na música “Eduardo e Mônica” do Renato Russo, interpretada pela banda Legião Urbana… impossível vc ser brasileiro, acima dos trinta e não conhecer essa música hahahaha. Se vc conhece a música, vc conhece a história né? Então eu nem vou entrar na questão da história que é conhecida por quase todo mundo… Basicamente é uma comédia romântica que conta a história de duas pessoas extremamente diferentes que um dia se encontram e se apaixonam e aí vão encarar diversos obstáculos para fazer essa relação dar certo.

Uma coisa que eu tenho que dizer é que o filme é baseado na canção… se vc for assistir pensando que o filme vai simplesmente reproduzir fielmente o que a letra da música canta… pode esquecer… o diretor e os roteiristas fizeram uso da liberdade poética e mudaram algumas coisinhas… mas, nem por isso ficou ruim não, eu particularmente acho até que ficou mais bacana, deixou o final do filme mais surpreendente.

Eu raramente assisto cinema brasileiro, e acho que deveria assistir mais, acho que deveria prestigiar mais nossas produções porque temos gente talentosa pra caramba… Mas, o que acontece e acaba me desestimulando é que é raro eu topar com um filme nacional que eu assista e ache bacana. Acho que a última vez que aconteceu isso comigo foi com o “O Alto da Compadecida”… E agora eu curti pra caramba o filme “Eduardo e Mônica”. Eu curti a história, a vibe do filme, o trabalho dos atores… as trilha sonora é muito bacana também, bem anos 80, só tenho uma coisa a dizer, bonitinho o filme… recomendo pra caramba! Tá disponível, no streaming, se eu não me engano no Google Play e no YouTube para alugar… assistam galera é bem bacana!

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme: Umma

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Segundo filme do dia… filmezinho de terror de leve…

Esse filme é bem recente, estreou tem pouco tempo nos cinemas então eu não vou falar muito da história. É um filme desse ano mesmo, 2022 em março se eu não me engano… e eu não sei se está nos cinemas ainda… acho que não, mas de qualquer forma, acredito que já seja possível encontrar online em algum lugar para baixar ou para alugar… Acho que em streaming não tá disponível ainda. Eu tô falando do filme “Umma” (que se eu não em engano, em português foi traduzido como “Mãe” ou “Mamãe” não tenho certeza). Estrelado pela Sandra Oh, baita atriz caso vcs não conheçam o trabalho dela…

E conta a história de Amanda, uma mãe solteira de ascendência coreana que vive, com sua filha Chris numa fazenda, numa cidadezinha, no meio do nada… sem internet, sem eletricidade, a filha dela Chris, estuda em casa e não tem amigos da sua idade e as duas vivem do dinheiro arrecadado com a venda da pequena produção de mel que elas tem na fazenda. A desculpa que Amanda dá para a filha, por não ter eletricidade nem nenhuma tecnologia, que ela tem uma espécie de alergia à eletricidade. E a menina acredita. Acontece que… Chris, não está satisfeita com essa vida e quer ir para a faculdade. Então secretamente ela pega o formulário para se inscrever.

Enquanto isso… Amanda recebe uma visita de seu tio, avisando a ela que sua mãe morreu… e traz para ela, a urna com as cinzas da mãe e alguns pertences dela e é neste momento que Amanda começa a reviver os traumas que ela sofreu enquanto vivia com a sua mãe. E que coisas estranhas começam a acontecer na fazenda onde vivem as duas mulheres, colocando a vida de ambas em risco. E eu não vou contar mais nada porque… não quero dar spoilers, mas eu achei o filme bem bacana, recomendo pra caramba, é um tipo diferente de terror, tem uma linguagem bem diferente do que a gente tá acostumada… me surpreendeu.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Filme Antigo: Te Pego Lá Fora

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Bem vindos a mais uma sexta-feira, já para deixar vcs de sobreaviso, hoje vamos ter dois filmes velhos e um recente beleza? Tô nostálgica ultimamente e tenho assistido bastantes filmes velhos hahahahaha, se vcs não gostam… sinto muito, mas é o que tem pra hoje. Primeiro filme de hoje é um clássico da Sessão da Tarde, quem como eu estudava de manhã deve ter assistido esse filme diversas vezes à tarde em casa… porque a Globo cansou de exibir esse filme. Eu estou falando de “Te Pego Lá Fora”, (ou “Three O’Clock High” no original em inglês) filme de 1987.

Por incrível que pareça esse filme é inspirado noutro filme mais antigo… um faroeste, que contava a história de um delegado que enfrenta o bandido da cidade. Para quem nunca assistiu a história é mais ou menos assim, Jerry é um estudante nerd comum, na sua vida comum, na sua escola comum… até que um dia, ele acorda e faz as coisas que sempre faz. Mas, quando ele chega na escola aquele dia não vai ser um dia comum…

Porque justamente naquele dia foi transferido para a escola de Jerry, o valentão e encrenqueiro Budy Ravel, que tem um histórico de causar confusão por onde quer que vá. Acontece que Jerry é um dos nerds editores do jornal da escola e acabam dando pra ele a “missão” de escrever um artigo sobre o novo aluno. Budy entretanto é famoso por não gostar que toquem nele… então acidentalmente Jerry encontra com ele no banheiro da escola e resolve falar com o novo aluno sobre a matéria no jornal da escola e… acidentalmente toca nele.

Então Budy ameaça ele e diz… hoje, três horas da tarde no estacionamento da escola, a gente vai brigar e a partir daí, Jerry passa o resto do dia fazendo apenas duas coisas, se preocupando com o duelo que tá marcado e tentando se livrar de ter que lutar com o valentão. E por causa disso ele se envolve em trocentas confusões na escola. Mesmo o filme sendo bem antigo… 87… lá se vão 35 anos, eu não quero falar muito sobre o enredo para não dar spoilers. Porque o desfecho é bem bacana. Se vc tem Globo play ou Telecine, este filme está disponível nessas duas plataformas de streaming… fica a dica.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Música: Charlie Puth

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Hoje é aquele dia que a gente fala de música. Fala Shao? A gente fala mesmo de música? Não… vcs me pegaram a gente não fala não hahahaha. Quer dizer eu não falo… eu jogo para vcs uma playlist qualquer que eu esteja assistindo a saio correndo… e caso vcs queiram, vcs podem conhecer o artista, ou ouvir novamente um artista das antigas se naquela semana eu estiver me sentindo um tanto quanto saudosista.

Então, sem mais delongas… fiquem com uma playlist do Charlie Puth, um cara que eu conheci tem pouco tempo e que eu amei o som e a voz logo de cara… talvez vcs gostem também, não sei…

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Série: Em Nome de Deus

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Dia de falarmos de série e hoje vamos de série documental, que tá disponível na Globo Play, que eu tô testando no momento, mas eu vou falar disso mais adiante num outro texto beleza? Como eu tô testando, primeira coisa que a gente vai pesquisar é o conteúdo, e eu… a louca dos documentários fui logo procurar uns que eu tava afim de ver tinha um tempão.

E o primeiro foi “Em Nome de Deus” uma reportagem documental em seis episódios de cerca de 1 hora cada que, foi produzida pelo repórter Pedro Bial, da Globo, depois de uma denúncia… e que no final das contas, ajudou a desmascarar e colocar atrás das grades um dos maiores canalhas de todos os tempos, que até então era considerado pela maioria das pessoas que o conhecia como um dos maiores médiuns do Brasil e do mundo João Teixeira. Eu acho um absurdo chamar ele de João de Deus porque o que esse homem fez… terrível.

Eu já tinha assistido o documentário da Netflix. Mas, meus amigos tinham me falado que a reportagem do Bial que estava na GloboPlay era bem mais completa, então fui lá eu assistir. E sim… é bem mais completa… tem entrevistas com as vítimas, tem toda uma pesquisa em quem era o sujeito, antes dele sequer entrar nessa vida de médium. Fala das origens dele, da família… e vc entende… vendo o background da criatura como foi formado aquele caráter deformado desde muito cedo.

Não que isso seja uma desculpa… não existe isso… mas vc entende. Desde sempre o cara era um degenerado, egocêntrico e ganancioso, e conforme ele foi ganhando dinheiro e notoriedade isso só deu a esse cara a certeza da impunidade e cada vez mais ele usava a grana, o poder e a fama que ele tinha para viver um estilo de vida hedonista. Quem ele não conseguia comprar, ele intimidava, quem ele não conseguia intimidar ele mandava matar… ou calava através de ameaças e do medo que as pessoas tinham dele.

E o reinado de podridão e terror desse cara, lá em Abadiânia, só chegou ao fim porque duas mulheres, duas estrangeiras, corajosas, deram a cara a tapa… venceram seus medos, sua vergonha e denunciaram esse monstro. Elas foram, após as denuncias… achincalhadas pela mídia mundial, e por diversas pessoas, seguidoras desse charlatão que estavam (e muitas estão ainda) cegas pela fé. Então, mais de duzentas outras mulheres, encorajadas pelo exemplo dessas duas primeiras, tomaram coragem e também denunciaram ele… e foram essas denúncias, somadas às reportagens que levaram esse cara para a cadeia.

Assistam essa série, lembrando que tem que ter estômago para ouvir todas as coisas que são descritas na série…os crimes e tudo mais… mas é uma puta série, um baita trabalho de reportagem. Infelizmente hoje em dia, existem poucos repórteres que fazem trabalhos assim… não sou fã do cara nem nada, mas, palmas pro Bial e pra equipe, pelo trabalho.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Como tá o trabalho presencial depois de oito meses tia Shao?

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Cá estamos nós, oito meses depois do retorno ao presencial… eu achava, quando eu ainda estava em teletrabalho, que oito meses depois do retorno as coisas teriam voltado ao normal. Abertura total, nada mais de máscaras… mas não. A pandemia ainda tá rolando. Máscaras estão completamente liberadas em São Paulo, mas o coronga ainda tá por aí… não tem nem um mês eu peguei coronga pela segunda vez e fiquei três dias de cama.

A primeira vez que eu peguei foi em janeiro… foi no trabalho, porque como vcs sabem eu trabalho com o público. Eu devo ter me descuidado de alguma forma, ao tirar a máscara para almoçar, escovar os dentes ou beber água… enfim, não tem como eu ter certeza. E a segunda vez, agora em abril na primeira festa sem máscaras que eu fui… formatura do meu irmão. Eu até fui de máscara ao local e fiquei de máscara um tempo, mas… dentro do salão, eu era a madrinha… toca tirar um monte de foto… daí eu falei foda-se a máscara e pronto, foi o que bastou.

Então, no trabalho ainda estamos atendendo apenas com agendamento, movimento aumentando gradativamente… eu pensei que eles cancelariam isso de agendamento, mas parece que o sistema de agendamento tem controlado a lotação das subprefeituras então, acho que eles vão continuar com o agendamento. Eu já ouvi boatos de que o agendamento, especialmente em alguns órgãos mais requisitados, vai continuar indefinidamente. Mas, não é certeza… são só boatos.

Para os funcionários que estão em número pequeno, porque faz tempo que não temos novas contratações temporárias, nem concursos isso é bom, entretanto para a população não é bacana porque dificulta o acesso aos serviços públicos prestados. Então por enquanto, eu tenho mais trabalho a fazer, menos funcionários, mas tá tudo sob controle. Quanto tempo isso vai durar, não sei hahahaha. Mas, na vida a única certeza é a morte né? Então bora… e o tempo dirá o que vai acontecer. O que eu sinceramente gostaria que acontecesse é que essa pandemia acabasse de vez e as coisas voltassem a ser como antes e claro, que a gente tivesse uma equipe maior…

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Diário de Bordo: Como vai vc? (Maio)

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Bem vindos a maio crianças, era para eu ter dado as boas vindas a vcs antes, mas eu só me lembrei que já é maio agora quando chegou aquela primeira quarta-feira do mês que é aquele dia chato, que vcs todos detestam quando eu falo da minha vida nada interessante só para justificar o nome do blogue. Geralmente eu faço um resumão do que aconteceu no último mês da minha vida e revelo meus planos malignos para o mês que começa.

E aí tia Shao, começando o que aconteceu em abril? Bom… eu contei pra vcs já que agora eu sou (de novo) chefe do setor onde eu trabalho, então nas primeiras semanas do mês eu tive bastante trabalho, porque minha responsabilidade, aumenta pra caramba… Eu comentei também que a gente tem poucos funcionários né? Enfim… é isso. Mas, no meio da segunda semana de abril eu entrei em férias.

Eu tinha planejado as minhas férias para duas semanas antes da prova da OAB, justamente para eu focar mais nos estudos, treinar mais as peças e tal… porque foi nesse sentido que eu pequei na última prova, eu treinei muito pouco. Dessa vez eu consegui fazer quase todos os simulados (perdi só dois, mas porque eu fiquei doente, aí não tinha como mesmo), li bastante e tentei decorar o melhor que eu pude os modelos das peças, sem deixar de lado os artigos e a matéria em si, que é o Direito Administrativo. Não foi um estudo perfeito, por conta da falta de tempo… mas eu fiz o melhor que eu pude e eu espero sinceramente que tenha sido o suficiente para eu conseguir alcançar nota na prova.

Quando vcs estiverem lendo este texto eu já terei prestado a prova, mas, no momento que estou escrevendo, falta uma semana para a data limite e eu estou na fase de revisão. O que eu tinha que fazer eu fiz… gostaria de ter feito mais, entretanto dentro da minha realidade, das complexidades da minha vida, eu fiz o meu melhor, dei meu máximo. E se vc não passar tia Shao? Bom, voltamos à estaca zero literalmente hahahahaha, eu vou ter que prestar novamente a primeira fase… Claro que eu não quero isso, mas… se acontecer, eu tô firme no propósito de não deixar o tropeço me abalar. Claro, eu vou ficar chateada… mas, espero ter ânimo suficiente para não desistir. Essa semana mesmo eu conheci uma pessoa que tentou ser aprovado na OAB 16 anos seguidos… e não desistiu. Então, bora lá…

Eu disse que eu fiquei doente de novo né? Pois é… teve finalmente a formatura do meu irmão, depois de dois anos de cancelamento por conta da pandemia. E foi uma uma festa imensa, várias faculdades, vários cursos… tinha muita gente, por baixo umas 20 mil pessoas. Lotou a Expo Barra Funda para vcs terem ideia de como tava cheio. E todo mundo sem máscara. O resultado foi que eu acabei pegando coronga de novo, na festa… essa nova subvariante da ômicron que tá rodando por aí… fiquei três dias bem mal, nariz todo entupido, dor de gargante, tosse, diarreia… felizmente foram só três dias. Mas, atrapalhou um pouquinho meus planos de estudos para a OAB, fiquei esses três dias de cama.

Mas beleza, porque eu tava bem cansada também… eu aproveitei para descansar… e no quarto dia quando eu estava melhor eu retomei os estudos. Não à todo vapor, porque eu ainda fiquei uns dez dias com crise de tosse, mas… consegui estudar entre cinco e seis horas por dia. Mantive a média. Assim sendo, tirando uma visita ao posto de saúde, para resolver problemas com meu Kit Diabetes, uma visita ao dentista, duas festas e um jantar com amigos, eu praticamente não saí de casa nas minhas férias… fiquei em casa doente, quando não estudando. Como eu sempre digo… minha vida é cheia de rotinas.

E quais os planos para maio tia Shao? Bom, não sei… de novo, vai depender muito do resultado da prova do último dia 24. Como vai demorar mais ou menos um mês para sair o resultado, a lista com o nome dos aprovados… eu vou por hora manter o plano… independentemente do resultado que eu obtiver na prova, eu vou tirar uma semana para descansar e na semana seguinte eu retomo os estudos…

Tá certo que minhas férias vão ter acabado hahahaha então eu vou ter que voltar ao meu trabalho, oito horas por dia, por conseguinte não vou poder dormir o dia todo, mas… eu vou trabalhar e depois eu não vou fazer mais nada… eu vou chegar em casa, tomar um banho e dormir até o dia seguinte. Eu tô precisando me desligar do mundo, por pelo menos uma semana.

Então a gente vai ficar sem textos aqui no blogue Shao? Claro que não… não se estressem, eu tô com uma média de 45 textos prontos, revisados e agendados o que me dá 20 dias de vantagem, fora isso… Se o movimento estiver calmo no meu trabalho, no atendimento eu posso rascunhar alguns parágrafos para o blogue. Então essa semana de férias não vai atrapalhar o fluxo de postagens aqui no blogue. Eu espero no mês que vem, ter boas novas sobre a minha prova.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Previsões sobre o futuro…

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Eu estava lendo uma reportagem esses dias, várias reportagens aliás, sobre diversos médiuns e diversas previsões sobre o futuro. Várias pessoas, que se auto denominam médiuns ou sensitivos e que trabalham com adivinhações e dedicam suas vidas a prever acontecimentos futuros. E eu acho esse fenômeno dos adivinhos uma coisa bem interessante… culturalmente falando. Adivinhos, oráculos, etc. sempre existiram, desde que o mundo é mundo, porque o ser humano está sempre ansioso por saber o que vai acontecer amanhã… mesmo o amanhã sendo apenas uma conjectura, mesmo que exista a grande possibilidade do amanhã nem chegar!

E isso se dá porque o ser humano teme o desconhecido, e o amanhã de todos nós, é algo desconhecido. Nós fazemos planos e tentamos controlar o nosso destino, mas vira e mexe a vida vem e dá um murro bem no meio da nossa cara e mostra pra gente que não temos o controle sobre absolutamente nada, a gente só finge que tem para não entrarmos em pânico.

E esse medo do desconhecido, somado à imensa crendice que está tão emaranhada na nossa cultura… abre uma lacuna na sociedade onde podem se instalar uma galera doida para se aproveitar da fé, do desespero, das pessoas para sei lá, ganhar dinheiro, ganhar notoriedade e fama. Toda a vez que acontece uma tragédia, cai um avião, acontecem diversas mortes, chega uma pandemia, uma guerra… aparece uma galera falando… ahhhh o vidente médio fulano de tal previu que isso ia acontecer.

Daí vc vai ver a “previsão” do cara e ele falou uma coisa bem genérica… ah… uma doença vai assolar o mundo, e ela vai surgir da Ásia… Mano, doenças assolam a humanidade desde sempre, a maioria dos vírus vem da Ásia porque tem muita gente vivendo num espaço pequeno… claro que o vírus vai se espalhar mais depressa lá. Ou então, ahhhh uma celebridade vai morrer num acidente. Pelo menos uma celebridade sofre acidente todo ano, se não é de carro, é de avião, porque a galera viaja pra caramba… cansados para caramba… óbvio que acidentes vão acontecer. Eu acredito em premonições tanto quanto eu acredito em signos… ou seja, não acredito.

Peço desculpas a quem acredita, mas grande parte disso, dessas premonições, desses religiosos, pastores, médiuns, videntes, curandeiros que fazem essas coisas são charlatões. A última coisa que eu li foi que uma vidente da Rússia, que já morreu faz tempo uma mulher chamada Baba Vanga eu acho… tinha previsto a pandemia que estamos atravessando, e que a mulher era o Nostradamus de saias… Que ela previu também uma invasão alienígena, agora para 2022… Okay, tá bom então… se os alienígenas desembarcarem na terra, nesse ano, e tudo for transmitido ao vivo na TV, bem na vibe “Independence Day”… aí eu acredito na Baba Vanga… enquanto isso… sem chance.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Amazon compra a MGM

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

O mundo dos sites que oferecem streaming está agitado nos últimos meses… por muito tempo a Netflix reinou soberana, mas agora outros streamings estão entrando na briga para tirar da Netflix alguns assinantes. A Disney tirou o conteúdo dela da Netflix e lançou seu próprio streaming, os grandes estúdios de cinema estão de olho nesse mercado…

E a Amazon Prime Vídeo é uma das concorrentes desse setor, que agora resolveu investir pesado em conteúdo. A tendência é cada estúdio ter o seu streaming… como vários estúdios tem o mesmo dono… eles se juntam e lançam tudo nesse serviço. E eles querem capturar o internauta pelo conteúdo exclusivo! Se vc quiser ver a série tal… vc tem que assinar aqui, vc tem que assinar o nosso streaming! A Amazon deu agora um grande passo para ter muito conteúdo exclusivo para o futuro, eles simplesmente compraram a MGM um baita estúdio de cinema… que tem diversos títulos clássicos e diversos sucessos e acho que a intenção é meio que fazer como a Disney com o Disney+ e a Warner com a HBO Max…

Eu sinceramente não sei o quão grande é o catálogo da MGM e nem quais produções de sucesso ela vem lançando ultimamente, entretanto… a Amazon não teria investido 8,45 bilhões de dólares (isso mesmo… bilhões amigos) na compra desse estúdio, e de tudo o que ela produziu se não tivessem coisas bem bacanas, sucessos bem grandes para serem exibidas através da Amazon Prime Vídeo.

Então agora, nós como consumidores e assinantes, vamos aguardar a estréia desses novos títulos da MGM no catálogo do streaming do Jeff Bezos, para saber se valeu a pena gastar tanta grana nesse investimento. E se esse investimento vai servir para trazer novos títulos, novo conteúdo para a Amazon Prime Vídeo.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Você só recebe o que é seu…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal… Eu estava assistindo uns vídeos hoje, no YouTube, sobre religiosidade e tinham vários religiosos, de diversas linhas de pensamento, trocando ideia… assim, sem treta… cada um falando o que acreditava que existia no mundo espiritual dentro da sua filosofia religiosa.

Falando também sobre este momento tumultuoso, pandemia, guerras, crises… que estamos passando no mundo e a relação desse momento com o mundo espiritual, com os seres espirituais e tudo mais. Eu acho interessante esses debates, essas exposições de ideias. Muita gente que eu conheço não é muito a favor desse intercâmbio de ideias. O ser humano em geral não é… Tudo aquilo que é diferente do que ele pensa, ou acredita, não é digno de consideração. Por que então eu daria ouvidos a uma pessoa falando de uma crença que não tem nada a ver com a minha? Que é menos que a minha… e aqui a gente cai de novo naquela história da desumanização do outro e de tudo que ele é, pensa ou sente.

Entretanto, eu acredito em algo diferente, eu acredito que quando paramos de aprender morremos. E se nos cercamos apenas de pessoas que pensam igual a nós… deixamos de aprender infelizmente. E se o objetivo nessa vida é sempre nos tornarmos pessoas melhores, eu pergunto, como é que vamos nos tornar pessoas melhores se pararmos de aprender, de evoluir. É logicamente impossível. Claro… é um processo longo, nem sempre conseguimos, são dois passos para frente, um passo para trás. E como somos humanos vamos cometendo diversos erros nessa caminhada que chamamos vida.

Eu vi um video esses dias falando do Chico Xavier e desses últimos tempos sob o ponto de vista do Kardecismo. E Chico Xavier falava que (de novo, do ponto de vista do Kardecismo, do espiritismo… outras crenças podem discordar dessa visão…) nós só recebemos nessa vida, aquilo que é nosso. Tanto as coisas ruins, quanto as coisas boas que nos acontecem e que tudo está conectado com a nossa jornada nessa vida. Eles acreditam que este é um planeta para a regeneração, que a gente vem pra cá justamente pra melhorar, e esses acontecimentos são oportunidades que a vida e os poderes superiores nos apresentam, justamente para podermos melhorar, evoluir.

Em partes eu concordo com isso, em partes não… mas eu não vou entrar em debate religioso nem de crença. Nem das diferenças entre uma religião e outra, nada disso. Até mesmo porque, o mais importante, diante desse pensamento… é… independentemente daquilo que vc acredite, ou ainda que vc não acredite em nada… crescer como ser humano, e nos tornarmos, dia após dia pessoas melhores é uma boa ideia. Para nós mesmos, para as pessoas que nos cercam, para o mundo ao nosso redor…

Num outro texto aqui no blogue esses dias eu falava sobre as coisas que nos sobrevêm e como nós não somos aquilo que nos acontece e sim o que decidimos fazer com isso. E esse pensamento… só recebemos o que é nosso é meio que complementar ao pensamento que diz que somos aquilo que fazemos com as coisas que nos acontecem. Em ambos os casos somos o resultado das consequências das nossas escolhas certo?

Embora acredite-se que o mundo vive equilibrado numa balança entre o bem e o mal, eu acho que essa balança é bem instável. Até porque, nem sempre quando tomamos alguma decisão, fazemos alguma escolha que acreditamos ser boa, teremos um resultado bom. Minha mãe dizia que, apesar de não parecer justo, coisas boas aconteciam para pessoas ruins e coisas ruins acontecem para pessoas boas, mas que tínhamos que continuar tentando ser pessoas boas apesar disso. Porque era o certo, e o certo não deixa de ser certo só porque tem um monte de gente fazendo o errado. Soa clichê e chavão eu sei… mas, não deixa de ser verdade.

E ela sempre me dava esse exemplo. Se vc estivesse andando na rua e visse uma multidão espancando, ou apedrejando uma pessoa… o que vc faria? Vc não sabe quem é a pessoa, vc não sabe o porquê da multidão estar atacando aquela pessoa? Qual seria sua primeira reação? Eu nunca soube responder essa pergunta… Vc tem três opções, se juntar à turba do linchamento, atirar a sua pedra também. Defender a pessoa que está sendo atacada, caso ela tenha feito alguma coisa entregá-la às autoridades competentes, ou… não fazer nada… ficar olhando estupefato.

A verdade é que a maioria das pessoas, eu inclusa, ficaria olhando estarrecida, pensando meu Deus, o que tá acontecendo? O que essa pessoa fez? Poucas pessoas defenderiam, ou tentariam impedir o linchamento de um estranho… por medo talvez. Se eu entrar ali no meio… vão me apedrejar também. E eu não sei o que essa pessoa fez… vai ver ela merece. Não estariam linchando ela se ela não tivesse feito alguma coisa séria…

Nossa primeira reação vai ser sempre a autopreservação. Mesmo a gente sabendo que, no fundo aquilo é errado. Vc vê um monte de gente, e apenas vc… precisa ser muito corajoso para se colocar contra uma turba irada… mesmo que aquilo seja o correto. Hoje em dia… por conta da tecnologia, esse linchamento acontece online, onde as pessoas se sentem mais à vontade para serem sua pior versão. E eu vejo tanto ódio sendo destilado, em todas as direções possíveis e imagináveis… e poucas vozes se levantando contra esse ódio. E por que são poucas as vozes? Autopreservação! Simples assim… ninguém quer que a turba de canceladores virem suas metralhadoras na sua direção… então muitos se calam e muitas injustiças e cancelamentos são feitos todos os dias.

Seguindo a linha de pensamento que diz que “só recebemos o que é nosso” então, aquela pessoa achincalhada online, ou apedrejada na rua… recebeu o que estava guardado pra ela? Ela tinha que passar por aquilo? Não sei se eu concordo com isso… Eu acho que muita gente boa recebe muita coisa ruim, porque tem muita gente ruim no mundo.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.

Eu não acompanho mais futebol… porém…

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Como tá a Pandemia de vcs? Tá Boa? Tá ruim? Tá coisada que nem a minha? Espero que não… Eu nem posso reclamar, na verdade, sabe… eu reclamo porque a gente sempre reclama de tudo né? Então eu vou dizer que eu tô legal…

Faz um tempão, eu nem sei dizer para vcs quanto… que eu não acompanho os campeonatos de futebol no Brasil e nem em canto nenhum… eu dou uma acompanhada de leve na Copa do Mundo, quando acontece… a cada quatro anos, mas bem de leve também, eu não deixo de fazer minhas coisas, não cancelo nenhum compromisso, para assistir nem mesmo ao jogo da seleção brasileira. Entretanto… esse ano eu acompanhei pelo YouTube o campeonato Paulista da Segunda Divisão a série A2 porque a Portuguesa, meu time do coração… fez um campeonato lindo perdeu apenas um jogo nas primeiras rodadas e depois de sete anos, ou oito hahahaha não sei dizer… voltou para a Elite do Campeonato Paulista.

Ganhamos do Rio Claro, lá em Rio Claro no primeiro jogo, e empatamos o segundo jogo aqui no Canindé e estamos classificados para as finais, contra o São Bento, na próxima semana… São dois jogos, ida e volta, primeiro lá na casa do adversário e o segundo aqui no Estádio da Lusa. A gente nem precisa ser campeão, já estamos classificados, estamos de volta e é isso que importa. Meu irmão queria ir assistir à final hahahaha no Canindé… mas não vai rolar porque é antes do meu Exame da Ordem, e eu tô focada nisso… Mas, sendo campeões ou não… eu já combinei com meus irmãos corintianos que vamos no Estádio do Corinthians ano que vem, aqui do lado de casa ver um Corinthians e Portuguesa.

Agora claro que eu vou ficar feliz pra caramba se a Portuguesa for Campeã Paulista no próximo dia 17/04. Quando vcs estiverem lendo este texto já vai ser maio… então, pode ser que já sejamos campeões né? Ou não também… mas… só a volta da Lusa pra elite do Paulista… já tá valendo!

PS… Lusa Campeã Paulista da Série A2 em 2022 galera!!! Sete anos depois de cair, a Lusinha está de volta à Elite do Paulista!!!

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido saber um pouco mais da rotina do diabetes… Espero ver vcs no próximo texto! Se vc curtiu o texto clique aí na estrelinha, compartilhe com seus amigos e se vc também tem um blogue, deixa aí embaixo nos comentários que eu adoraria conhecer o blogue de vcs!

Abraços, Shao.