Primeiras Impressões: Ace of Base

aceofbase

Fala terráqueos e outros seres do universo. Tudo bem? Espero que sim… Eu tô legal. Finalmente consegui colocar todos os meus posts aqui mais ou menos em dia. Hoje eu tenho que escrever entre dois e três textos para ficar com um número bacana de posts agendados.

Hoje é terça-feira, então é dia de games, desenhos e músicas. Hoje eu escolhi falar de música. Esses dias eu estava ouvindo músicas antigas e me deparei com uma banda que eu curti muito muito muito na minha juventude. Ai Shao sua velha!! Gente, hoje eu tô me sentindo com todos os meus 41 anos. Idade é uma coisa engraçada, dizem que está na cabeça e é bem capaz de ser mesmo porque tem dias que eu acordo e me sinto mais velha que o meteoro que detonou os dinossauros. Mas nem era disso que eu tava falando… foca Ceres!

Então, uma das bandas que eu curtia para caramba era o “Ace of Base”. Outra banda da Suécia… aliás eita país pra ter música boa hein: ABBA, Roxette, The Cardigans e claro… Ace of Base. Entre outros. Se vc caçar por cinco minutinhos vc encontra pelo menos mais umas cinco bandas ou cantores porque eita país pra ter música boa.

Nos anos 90 a moda era dance music, música eletrônica. Era só o que tocava nas rádios. Surgiram e explodiram diversas bandas e cantores e depois desapareceram. Isso é bem comum no mundo da música, um artista aparece, grava uma música da moda, explode e depois some. Foi quaaaase isso com o Ace of Base a banda ainda existe… mas se reestruturou, mudaram alguns membros e nunca mais fez o sucesso que fez no início da carreira.

Mas qual foi a primeira vez que eu ouvi a galera do Ace of Base? E qual foi a minha primeira impressão? Bom… eu ouvi pela primeira vez no rádio, coisa que eu raramente faço hoje em dia, ouvir rádio… Eu ainda ouço rádio. Geralmente online… mas é raro, com esse negócio tecnológico de Streaming de música. Acabei migrando e agora eu quase que exclusivamente só ouço música no Spotify. Então, a primeira vez que eu ouvi foi no rádio. E a música que eu ouvi foi o primeiro grande sucesso deles que estourou aqui no Brasil que foi “Happy Nation”.

E qual a minha primeira impressão? Eu amei logo de cara… e depois eles enfileiraram sucessos pelos três álbuns consecutivos. Eles duraram mais do que apenas uma música de sucesso, mas depois eles meio que tiveram problemas pessoais e as duas vocalistas saíram da banda e eles colocaram outras no lugar e tentaram relançar a banda. Fizeram um álbum muito bacana. Mas eu sinceramente não sei se emplacou por aí. Mundialmente como nos anos noventa acho que não emplacaram. Mas enfim… é uma banda muito bacana, recomendo para caramba!! Ouçam!!! 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

Anúncios

Estudando para concurso

prova

Fala terráqueos como vão vcs? Espero que estejam bem! Eu tô morta de cansaço!!! Antes de explicar porque eu tô morta… se vcs estiverem lendo este texto pelo Facebook, cliquem no link abaixo e leiam o texto completo!!! É legal, eu prometo. Eu tô morta de cansaço porque nesse último final de semana eu nem descansei, eu nem parei em casa… sabe aquela máxima, ou vc estuda, ou vc tem vida social ou vc descansa? Bem isso… esse final de semana eu tive vida social e estudei… não deu para descansar. Fora isso eu ainda lavei um pouco de roupa…

Tanto que hoje é dia útil, eu teria que… saindo do trabalho ir para a academia e estudar e estou seriamente contemplando ir para casa e dormir. Mas eu acho que vou ter que passar na casa do meu pai para resolver uns pepinos pra ele, e depois chegando em casa eu tenho que cozinhar arroz e feijão porque eu não tive tempo neste final de semana… capaz de eu nem conseguir ir dormir cedo. Veremos!

Estamos em Janeiro… comecinho de Janeiro. E este ano esta pessoa que vos fala quer focar em duas coisas para estudar. Primeiro, as provas da Ordem (eu acabei de fazer a minha primeira tentativa da primeira fase do exame de ordem e eu ainda não tenho a resposta se eu fui ou não para a segunda fase) e também eu vou focar para Concursos de grau superior. Eu não sei se esse ano vai abrir algum concurso bacana porque este ano teremos eleição. Mas… se abrir alguma coisa eu vou tentar, claro que eu vou focar em alguns concursos específicos… Mas eu vou começar a prestar diversos concursos que requerem formação superior para ir pegando o feeling desses concursos.

Porque eu tô habituada a prestar concursos de nível médio. Acho que eu fiz em toda a minha vida apenas um concurso voltado para nível superior. É o próximo passo natural… tentar concursos mais difíceis depois de um tempo. Eu tenho pensado seriamente também em fazer uma pós em Direito… não sei exatamente em qual área hahahahaha, talvez direito eletrônico… Massss… esses meus planos talvez fiquem para depois que eu for bem sucedida nas minhas próximas tentativas de concurso.

Estudar para concurso é diferente de estudar para escola e faculdade. Tá certo, que hoje em dia tem cursinho para caramba por aí na vida. Mas mesmo assim… Vc tá estudando para uma prova específica. É diferente de outros estudos, é bem semelhante à estudar para o vestibular. Mas diferentemente dos cursinhos preparatórios para vestibular. Às vezes fazer cursinho atrapalha… eu me lembro uma vez que eu fui fazer um cursinho para o TRE e eu me lembro que os professores focaram para caramba em ‘leia a letra da lei’ porque a maioria das questões são focados na letra da lei e blábláblá… e naquele ano, diferentemente do que a gente tinha focado, do que a gente tinha estudado a empresa organizadora da prova decidiu que ia focar em casos práticos.

Então ficamos seis meses estudando uma coisa e a prova veio requerendo outra, é como fazer uma preparação para correr dez quilômetros e no final das contas vc tem que lutar boxe com o Mike Tyson. No final das contas cursinho pode ajudar, pode atrapalhar, mas o importante é vc encontrar o seu ritmo de estudo, a melhor forma que funciona para vc. Eu particularmente sou autodidata, às vezes eu prefiro estudar as coisas sozinhas, especialmente se eu já tenho um certo conhecimento do assunto. Outras vezes eu preciso de uma certa ajuda… na área de exatas principalmente.

Mas o verdadeiro treinamento mesmo é vc prestar as provas. Se inscrever nos concursos e ir lá fazer as provas e ganhar experiência. Pegar as manhas das provas. Porque chega uma hora que vc perde aquela ansiedade pré prova. Vc vê diversos formatos de questões e vc consegue já de bater o olho e eliminar duas questões erradas e ficar entre outras duas e vc vai então raciocinar, utilizando tudo aquilo que vc já estudou, todo aquele conhecimento que vc acumulou para encontrar a resposta certa. Então esse ano vai ser agitado… vamos focar nos concursos e vamos ver se final de 2018 comecinho do ano que vem a gente conseguiu alguma coisa.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

Jogos Velhos – Atari – Enduro

Enduro

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu tô legal, cansada para caramba. Antes de mais nada clique no link abaixo para ler o texto completo. Eu queria ontem ter chegado em casa e ido dormir, mas eu tinha tanta coisa para resolver que nos finais das contas eu fui dormir mesmo eram meia noite e meia e acordei virada de novo hoje de manhã. Tô cansada, morrendo de saudades das minhas férias já… mas férias agora para mim muito provavelmente só lá pro meio do ano.

Eu fiz muitas coisas divertidas nas minhas férias, eu li livros para caramba, eu vi filmes, eu joguei videogame e eu dormi muito!!! E uma coisa legal que aconteceu ha pouco tempo atrás foi o relançamento de um modelo retrô do Atari. Eu particularmente não amo videogames tanto assim para querer gastar 800 reais nesse Atari. Mas eu curto alguns jogos… que eram da minha época. E felizmente, graças à tecnologia, à internet e aos emuladores eu preciso necessariamente comprar um Atari para jogar alguns joguinhos que eu me lembro de ter jogado na infância. 

Eu acho que já comentei aqui no blogue, mas não custa repetir. Quando eu era criança eu era bem pobre, minha mãe mal ganhava para sustentar a mim. Graças aos meus avós, que ajudaram a minha mãe me criar, nunca me faltou nada. Mas não sobrava muita grana e por conseguinte eu não tinha muitos brinquedos (deve ser por isso que até hoje eu compro muito brinquedo… especialmente brinquedos que eram da época que eu era criança e eu sempre quis) muito menos brinquedos caros. Naquela época videogame e bicicleta eram os dois brinquedos mais caros, mais desejados pela molecada. Eu tive uma bicicleta… mas eu não tive um videogame Atari. Mas meus primos tinham e eu jogava na casa deles.

E eu me lembro de vários títulos que a gente jogava. Um deles que a gente jogou para caramba foi “Enduro”. Hoje em dia… se vc for (velho) saudosista como eu… Vc pode acessar alguns sites de emuladores de Atari e matar a saudades de jogar essas pérolas da tecnologia (pré-histórica) jogando no seu PC. Eu me diverti para caramba jogando diversos títulos nas minhas férias passadas. Caso vc queira também. Clique aqui para acessar o site que eu geralmente jogo. Tem diversos, e eu testei vários deles… mas este foi o que tinha mais títulos e a melhor emulação da jogabilidade.

O objetivo deste jogo é bem simples… Os videogames daquela época eram simples. Vc tinha uma missão apenas. Era correr, manter o carro na pista (sem ficar batendo nas laterais), ultrapassar um número X de carros para chegar em primeiro num tempo determinado. E com isso vc ia marcando uma pontuação. Cada um jogava na sua vez e competíamos entre nós para ver quem ganhava a bandeirada mais vezes… e claro quem tinha marcado mais pontos. E quem fosse mais longe por conseguinte marcava mais pontos.

Essa era a novidade tecnológica da época. E eu que sempre fui muito nerd achava aquilo incrível. Mas, diferentemente dos meus irmãos que nasceram quase duas décadas depois de mim, eu (e acho que a maioria das crianças da minha época) gostava da tecnologia e de jogar mas eu gostava muito mais de brincar na rua e de andar de bicicleta e minha paixão… jogar vôlei.

Mas na verdade eu nem jogava muito primeiro porque eu não tinha mesmo e videogame e segundo porque a minha mãe achava que televisão e videogame emburreciam a pessoa. Eu me lembro dela falando. Larga esse videogame que videogame não dá camisa para ninguém. Quando é que minha mãe poderia imaginar que trinta anos depois, jogar videogame se tornaria uma profissão.

Vou terminando este post por aqui, espero que tenham curtido esse post… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

A Freira que Apagou Deus…

banner

Acordou sem muita animação naquela manhã… aquele ano letivo que prometera ser tão interessante estava se tornando numa grande decepção. Pedira, implorara para a mãe e o pai lhe matricular no colégio de freiras porque havia lido um livro contando a história da vida dos santos e havia achado tudo tão bonito, especialmente a parte sobre algumas freiras que havia enfiado na cabeça que queria ser freira quando crescesse. O pai achara aquilo estranho, a mãe balançara a cabeça de um lado para o outro, rira e falara: Deixa ela… é fase! Foi por causa daquele livro que ela leu… daqui a pouco isso passa!

Finalmente eles haviam assentido e ela ficara extremamente feliz. Infelizmente já passara meses e ela em vez de se inspirar cada vez mais, estava cada vez mais decepcionada com o que via, ouvia e aprendia. Aquela manhã estava especialmente deprimida, era aula de religião, e a aula ia ser na capela do colégio. E tudo o que ela tinha aprendido até agora eram apenas os procedimentos e etiquetas dos dogmas religiosos. Como entrar na igreja, como se sentar, como fazer o sinal da cruz corretamente, como sair da igreja… ai e isso era tão chato!

Não era isso que ela queria aprender. Ela queria aprender mais sobre Deus, os anjos e os santos e os milagres. Fizeram fila na porta da sala de aula, onde deixaram as mochilas e foram caminhando ordenadamente para a capela. Chegando lá… entraram como haviam sido ensinados. O cheiro característico da capela invadindo-lhes as narinas. Aquele cheiro de velas, incenso e poeira das pesadas cortinas de veludo vermelho que impediam a entrada do sol, escondia os vitrais coloridos e deixava o ambiente mais sombrio, mais paranormal … mais respeitoso, afinal era a casa de Deus.

Secretamente ela desconfiava que as cortinas que tapavam os vitrais coloridos foram colocadas ali estrategicamente pelas freiras para que as cores vivas e alegres não distraíssem as crianças durante as aulas de religião. Ela mesma, adorava ficar observando as cenas bíblicas reproduzidas nos vitrais das diversas igrejas que já visitara. Podia ficar horas e horas admirando essas imagens.

Sentaram-se nas três primeiras fileiras de bancos da capela. Lindos bancos envernizados de mogno. O verniz fazia com que os bancos brilhassem. Na penumbra da capela iluminada pela vela e por algumas luzes do altar eles eram quase negros. Como sempre ela se sentara em frente ao santo que dava nome ao colégio enquanto aguardava a aula começar. São José era o santo. Diversas vezes, na hora do lanche, enquanto ela lanchava sozinha ela se sentava aos pés da grande imagem de São José que ficava no pátio do colégio e ficava observando o movimento das crianças pulando, correndo e brincando. Ele era quase como um amigo, meio careca, de barba, os cabelos ralos não muito lisos, os olhos tristes, sofridos. Lá estava ele… sempre em pé, com uma mão segurando o menino Jesus e com a outra mão um cajado de onde florescia um lírio branco…

Hoje vamos falar do altar, dos elementos do altar. A voz da freira deu um basta nos seus devaneios. Todos os elementos do altar tem a sua simbologia, seu significado. Enfim algo interessante! Ela se empertigou no banco, ficando mais atenta. A freira pôs-se a explicar cada item do altar, sua importância, até então era a aula mais interessante que ela assistira dentro da capela. Tudo tinha o seu porque, sua razão! Muita gente frequentava a missa todas as manhãs e não sabia nada disso.

Então a freira pôs se a explicar sobre o sacrário, que era uma espécie de cofre que ficava no altar onde eram guardadas as hóstias consagradas. Ao lado do sacrário tinha uma pequena luz vermelha acesa… e então a freira disse: ‘Quando essa luz está acesa é porque Deus está presente na igreja’.

Ela arregalou os olhos, estupefata… a luz estava acesa. Deus estava na igreja, sim! Ele estava ali, naquele lugar, naquele momento. Aquela pequena luz vermelha acesa era uma prova incontestável de que ele existia e estava ali ouvindo as nossas preces! Aquilo era incrível!

Na pequena cabeça de uma criança de nove anos, ela entendeu o que a freira explicava como um milagre imensurável. Para ela, o poder de Deus saia do céu, entrava naquela pequena caixinha dourada e então a luz se ascendia! A fé inocente de uma criança. Passou o restante da aula atônita, maravilhada com o que tinha acabado de testemunhar.

Então é isso crianças… por hoje é só. Aprendemos bastante coisas não é? Guardem suas anotações e estudem elas em casa. Vamos andando porque vcs tem aula de canto agora. Todos os alunos se ergueram em ordem, e em silêncio e foram, aos pares, saindo da capela e formando uma fila no corredor do lado de fora. Porque tinha se sentado na primeira fila, no canto… ela foi a última a sair da capela. Na verdade a penúltima, a última era a freira… que ficou para trás fechando todas as coisas e apagando as luzes da capela…

Ainda maravilhada, ela ficou observando a freira cuidar das coisas, arrumar a casa de Deus… e então irmã Juliana – esse era o nome da freira – colocou a mão atrás de uma cortina, apagou as luzes laterais, as luzes da parte de trás da capela e quando ela foi apagar as luzes da parte frontal ela… Apagou a luz ao lado do sacrário. A menina arregalou os olhos. Ela tinha acabado de APAGAR DEUS!!!!

Percebendo o engano, mas não o rebuliço que ela causara dentro daquela pequena alma, ela acendeu novamente a luz vermelha e apagou a luz da capela, que ficou na penumbra. A pequena luz vermelha brilhando na escuridão.

Os olhos da menina não conseguiam abandonar a imagem da luz vermelha. A decepção transbordando por eles em forma de lágrimas. O que isso queria dizer? Era tudo um engano? Deus nunca havia estado naquele lugar? O pequeno coração estava partido, sentindo-se traído, abandonado. E naquela triste e fria tarde de outono além da luz do sacrário uma pequena luz de fé também se apagou ali naquela alma.

 

O que vc faria se o mundo acabasse amanhã???

calendario

Fala terráqueos. Como vão vcs? Eu tô legal… Caso vcs estejam lendo isso no Facebook… sejam legais e cliquem no link abaixo para ler o texto completo e não só o comecinho do primeiro parágrafo. Mas como sempre nem era disso que eu queria falar… Hoje o post vai ser um tanto quanto curto… porque eu tenho outras coisas para ver e meu tempo disponível para escrever aqui no blogue, pelo menos por hoje está acabando entonces bora lá…

Esses dias eu estava navegando pelas internets da vida… mais especificamente no YouTube e eu fui parar no canal da Leda Nagle… eu curto ver as entrevistas que ela faz. E ela tem um quadro que se chama ‘fim do mundo’ e ela pergunta pro entrevistado o que ele faria se o mundo fosse acabar amanhã???? E o interessante é que cada convidado dá uma resposta geralmente de acordo com a sua personalidade e o que ele acha mais importante na vida. Claro que a pessoa está ali numa situação pública e pode ser que que ela esteja dando uma resposta para angariar algum tipo de simpatia da audiência e blábláblá… Mas então eu parei para pensar… nossa mano, o que eu faria se o mundo fosse acabar amanhã???

Antes de eu responder o que eu faria deixa eu perguntar para vcs. O que vcs fariam se o mundo fosse acabar amanhã??? Ou o que vcs não fariam não sei… coloquem aí nos comentários pra matar a minha curiosidade. E deixa eu dizer para vcs… uma vez. Há muitos anos, minha vida estava tão zoada, tão bagunçada (não tão bagunçada quanto ela ficou depois…) e eu na época achava que minha vida tava péssima (lembrem-se, não há nada que esteja ruim que não possa ficar pior) e eu estava tão cansada, mas tão cansada. Eu estava trabalhando cerca de doze horas por dia, e eu ainda estava fazendo faculdade e minha mãe tava doente… enfim…

Eu estava tão cansada que um dia eu sonhei que eu tinha acordado para ir trabalhar e eu abri a minha janela e quando eu olhei para fora… o mundo estava acabando. Estavam caindo meteoros do céu, que estava vermelho como sangue. E as pessoas correndo desesperadas pelas ruas, e morrendo, e pedindo socorro… enfim… o caos!!! E no meu sonho eu falava para a minha mãe… nossa mãe, o mundo está acabando! E ela disse… tá mesmo. Aí no sonho eu dizia… ai, Graças a Deus, assim eu não vou ter que trabalhar e ir para a faculdade hoje… e tipo, voltei para a cama!!! Sério, o mundo acabando e eu fui dormir. Quando eu realmente acordei e contei este sonho para minha mãe ela riu muito da minha cara.

Beleza Shao, mas e o que vc faria hoje, agora se o mundo fosse acabar amanhã? Velho… minhas prioridades não mudaram muito de lá para cá hahahahahaha. Eu acho que se eu soubesse que o mundo fosse acabar amanhã eu iria largar agora meus livros (que eu tô estudando pra caramba ultimamente), iria tomar um banho e iria dormir! 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Mochila é uma coisa que não dá pra comprar pela Internet

Mochilas-Large

Fala galera, beleza? Como vão vcs? Estão bem? Espero que sim… E antes de mais nada se vc tá vendo este texto no Facebook já sabe né:? Clica no link abaixo para ver o texto completo. Tá caindo o maior pé d’água aqui no meu bairro no momento, caiu até granizo. Lá vem o verão amigos… Parou a força e caiu a internet para ajudar… mas bora lá… vamos escrevendo no bloco de notas enquanto as internets não volta.

Hoje é sábado, sábado é dia de escrever sobre os gadgets e as tecnologias aqui no blogue. Eu comprei uns trecos novos na Gearbest e estou esperando chegar, portanto não tem como eu fazer resenha, mas enquanto isso vamos falar justamente de comprar as coisas pela internet. Eu vou fazer alguns posts falando de alguns sites onde eu compro e os quais eu nunca tive problema comprando. E vou falar também de alguns produtos que não dá pra vc comprar pela internet porque certas coisas vc tem que pegar na mão, ver tamanho ver qualidade, ver resistência e blábláblá.

Uma das coisas que não dá para comprar pela internet é mochila. Porque quando a gente compra achando que é isso e é aquilo que o tamanho é tal e que o material é tal… e aí chega a tal da mochila e ela é pequena. Eu já quebrei a cara pelo menos umas três vezes comprando este tipo de produto na internet. A última vez faz uns meses eu comprei uma bolsa (que eu achava que era mochila) no site da Gearbest e quando ela chegou ela era uma bolsa pequena. Sério, só cabe, carteira, celular e água na danada.

Felizmente eu estava precisando também de uma bolsa pequena e felizmente o material é muito bom, costuras bem reforçadas, bolsos estratégicos… é uma bolsa bem bacana pro dia a dia e é pequena fácil de carregar, especialmente quando eu tenho que pegar condução. Então essa última vez apesar de ter dado errado, deu certo hahahahaha. Mas geralmente eu não compro mochilas pela internet. Nem roupas, nem sapatos. Roupa também é uma coisa que é geralmente dá problema.

Entretanto, eu raramente tive problemas com roupas compradas na internet, porque quando eu compro roupas pela internet eu geralmente compro camisetas, compro tênis e sempre nas mesmas lojas (geralmente Netshoes e Centauro) e felizmente nunca tive problemas com erro de tamanho… Já tive problemas com sapatos sociais na Dafiti mas a culpa nem foi da loja, foi culpa minha mesmo que eu já sei que quando eu compro sapato social eu tenho que comprar um número maior porque geralmente este tipo de calçado não é tão confortável quanto um tênis. 

Mas no momento eu estou precisando de uma mochila porque a minha está velha, zoada e em petição de miséria. Entonces eu vou dar uma voltinha pelo Shopping, nas lojas que vendem bolsas e malas e mochilas para procurar uma mochila ou uma bolsa grande o bastante para eu carregar minhas coisas para o trabalho, para a academia e coisa e tal, que não seja muito cara porque começo de ano tem IPTU, tem IPVA tem um monte de gasto à mais então a gente tem que economizar o máximo possível né gente?

Vou terminando este post por aqui porque era para ser um post rapidinho mas ficou mais longo do que eu esperava… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

Nerdices: Filme – Life.

life

Fala terráqueos, como vão vcs? Vcs estão bem? Eu espero que sim. Eu tô legal. E antes de mais nada se vcs estiverem lendo este post no Facebook clique no link abaixo para ler o texto completo okay? Eu tirei o dia de hoje para escrever, para colocar o blogue em ordem… eu tenho que escrever hoje pelo menos três posts para deixar tudo organizadinho e com pelo menos sessenta posts agendados antecipadamente.

Hoje é sexta-feira. E de acordo com a nossa nova programação sexta-feira é dia de falar de filmes!!! Até mesmo porque se vcs que estão lendo este post na sexta-feira fica a diga para vcs de um filme que eu curti assistir e que talvez vcs curtam assistir também. Raramente eu comento filmes que eu não gosto. Só quando o filme é muito, muito ruim mesmo pra avisar para quem estiver pensando em ver aquele filme a não cometer esta rematada loucura porque o filme é literalmente uma bosta. Então geralmente os filmes que aparecem aqui no blogue são filmes que eu curti assistir. E vamos falar de um deles agora…

A bola da vez nesta sexta é… “Vida”  (ou “Life” em inglês). E é um filme que se passa 99% no espaço, mais especificamente numa estação espacial internacional. Como sempre os seres humanos estão procurando por formas de vida fora da terra. Dessa vez eles encontram uma forma de vida que parece uma ameba, nas amostras de terra que eles colheram de Marte e começam a estudar essa forma de vida lá no laboratório da estação de vida celular. Até mesmo porque trazer uma forma de vida desconhecida para a terra é perigoso e tal e blábláblá.

Então galera os astronautas especialistas começam a investigar a criatura. Lá no laboratório do espaço e a princípio é apenas mais um experimento como outro qualquer até que… depois de alguns testes a criatura finalmente ganha vida. Daí todo mundo na estação espacial e na terra vai à loucura. Fazem até uma votação numa escola primária para darem nome ao ET de Varginha… digo ao ET de Marte e escolhem o nome Calvin.

Na hora que vc vê isso vc já pensa… isso vai dar merda mano, isso vai dar merda!!! Esse bicho vai crescer, vai virar o Satanás e vai comer todo mundo que tá na estação espacial. Bom, pelo menos eu pensei isso…

life3

Com o passar do tempo a criatura vai evoluindo, e vai crescendo mais e o astronauta especialista responsável pelo manuseio da criatura e pela análise dele e pelos experimentos com a criatura começa a ficar obcecado com a evolução do Calvin. Ele fica tão empolgado mas tão empolgado que ele começa a ser relapso com algumas questões de segurança. Tipo manuseando o bicho sem luvas e passando horas e horas sozinho com ele sem o devido descanso. Alguns outros astronautas (eu não lembro o nome de nenhum personagem gente, não gravei desculpem) até chamam a atenção dele mas ele tá tipo… Dane-se mano isso é a descoberta do século e blábláblá.

E é aí que como eu previa as coisas começam a dar merda. De uma hora para outra o tal do Calvin cresce e PLAU!!! (gostaram da onomatopeia?) Agarra a mão do idiota que tava lá no laboratório cutucando o bicho. E o cara tá lá sozinho no laboratório e por questões de quarentena ninguém nem pode entrar lá pra ajudar ele. E o bicho começa a esmagar o braço do astronauta e ele vai fazendo o que pode para se livrar do agarro, porque o bicho vira tipo um tentáculo e vai enrolando na mão do cara daí ele começa a gritar e berrar e o bicho quebra toda a mão (ou o braço, não lembro) do cara que desmaia de dor e fica lá, desmaiado e flutuando na gravidade zero.

Diversos outros astronautas querem entrar na sala para resgatar o cara lá mas por causa do protocolo de quarentena a chefa da coisa toda lá não deixa. Enquanto isso, a criatura tá lá tentando fugir da caixinha de segurança. E como a lesma espacial (porque é o que parece, um cruzamento de lesma com polvo com porco-espinho espacial) é mais inteligente que aquele povo todo que tá na estação ela consegue escapar do confinamento. Desobedecendo ordens um dos outros astronautas entra no laboratório e consegue recuperar o outro desmaiado.

Acontece que quando ele faz isso o satanás do espaço gruda nele, ele consegue colocar o amigo pra fora mas ele fica trancado no laboratório com a coisa maligna. E daí para frente começa o pandemônio todo. Primeiramente acontece uma luta para manter o satanás dentro do laboratório, isolado… e é claro que dá merda. O diacho do bicho escapa do laboratório e vai parar do lado de fora da estação espacial. Aí vc pensa… ufa… a galera tá salva não? Não!!!

O danado do bicho começa a danificar a nave e colocar a vida de todo mundo em risco… e daqui para frente eu não vou contar mais o que acontece porque senão estraga. Não é um filme tão recente, já saiu do cinema faz uma cara, mas é um daqueles filmes que se eu contar muito o que acontece daqui para frente da história. O que acontece basicamente é eles tentando se salvarem do bicho e tentando matar o bicho e impedirem que o bicho vá para a terra!! Mas, é um filme bom para caramba!!! É daqueles que deixa a gente tenso assistindo as cenas de fuga, aquela agonia tipo, mano o bicho vai pegar eles!!! É um filme bem bacana e eu recomendo.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

SUPERNATURAL – Episódios Favoritos 5ª Temporada.

 

Movies_Films_S_Supernatural_New_Season_026500_

Fala terráqueos, voltamos para mais uma temporada de Supernatural. Eu sei que demorou um pouco, mas como sempre eu tive que rever toda a temporada. Porque eu não me lembrava alguns detalhes… Esta temporada, é bem bacana e uma grande parte dos fãs e da crítica acha que esta deveria ter sido a temporada final da série… eu não acho… eu achei que ela foi bem legal e tem episódios épicos mas… eu sinceramente não queria que acabasse do jeito que acabou esta temporada.

Na quarta e na quinte temporadas a Relação entre os irmãos fica bem abalada e não é isso que queremos ver, uma das coisas que faz com que a série seja bacana é a amizade e a união dos irmãos e os escritores da série meio que acabaram com isso então… eu queria ver isso arrumado. E demorou para eles consertarem essa cagada entre os irmãos… teremos muita tensão e maus entendidos nesta e nas próximas temporadas. O diabo tá solto na terra e os irmãos tem que caçar ele e colocar o danado de volta na jaula. Então vamos ver quantos episódios legais sobra nesta temporada com esse clima pesado entre os irmãos. Bora pros episódios.

EPISÓDIO 1 – SIMPATIA PELO DIABO: O episódio começa bem onde terminou o outro. Sam e Dean na boca da porta do inferno. O satanás saindo… eles tentam fugir mas não conseguem. Castiel aparentemente tá morto. Então ZAP e de repente eles estão dentro do avião longe da explosão do portal. Eles escapam e se reagrupam e começam a pensar o que faremos para pegar o Satanás. Bobby chega para ajudar e então Sam, Dean e Bobby vão em busca de uma arma que pode matar o capeta, eles pesquisam e descobrem que a Espada de Miguel está na terra e eles tem esperanças de usá-la para derrotar o capeta. Bobby então começa a falar um monte de desaforos para o Sam (quem é fã da série já pensa, esse não é o Bobby) e não é mesmo. Bobby tá possuído. E quem volta junto com Bobby possuído para tentar matar Dean? Meg!! Ela mesma é a Demônha mais resiliente da série.  Sam, Dean e Bobby derrotam os demônios. Enquanto isso Satã está tentando convencer um cara comum a ceder o seu corpo para ele… porque ele precisa de um receptáculo. Bobby é esfaqueado Sam e Dean levam ele para o hospital e correm para pegar a espada que está num depósito do pai deles… 

Chegando lá… os anjos os encontram e Zacharias revela para Dean que ele é a espada de Miguel. Que ele é o receptáculo de Miguel. Dean então saca que Miguel precisa do seu consentimento para usar o seu corpo. Zacharias ameaça Bobby, coloca um câncer em Dean e ameaça a vida de Sam… tudo para Dean dizer sim para Miguel mas Dean continua dizendo não. Então do nada ZAP Cass aparece e salva Sam e Dean e mata dois anjos e ameaça Zacharias. Ele insinua que o responsável pelo salvamento de Dean, Sam e sua ressurreição foram obras de Deus pessoalmente.  Cass então coloca proteções em Sam e Dean para que nenhum anjo, nem mesmo ele e nem mesmo Lúcifer consiga encontrá-los. Bobby, devido à facada fica preso numa cadeira de rodas… Bobby diz a Sam que tudo que ele disse quando estava possuído era a voz do demônho que tava nele… Que ele jamais cortaria Sam da sua vida. Dean entretanto abre o coração para Sam e diz que as coisas não estão bem entre eles e que ele não consegue perdoar Sam porque ele o trocou por um demônho. Que ele está tentando mas ele não sabe se consegue perdoá-lo e que ele acha que eles nunca mais serão como antes e que ele não confia mais nele. Temos neste episódio a estreia de Mark Pellegrino como Lúcifer! Baita ator o Mark… baita trabalho dele toda a vez que ele aparece em Supernatural. 

EPISÓDIO 2 – FIQUEM COM DEUS: No último episódio da quarta temporada os selos todos foram rompidos, então vamos ver a partir deste episódio alguns dos resultados destes selos se rompendo. Dentre eles temos a libertação de quatro demônios poderosos do inferno… adivinhem só quais? Os quatro cavaleiros do apocalipse… Neste episódio Sam e Dean vão ter que enfrentar o primeiro dos cavaleiros… GUERRA! Sam e Dean chegam numa cidade onde a princípio eles acham que está tomada de demônios, mas na verdade só tem um demônio que está jogando os humanos uns contra os outros. No meio dessa confusão eles encontram outros caçadores, conhecidos Jo, Helen e Ruffus e eles tem que convencer a galera que não existem demônios e derrotar o cavaleiro da Guerra para acabar com a ilusão. No meio de toda essa confusão Sam está lidando com o problema de ainda estar viciado em sangue de demônio. Sam percebe que Dean estava certo e que ele não confia em si mesmo para fazer a coisa certa e portanto ele e Dean se separam.

EPISÓDIO 3 – LIVRES PARA VOAR: Sam e Dean se separam… Sozinho Sam começa a ser atormentado por visões de Jess (a ex namorada que morreu) que diz para ele que ele nunca vai ser normal e as pessoas que ele ama sempre vão morrer. Então enquanto Dean continua caçando Sam arruma um emprego num bar e começa a viver uma vidinha pacata numa cidadezinha escondido de tudo tentando resolver o que fazer. Castiel que tinha ido procurar Deus reaparece e pede a Dean ajuda para capturar o arcanjo Rafael, que o matou uns episódios atrás, porque ele precisa de informações. Dean aceita ajudar Castiel. Neste episódio que a gente começa a ver o desenvolvimento da amizade entre Castiel e Dean, e é engraçado pra caramba. Dean e Cass prendem Rafael e o interrogam sobre a localização de Deus. Enquanto isso Sam tem que encaram caçadores que querem arrancar dele a verdade sobre o envolvimento dele com demônios e o fim do mundo. Rafael diz a Cass que talvez quem o ressuscitou foi Lúcifer porque ele agora é um anjo rebelde. Os caçadores querem que Sam beba sangue de demônio e mate os demônios que estão na cidade. Sam consegue se libertar e derrotar os dois enquanto Dean e Cass deixam Rafael preso no óleo sagrado. Dean confessa para Cass que pela primeira vez em anos ele está bem e que talvez ele esteja bem porque agora ele não precisa mais se preocupar com Sam. Enquanto isso Sam continua atormentado pela visão de Jess… que na verdade se revela ser Lúcifer, que está invadindo os sonhos dele para tentar convencê-lo a dizer sim e deixá-lo ocupar seu corpo. Sam então descobre que assim como Dean é o receptáculo de Miguel, ele Sam é o receptáculo de Lúcifer. Sam diz que prefere se matar antes, mas Lúcifer diz que é inútil porque ele pode ressuscitá-lo. Sam pergunta porque ele e Lúcifer diz que sempre tinha que ser ele…

EPISÓDIO 4 – FIM: Cass e Dean começam a procurar pela colt, eles acreditam que a colt seria capaz de matar Lúcifer então eles precisam procurar. Sam liga para Dean e conta para ele o que Lúcifer o revelou. Ele pede para Dean deixar ele voltar a caçar com ele para que juntos eles possam matar o satanás. De repente Dean acorda numa realidade paralela, num futuro alternativo onde Sam aceitou ser o receptáculo de Lúcifer e está dominando uma terra onde todos estão dominados pelo vírus demoníaco Croatoan e Dean se transformou numa espécie de guerrilheiro lutando com todas as suas forças para matar Sam e devolver alguma espécie de sanidade ao mundo. É um dos meus episódios favoritos, porque mostra um mundo pós apocalíptico onde todas as pessoas boas morreram e só os maus vagam pela terra e sempre que alguém me pergunta como eu acho que é o inferno, é exatamente assim que eu imagino o inferno. No final do episódio descobrimos que Zacharias mandou Dean pra esse futuro alternativo para convencê-lo a aceitar ser o receptáculo de Miguel e lutar contra Lúcifer no corpo de Sam. Uma das partes mais legais desse episódio é a versão hippie taradão do Castiel. Outra coisa bacana desse episódio é ver o Lúcifer no corpo do Sam. A vez que o Lúcifer esteve mais assustador na série toda. Um dos melhores finais de episódio Dean compreendendo que Sam se afasta do caminho certo toda a vez que ele se afasta do irmão.

EPISÓDIO 5 – ÍDOLOS CAÍDOS: Saindo fora da storyline do apocalipse, Sam e Dean estão de volta, juntos e caçando. Depois de dois episódios muito tensos esse é mais um daqueles episódios engraçadinhos. E eles vão parar numa cidadezinha onde personagens famosos estão matando as pessoas.  Eles acabam indo parar num museu de cera onde as estátuas de cera usam objetos reais que pertenceram à verdadeiras personalidades que já estão mortas. Dean e Sam encaram uma criatura com a forma de Gandhi. Dean acha que é um fantasma e Sam não sabe o que é mas ele acredita que é outro monstro e não um fantasma. No final das contas era o Sam que estava certo… a criatura que os irmãos vão enfrentar neste episódio é um DEUS PAGÃO chamado Leshi… Parte extremamente engraçada deste episódio, Dean lutando com a Paris Hilton ahahahahaha.

EPISÓDIO 6 – AS CRIANÇAS SÃO O FUTURO: Sam e Dean chegam numa cidadezinha.  Nesse episódio Sam e Dean vão encarar uma criança, mas que não é uma criança qualquer. Um demônio possuiu uma virgem e gera um filho nela criando um ser meio humano, meio demônio conhecido como um CAMBION ou KATAKO (fonte dessa informação Castiel hahaha). E claro eles também tem que enfrentar demônios que estão procurando o menino que é um ser poderoso e com uma palavra pode destruir todos os anjos. Sam e Dean vão ter que encontrar, proteger o menino e se certificar que ele escolha o lado certo na batalha entre bem e mal.

EPISÓDIO 7 – O CURIOSO CASO DE DEAN WINCHESTER: Esse episódio é muito engraçado, outro dos meus favoritos em toda a série. Bobby, Sam e Dean se envolvem na investigação de um caso onde idosos são encontrados mortos, entretanto quando é levantada a identidade da pessoa, a pessoa é bem jovem, só que estão com aparência de idosos centenários. E as mortes são por velhice. Os irmãos mais Bobby então desconfiam que é bruxaria. Os três então nesse episódio vão enfrentar um BRUXO extremamente poderoso de mais de 900 anos de idade. Bobby acaba descobrindo o bruxo e como ele faz para roubar a juventude das pessoas… num jogo de Poker. E ele acaba perdendo e sua vida fica em risco. Dean então vai jogar com o bruxo para recuperar os anos de Bobby e evitar que ele morra e acaba perdendo também e fica bem velho. Melhores cenas do episódio Dean idoso! No final das contas Sam que nem é tão bom no poker fica responsável de jogar com o bruxo e tentar salvar Dean.

EPISÓDIO 8 – TROCANDO DE CANAL: Sam e Dean estão tentando descobrir como impedir o Apocalipse quando eles cruzam novamente com o TRICKSTER. E como da última vez que eles cruzaram com esta criatura ele simplesmente matou Dean diversas vezes Dean resolve que quer matar a criatura. Sam entretanto quer pedir ajuda ao Trickster para impedir o Apocalipse. Acontece que a criatura quer que os irmãos aceitem serem as vestes de Lúcifer e Michael e para convencê-los a isso ele os prende no mundo da televisão. E daí para frente é um dos episódios mais engraçados de todas as temporadas. Sam e Dean presos, pulando de canal em canal e Castiel tentando a todo custo salvar os dois dessa prisão. E no final do episódio acabaremos conhecendo a verdadeira identidade do Trickster. 

EPISÓDIO 9 – OS VERDADEIROS CAÇA FANTASMAS: Este é outro dos meus episódios favoritos de todas as temporadas. É mais um daqueles episódios que saem fora da história da temporada e é cheio de comédia e tem… o monstro da semana. Dessa vez é um FANTASMA novamente, vários fantasmas na verdade. Sam e Dean recebem uma mensagem de Chuck e vão correndo ver o que está acontecendo, chegando lá está acontecendo a primeira Convenção de Fãs de Supernatural. Eles claro, ficam putos. Só que no meio de toda a confusão da convenção… Eles descobrem que o hotel em que eles estão realmente é assombrado e começa então uma caçada verdadeira a fantasmas verdadeiros. No final do episódio Sam e Dean ouvem dos ‘fãs’ da saga porque todos eles são apaixonados pelas histórias dos irmãos e no final das contas ouvir isso faz bem para os irmãos. Acontecem duas coisas muito importantes neste episódio… primeiro, vamos conhecer um personagem que daqui para frente vai ser bem importante o demônio Crowley. E é justamente ele que devolve a colt (que esteve este tempo todo com ele) para os Winchester, para que eles possam caçar Satanás.

EPISÓDIO 10 – ESPERANÇA AMEAÇADA: Esse é um dos episódios mais tristes de toda a série… Porque quer a gente queira quer não, os personagens queridos, personagens que a gente se apega em Supernatural morrem. Sam e Dean se juntam a Ellen, Jô, Castiel e Bobby para com o colt em mãos caçar Lúcifer de uma vez por todas. Eles chegam numa cidade aparentemente vazia, mas Cass vê que a cidade está infestada de ceifeiros e demônios. Ele vai tentar descobrir o que tá acontecendo e Lúcifer pega ele. Dean tem um face-off com Meg e com cães do inferno. Jô fica gravemente ferida e eles ficam cercados numa mercearia… SPOILER agora… Ellen percebe que a filha está morrendo e fica para trás com ela para cobrir a fuga dos irmãos Winchester. Ela explode o lugar matando todos os cães do inferno e Jo e Ellen morrem, enquanto Sam e Dean fogem. Sam e Dean finalmente enfrentam o satanás cara a cara… Dean consegue acertar um tiro com a colt bem na testa de Lúcifer mas ele não morre.

Enquanto isso Castiel escapa da prisão em que ele estava sendo guardado por Meg. E ele salva Sam e Dean. Lúcifer então faz uma magia, sacrificando um número específico de demônios e ele finalmente liberta o último cavaleiro do Apocalipse… A Morte! 

EPISÓDIO 11 – SAM INTERROMPIDO: E depois de um episódio tenso como o anterior onde perdemos personagens queridos. Temos um dos meus episódios favoritos de todas as temporadas. É um episódio fora da caixinha, fora da storyline do apocalipse. Sam e Dean vão parar em um hospital psiquiátrico para investigar uma criatura que está matando as pessoas e fazendo parecer que foram suicídios. Mas claro que ninguém acredita que há um monstro no sanatório porque lá só tem gente perturbada que vê coisas. Tem três cenas bem engraçadas nesse episódio… as primeiras cenas quando Sam e Dean contam toda a verdade sobre o apocalipse para o médico psiquiatra e eles dois acabam sendo internados. E temos a cena do pudim!!! Eu nem vou falar nada disso porque vcs tem que ver essa cena. E temos a terceira cena quando o Sam está dopado e resolve falar umas verdades para o Dean. Neste episódio… Sam e Dean vão caçar uma APARIÇÃO. É eu sei, é um nome estranho, mas é assim mesmo… é um monstro que suga o cérebro das suas vítimas. E o monstro começa a mexer com a cabeça de Sam e Dean e eles começam a acreditar que estão ficando loucos.

EPISÓDIO 12 – TROCA DE CORPOS: Outro dos meus episódios favoritos, outro episódio comédia… a quinte temporada é uma das minhas favoritas porque tá recheada de episódios assim. Adolescentes nerds começam a mexer com bruxaria e então um dia Sam acorda no corpo de um dos adolescentes enquanto o moleque está aprontando todas no corpo dele. Neste episódio Sam e Dean vão ter que enfrentar BRUXOS e é claro DEMÔNIOS que esses moleques idiotas invocaram. Esse episódio é muito legal porque é muito engraçado. Vale a pena ver só por isso. Mas é um episódio um tanto quanto relacionado à história do Apocalipse porque os demônios lançaram, para todos os humanos que tem alguma ligação com o inferno um tipo de um comunicado, para qualquer um que veja Dean Winchester que eles o querem morto. E que a pessoa que matar Dean receberá uma recompensa.

EPISÓDIO 13 – SEMPRE A MESMA CANÇÃO: Neste episódio Anna reaparece e ela quer porque quer matar Sam para acabar com a guerra entre céu e inferno e acabar com o Apocalipse. Cass não quer matar Sam, ele quer encontrar outro meio, ele diz que se ela se aproximar de Sam e Dean ele mata ela. Sem poder tocar os rapazes ela viaja para o passado para matar John e Mary Winchester para impedir que os irmãos nasçam. Mais um dos episódios bacanas com viagens temporais. Cass, Sam e Dean então vão para o passado tentar impedi-la. Mais uma vez os dois vão ter que enfrentar os ANJOS. Uma das melhores cenas desse episódio é a luta entre Mary e Anna, vc percebe de onde que os Winchester puxaram o estilo BADASS de chutar traseiros de criaturas sobrenaturais. No final das contas esse é mais um episódio onde os Anjos se metem na vida da Família Winchester. Outra cena bem bacana desse episódio é quando o arcanjo Miguel toma conta do corpo do jovem John Winchester derrota Anna e manda Sam e Dean de volta para o tempo deles com um aviso.

EPISÓDIO 14 – AMORES SANGRENTOS: Outro episódio dos meus favoritos. Sam e Dean chegam numa cidade onde namorados apaixonados estão se matando por se amarem demais. Eles começam a investigar junto com Cass e acham que o CUPIDO está atirando flechas envenenadas e matando pessoas. Entretanto, não é nada disso que está acontecendo. Depois de investigar as mortes e a forma estranha como Castiel e Sam estão agindo. Dean descobre que o que está na cidade causando as mortes é o terceiro cavaleiro do Apocalipse FOME. Esse episódio é de certa forma engraçado porém desesperador. Cass fica faminto comendo tudo que vê pela frente porque o receptáculo dele está faminto. Sam começa a ficar louco por sangue de demônio e Dean fica sem nenhuma reação, sem nenhum sentimento. Dean vai sozinho enfrentar o cavaleiro da Fome e ele descobre que está se sentindo morto por dentro. Sam bebe o sangue de dois demônios e vai salvar o irmão derrotando o cavaleiro da Fome mas depois Dean tem que trancar ele na casa de Bobby para ele desintoxicar novamente do sangue de demônio. E o episódio termina com Dean desesperado pedindo ajuda a Deus.

EPISÓDIO 15 – OS MORTOS PEDEM, VINGANÇA: Esse episódio é bem legal… primeira vez que entraremos em contato com a Delegada de polícia Jody Mills, fiquem atentos a ela porque ela vai se tornar bem importante nas temporadas seguintes. Sam e Dean vão parar na cidade de Bobby onde sem muita explicação os mortos estão voltando à vida. Dentre eles o falecido filho da Delegada Jody e a esposa de Bobby. Sam e Dean descobrem sobre os ZUMBIS e investigando eles descobrem que é um presságio do quarto cavaleiro do apocalipse o Cavaleiro da MORTE. Sam e Dean então tem que convencer Bobby e Jody a desapegarem de seus entes queridos que retornaram e eles tem que se unir para salvar as pessoas da cidade.

EPISÓDIO 16 – O LADO ESCURO DA LUA: Sam e Dean são traídos e atacados por dois caçadores que acreditam que a única forma de impedir o apocalipse é matar Sam. Depois que são mortos Sam e Dean vão parar no Céu e lá eles tem oportunidade de falar com Josué, um dos poucos anjos com quem Deus ainda falam. De novo eles vão ter que enfrentar os ANJOS. Enquanto isso os outros anjos liderados por Zacharias querem ressuscitar Sam e Dean para que eles possam cumprir o papel de receptáculos para Miguel e Lúcifer. Enquanto estão no céu eles encontram o nerd Ash e a paranormal Pâmela.  E eles ficam sabendo que não é a primeira vez que eles morrem e não é a primeira vez que eles vão parar no paraíso. Enquanto Ash tenta arrumar um modo de ajudar os irmãos a encontrar o jardim e Pâmela tenta convencer os dois que se eles aceitarem serem os receptáculos pode não ser ruim e que todas as pessoas que morrerem vão vir para o céu. Eles conseguem falar com Josué que diz para eles que Deus mandou eles se afastarem e não tentarem impedir o Apocalipse. E quando eles voltam do céu eles contam para Castiel que fica puto da vida. Sam ainda quer tentar e Dean está bastante desanimado.

EPISÓDIO 17 – 99  PROBLEMAS: Sam e Dean vão parar numa cidade infestada por demônios onde a cidade toda se transformou numa milícia que luta contra demônios. Lá eles são liderados por um pastor e a filha dele é uma profeta. Sam e Dean se juntam aos moradores da cidade na luta com os demônios. Acontece que a tal da profeta não é a filha do Pastor é mais um Demônio que foi libertado do inferno com a vinda de Lúcifer está nos textos bíblicos como a “PROSTITUTA DA BABILÔNIA” e a função dela é pregar falsas profecias e fazerem os que crerem nela matarem inocentes em nome de Deus. Cass chega completamente bêbado na cidade mas ele ajuda Sam e Dean a resolver o problema. Sam e Dean agora tem que convencer o Pastor a matar o demônio que tomou a forma de sua filha. Dean acaba mantando o demônio… Cass diz que apenas um servo dos céus poderia fazê-lo. Dean então foge de Sam e vai até a casa de Lisa e se despede dela, pensando seriamente em entregar o seu corpo para ser receptáculo de Miguel.

EPISÓDIO 18 – CAMINHO SEM VOLTA: Depois de muito procurar Sam e Cass encontram Dean e o levam na marra para a casa de Bobby. Dean está desesperançoso achando que a única solução para todos os problemas é aceitar a proposta de Michael. Mas Bobby e os outros tentam convencê-lo a não desistir. Enquanto isso Castiel sente que algo está errado e descobre que os anjos ressuscitaram Adam o irmão mais novo de Sam e Dean. Os anjos pretendem usá-lo como plano B como receptáculo de Miguel se Dean não aceitar cumprir seu papel. E assistir a esse episódio faz a gente lembrar o pé no saco que o Adam era como o final dele é muito bem feito hahahaha. Melhor parte desse episódio é o cacete que o Cass dá no Dean por ele desistir de lutar. No final Zacharias prende Sam, Dean e Adam num mundo paralelo e ameaça matar Sam e Adam se Dean não disser Sim para Miguel. Dean diz sim mas quando Zacharias chama Miguel ele e Sam atacam o anjo, matam Zacharias e tentam fugir. Na fuga entretanto Adam não consegue fugir e é pego por Miguel. Sam e Dean conversam e decidem que dali para frente são eles contra todos e resolvem confiar um no outro. 

EPISÓDIO 19 – O MARTELO DOS DEUSES: Sam e Dean estão no meio da confusão com o Apocalipse então no meio de uma tempestade eles vão parar num Hotel chique na beira da estrada. Dean só quer ficar fora da chuva e comer enquanto Sam quer continuar na estrada. Dean convence ele a ficar porque os dois estão muito cansados e precisam descansar. Mas coisas estranhas estão acontecendo no hotel. De repente os hóspedes começam a desaparecer e Sam e Dean descobrem que estão num hotel cheio de DEUSES PAGÃOS que estão preocupados com o fim do mundo. Alguns deuses querem matar os irmãos, outros querem entregar eles para os anjos e outros querem entregar eles para os demônios. Então, Gabriel chega, mas os deuses não sabem que ele é um anjo, acham que ele é o deus Loki. Os deuses decidem que vão invocar o Satanás e matá-lo. Dean consegue convencer os deuses a deixá-lo ajudar a matar Satã em troca da liberdade dos mortais. Então Mercúrio chama Lúcifer, que chega no hotel e começa sem piedade nenhuma matar todos os deuses, como quem mata baratas, mostrando todo o seu poder.

Quando Lúcifer vai matar Kali, Gabriel aparece e salva a deusa e Sam e Dean e fica para trás para enfrentar Lúcifer. Gabriel sabe que não é forte o bastante para enfrentar Lúcifer mas ele resolve falar as verdades na cara do irmão. Ele irrita Lúcifer que o mata enquanto Sam, Dean e a deusa Kali fogem. Gabriel entretanto deixa uma DVD com uma mensagem para os irmãos Winchester. Gabriel diz para Sam e Dean como é que eles podem não matar Lúcifer, mas colocá-lo de volta na jaula onde ele estava preso. Para isso eles precisam da chave… que são os anéis dos quatro cavaleiros do apocalipse, e eles já tem dois… faltam apenas dois.

EPISÓDIO 20 – O DIABO CONHECIDO: No final do episódio anterior apareceu o cavaleiro da Peste (ou da Pestilência). No começo desse Sam e Dean vão parar numa cidade que está tomada com a doença de gripe suína. No meio da investigação o demônio Crowley aparece oferecendo para ajudar Sam e Dean pegarem o CAVALEIRO DA PESTILÊNCIA. Segunda participação de Crowley e eu acho que foi nesse episódio que o ator ganhou espaço na série e que o personagem passou a ser mais frequência na terra. Muito a contra gosto, Sam e Dean resolvem trabalhar juntos com Crowley. Enquanto isso demônios estão tentando espalhar a gripe suína pelo mundo. Dean vai com Crowley capturam o demônio que sabe onde está Peste e Sam descobre que o demônio em questão era seu melhor amigo por anos na faculdade. E ele confessa para Sam que durante todos os anos estava o levando para o mal caminho e que foi ele quem matou Jess.

Sam resiste a vontade de matar Brady. Enquanto isso, Crowley planta no inferno a notícia que Brady está trabalhando com ele contra os planos de Lúcifer. Então agora ele e Brady estão sendo caçados por HellHounds. Crowley entretanto vai para o inferno e trás o seu Hellhound que mata os outros que estão os caçando, os irmãos e os demônios fogem. Brady entrega a localização de Peste. Então Sam e Dean fazem um ringue de sal e Sam e Brady vão acertar as contas. Sam mata Bady e Crowley vai atrás de Bobby fazer uma proposta para ele…

EPISÓDIO 21 – DOIS MINUTOS PARA A MEIA NOITE: Pestilência está aprontando pelo mundo. Sam e Dean estão discutindo por conta da ideia de Sam dizer sim para Lúcifer. Cass reaparece e está mortalmente humano, sem poderes sem poder ajudar muito os irmãos. Sam e Dean vão caçar a Peste numa casa de saúde onde só tem idosos. Mas os poderes de Peste são tão grandes que eles mal conseguem se aproximar do demônio. Mesmo zoado e sem poderes, Cass chega para salvar Sam e Dean e eles conseguem o terceiro anel. Sam e Dean descobrem que Bobby fez um acordo com Crowley. Melhor cena do episódio do beijo entre Crowley e Bobby hahahaha. Então agora temos uma equipe improvável Sam, Dean, Castiel, Bobby e Crowley.

Mas a melhor cena desse episódio é com certeza o primeiro aparecimento do CAVALEIRO DA MORTE. Só essa cena faz desse um dos melhores episódios de todas as temporadas. Bobby voltando a andar por conta do pacto também é uma das melhores cenas. Cass, Bobby e Sam vão tentar impedir a vacina infestada de vírus Croatoan de ser espalhado pelo mundo enquanto Dean e Crowley vão atrás da Morte. Eles encontram a Morte que entrega o anel para Dean com duas condições que ele prenda Lúcifer para que ele pare de usá-la como uma arma e que ele deixe que Sam diga Sim para Lúcifer e que eles joguem ele de volta na jaula. Dean aceita.

EPISÓDIO 22 – A CANÇÃO DO CISNE: Último episódio da temporada, é um episódio bem sentimental. Dean finalmente diz okay para o plano de Sam. Miguel encontrou um novo receptáculo, Adam o irmão caçula, já que Dean disse não. Castiel continua humano. E agora Sam e Dean partem com tudo para executar o plano. Sam pede para Dean não tentar tirar ele da jaula do inferno caso eles saiam vitoriosos e ir procurar Lisa e viver uma vida feliz. Dean não promete nada e eles vão enfrentar o final. Eu não quero falar muito do que acontece nesse episódio porque não quero dar spoilers, é um dos finais de temporadas mais legais de todas as temporadas. Então é um final de temporada que vale muito a pena assistir. Muitos fãs acreditam que esse final de temporada deveria ter sido o final da série… mas ficaram muitas lacunas e eu como fã curti que a série não tenha terminado desse jeito. Eu espero que quando realmente o final da série chegar que seja um final legal. 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Adoção Tardia e Adoção de Maior.

Card-2

Fala terráqueos, como vão vcs? Espero que vcs estejam bem. Eu tô legal. Hoje é feriado para mim, eu sei que para vcs não é… não precisam ficar nervosos. Eu escrevi este post faz muito, muito tempo… sosseguem. e se vc está vendo este post no Facebook, cliquem no link abaixo para ler o texto completo até mesmo porque o texto de hoje é deveras interessante. Do ponto de vista jurídico especialmente. 

Como a maioria dos meus amigos e familiares sabem e quem lê este blogue há bastante tempo também deve saber, eu sou adotada. Oi?? Como??? Eu não sabia disso Shao! Explique-se!!! Okay… nem todo mundo sabe hahahaha. Eu até já falei sobre isso aqui no blogue… Clique aqui para ler o post da época. Mas não custa contar a história de novo. Meus pais se separaram quando eu tinha 3 anos e quando eu tinha nove anos minha mãe se casou pela segunda vez… com meu padrasto e os dois foram casados até o final da vida dela. Então meu padrasto , juntamente com a minha mãe e meus avós praticamente me criou… Quando eu tinha 19 anos o meu pai faleceu em 2008 meu avô faleceu e em 2009, quando a minha mãe faleceu eu já tinha 33 anos, eu me vi praticamente sem família!

Ahhh Shao, vc tinha seus irmãos e blábláblá… sim, sim, e tantos outros parentes. Mas legalmente falando eu só tinha como herdeiros minhas duas avós materna e paterna. Se me desse um treco qualquer e eu morresse todos os poucos bens que eu tinha na vida iriam para minhas avós. Inclusive o apartamento que a minha mãe deixou para mim e para os meus irmãos. E eu fiquei com medo, porque na época eu estava bem doente, de sei lá, se eu morresse algum parente inescrupuloso quisesse vender o apartamento e colocar meus irmãos na rua com a ‘desculpa’ de usar o dinheiro da venda para ‘cuidar’ de uma das minhas avós.

Então eu conversei com meu padrasto e a gente resolveu oficializar uma situação que na prática já existia. Porque eu, meu pai e meus irmãos já éramos uma família na prática. Mas perante a lei não éramos. Então resolvemos e entramos com um processo onde meu padrasto iria me adotar oficialmente. Mas Shao, como assim… vc já tinha 33 anos, não pode adotar apenas crianças. Na verdade não crianças, maiores de 18 anos também podem ser adotados e isso ocorre desde a antiguidade. Se eu não me engano em Roma era muito comum algum aristocrata adotar e dar seu nome a um jovem ou um adulto quando ele não tinha filhos para que a sua linhagem e seu nome não morressem com ele.

Mas vamos deixar a Roma Antiga para lá. Na lei brasileira vc pode adotar um maior de 18 anos desde que vc seja 16 anos mais velho que ele e não seja irmão dele. Eu por exemplo não poderia adotar meus irmãos. Mas, meu padrasto sendo 32 anos mais velho que eu e já existindo o vínculo familiar não tinha problemas. Claro… cada caso é um caso, vai depender muito da situação real do adotante e do adotado. Meu caso foi um caso bem simples não teve muitas complicações legais nem nada então pode ser que não sirva muito de exemplo para outras pessoas e outros casos mais complexos. E eu vou falar aqui neste post do meu caso.

Contudo se vc que está lendo este post tiver alguma dúvida existem bastantes sites e blogues que explicam detalhadamente os requisitos e os casos em que a lei permite adoção de maior. Mas eu vou dar uma geral… bem de leve… até 2003 para uma pessoa adotar um maior, bastava a pessoa ir num cartório e fazer uma escritura pública. Com o Novo Código Civil (de 2002) que é a lei que está em vigência agora é necessário (leia-se indispensável) vc contratar um advogado, e entrar com uma demanda e precisa da sentença do juiz para a adoção ser válida.  O que eu acho bastante correto, afinal de contas, vc ter um filho, seja ele biológico ou adotivo muda para caramba toda a questão hereditária de uma pessoa. E não é algo simples, muita coisa tem que ser analisada.

Então como base legal para um processo de adoção de maior temos o Código Civil brasileiro que diz… 

Art. 1.618. Só a pessoa maior de dezoito anos pode adotar.
Art. 1.623. A adoção obedecerá a processo judicial, observados os requisitos estabelecidos neste Código.
Parágrafo único. A adoção de maiores de dezoito anos dependerá, igualmente, da assistência 
efetiva do Poder Público e de sentença constitutiva. 

Temos também algumas regras no ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente que falam sobre a adoção que devem ser respeitadas apesar de ser uma adoção de maior. Se eu não me engano os preceitos e regras estão entre os artigos 39 e  54 do ECA se tiverem interesse deem uma lida. E tanto o Código Civil como o ECA como a Constituição Federal garantem ao cidadão em diversos artigos (que agora eu não vou lembrar de cor… ) o direito à família. Ou seja, vc tem direito de ter uma família constituída legalmente, Vc tem o direito de aquela sua família afetiva, seja reconhecida pelo ordenamento jurídico como a sua família perante à lei e à sociedade.

Então baseado nesse direito à família, e na já existente relação familiar e afetiva nós entramos com o processo. Eu tive que juntar uns documentos, entre eles as certidões de óbito do meu pai e da minha mãe, um documento onde eu declarava que estava de acordo com a adoção. Teve participação do Ministério Público também porque eles tem que investigar se não existem interesses malignos de nenhuma das partes. E depois de mais ou menos um ano e meio se eu não me engano… em 2011 saiu a sentença do juiz e eu tive que pegar essa certidão de sentença e fazer a peregrinação e trocar todos os meus documentos. O que foi na verdade a parte mais trabalhosa e demorou cerca de três anos… porque eu fui fazendo aos poucos.

Eu aprendi coisa para caramba pesquisando para podermos entrar com o processo. Por exemplo, e é algo que eu acho extremamente interessante. Meu pai já havia falecido fazia anos mas mesmo que ele ainda estivesse vivo, meu padrasto poderia me adotar também e eu poderia ter dois pais nos meus documentos. Nem eu nem meu pai perderíamos o vínculo de paternidade. É bem interessante isso. Eu mantive o sobrenome do meu pai Xisto no meu nome, mesmo depois da adoção.

Eu não queria apagar o meu pai da minha vida. Eu só queria legalmente ter uma família. Que essa minha família afetiva fosse reconhecida oficialmente pelo estado. O que é algo que todo mundo tem direito. E porque eu resolvi falar deste tema hoje? Eu queria ter falado dele há muito mais tempo… mas esses dias eu estava vendo na TV uma reportagem com um programa que está tentando incentivar as pessoas a adotarem crianças e adolescentes maiores de 5 anos de idade. Porque as crianças que passam dessa idade dificilmente são adotadas, especialmente crianças negras, ou crianças que tem irmãos…

Enfim, é um programa de adição tardia e vc pode saber mais sobre esse programa entrando neste site www.adoteumboanoite.com.br e saiba mais sobre esse programa. De acordo com as estatísticas mais de 40 mil famílias querem adotar enquanto existem cinco mil crianças para adoção. A procura é maior do que a oferta. O grande problema é que as famílias querem bebês brancos, recém-nascidos e a grande maioria das crianças que esperam para serem adotadas não se enquadram nessa característica.

Eu nunca quis ter filhos, sinceramente a experiência da gravidez sempre me assustou um pouco mas, eu sempre pensei em, dar uma ajeitada na minha vida e quando eu chegasse lá aos meus quarenta e cinco anos e eu estivesse num patamar bacana na vida eu queria sim adotar uma (ou duas) criança (s). Infelizmente eu ainda não cheguei lá, eu tô ralando ainda hahahaha, mas sei lá… pode ser que mais adiante eu consiga sim. Mas, cliquem no site conheçam esse programa de adoção tardia. Divulguem e ajudem aí essa galerinha a encontrar uma família… 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Nerdices: Game – Tembo The BadAss Elephant

headerFala terráqueos, como vão vcs? Espero que estejam bem. Eu tô legal… Antes de mais nada se vc tá dando de cara com esse post no Facebook clica aqui embaixo no link pra ler o post completo. Ajuda eu ai… dá uns cliques no blogue da tia Shao e deixe meu dia mais feliz. Bom… Primeira semana depois da volta às férias foram ao mesmo tempo calma e agitada. Foram bem calmas no trabalho em si mas na parte pessoal elas foram bem agitadas, mas eu nem quero falar disso… falar de coisas pessoas é só no post mensal onde eu falo sobre a minha vidinha… que se eu não me engano, vai ser publicado amanhã ou depois. Então aguardem. Eu sei que vcs estão lendo este post bem depois das minhas férias em Janeiro então desconsiderem a incongruência temporal.

Hoje eu vou falar aqui de outra coisa hahahaha. Vcs estão lendo este post em Janeiro mas eu estou escrevendo em Novembro… então antes me perdoem se as datas ficarem meio confusas. Eu fico meio confusa aqui de vez em quando… mas tudo bem. Beleza… minhas férias acabaram entretanto eu ainda estou mentalmente em ritmo de férias. Até mesmo porque o final do ano está chegando e os feriados vem aí… e final de ano a gente meio que puxa o freio de mão e leva as coisas mais devagar…

tembo-the-badass-elephant-01

E uma das coisas mais divertidas que eu fiz nas minhas férias foi jogar um pouco no PC e o jogo que eu mais joguei foi este joguinho bacana… “Tembo: The Badass Elephant”. Eu me diverti para caramba. Vejam bem, eu gosto de videogames, eu sou uma admiradora de games, eu gosto de ver os gráficos e me admiro com gente que tem talento para caramba para jogar e tal. Eu particularmente não jogo tanto e não tenho muito talento para a coisa hahahahaha, eu jogo raramente e é uma sofrência danada para passar de fase e vencer os obstáculos.

Então qualquer joguinho é um desafio de meses para mim… mesmo de anos às vezes porque como eu disse eu jogo apenas esporadicamente. E eu raramente zero um jogo. E quando eu zero eu raramente consigo terminar todas as tarefas e todas as conquistas… a verdade verdadeira mesmo é que eu sou muito, muito ruim… se algum de vcs me segue no Facebook pode ir dar uma olhada nos meus videos eu fiz, durante as minhas férias umas lives jogando justamente este joguinho do elefante e vcs podem apreciar nesses vídeos toda a minha falta de técnica e falta de habilidade.

Entretanto me deem um desconto porque eu estava jogando no computador e com um teclado. E é extremamente complicado vc se habituar a jogar num teclado depois de anos jogando num controle. Eu até comprei na Gearbest um controle Bluetooth mas ainda não chegou e minhas férias acabaram, talvez chegue até o final do ano e eu consiga testar o controle com esse jogo num desses feriados que se aproximam.

Mas eu estou me afastando do tema… vamos falar do jogo… o jogo, como eu já disse é bem legal, o gráfico é bem bonito e os objetivos são bem simples, vc tem que pegar o elefantinho e atravessar a tela destruindo os inimigos, o máximo de inimigos possível e salvando civis que foram pegos e estão reféns do exército do mau. E claro para alcançar a tela final onde tem o chefão vc precisa alcançar um número X de pontos e para alcançar estes pontos vc tem que salvar uma porcentagem X de reféns e matar uma porcentagem Y de inimigos, caso contrário vc não destrava a tela final.

Fora isso… se vc conseguir a proeza de matar todos os inimigos e salvar todas as vítimas vc ganha medalhas no jogo. O jogo tem para as três plataformas mais populares, para XBOX, para PLAYSTATION 4 e para PC. Eu tenho ele no PC e meu irmão baixou ele para PS4 também. No PS4 conforme vc vai jogando e conquistando as medalhas e tal vc vai ficando ranqueado, competindo com outros jogadores no PC a mesma coisa… no XBOX eu não sei porque eu não tenho essa plataforma aqui em casa.

E apesar de ser um jogo relativamente recente, ele foi lançado em 2015, ele tem aquela vibe saudosista dos jogos de tela que eram tão bacanas nas plataformas antigas. E apesar da carinha de bobo dele é um joguinho complicado, especialmente para mim que sou ruim pra caramba nas jogatinas da vida hahahahahahaha. Mas assim, se vc curte esses jogos mais nesses moldes, eu recomendo para caramba.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao